Organização e disseminação de memórias escolares: uma reflexão sobre a contribuição das bibliotecas para a formação humana integral nos Institutos Federais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20888/ridphe_r.v9i00.18402

Palavras-chave:

Bibliotecas escolares, Educação Profissional e Tecnológica, politecnia, memória escolar, patrimônio escolar

Resumo

Objetivou-se com esse trabalho, realizar uma reflexão sobre a contribuição das bibliotecas escolares para a formação humana integral dos discentes dos Institutos Federais de Educação, considerando a tríade pesquisa, cultura e trabalho como elementos fundantes. Para isso, foi realizada uma revisão bibliográfica sobre formação integral no contexto da Educação Profissional e Tecnológica, bibliotecas escolares e memórias. Desta forma, pôde-se discutir se e como a organização e a disseminação de memórias escolares podem contribuir para formar discentes mais críticos, emancipados e transformadores de si mesmos e da realidade a que pertencem, e o potencial da biblioteca escolar para criar lugares para essas memórias que sejam espaços não formais de educação a serem utilizados por atividades científicas e culturais através de projetos de ensino, pesquisa e extensão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Souza da Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste, Brasil

Doutoranda em Museologia em Patrimônio pela UNIRIO. Mestre em Educação Profissional e Tecnológica pelo IF Sudeste MG. Bacharel em Biblioteconomia pela UFMG. Bibliotecária do Campus Santos Dumont do IF Sudeste MG. Vice-presidente do Núcleo de Estudos Afro Brasileiro e Indígenas do Campus Santos Dumont do IF Sudeste MG. Pesquisadora de memórias da educação profissional e questões étnicos raciais.

Ana Paula Lelis Rodrigues de Oliveira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste, Brasil

Doutora em Engenharia Química pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico no Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais.

Referências

BARBOSA, A. A. Memória Institucional: possibilidade de construção de significados no ambiente organizacional. In: ENCONTRO NACIONAL DE HISTÓRIA DA MÍDIA. Anais [...]. Ouro Preto: UFOP, 2013.

BERGER, C. Cultura da memória e resistência cultural. In: ENCONTRO REGIONAL NORTE DE HISTÓRIA DA MÍDIA, v. 2, 2012. Anais [...] Belém: UFPA, 2012. 16p.

BOSI, E. O tempo vivo da memória. Cotia, São Paulo: Ateliê editorial, 2003. 75p.

BRASIL. CNE/CEB. Resolução n. 06, 20 de setembro de 2012. Diretrizes curriculares nacionais para a educação profissional técnica de nível médio. Brasília, 20 de setembro de 2012. Disponível em: https://www.gov.br/mec/pt-br/media/seb-1/pdf/leis/resolucoes_cne/rceb006_12.pdf. Acesso em: 07 ago. 2023.

CALDIN, C. F.; FLECK, F. O. Organização de biblioteca em escola pública: o caso da escola de educação básica Dom Jaime de Barros Câmara. Revista ACB, v. 8/9, 13p., 2003/2004.

CARNEIRO, L. Projeto de Lei n. 9484. 2018. Disponível em: https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=2167716. Acesso em: 22 dez. 2018.

CAMPELLO, B. A função educativa da biblioteca escolar no Brasil: perspectivas para seu aperfeiçoamento. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO. Anais [...]. Belo Horizonte: UFMG, 2006. 29p.

CIAVATTA, M. A formação integrada: a escola e o trabalho como lugares de memória e de identidade. Revista Trabalho Necessário, n. 3, 2005.

CIAVATTA, M; RAMOS, M. Ensino médio e educação profissional no Brasil: dualidade e fragmentação. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 5, n. 8, p. 27-41, jan./jun. 2011. Disponível em: https://retratosdaescola.emnuvens.com.br/rde/article/view/45. Acesso em: 16 jan. 2020.

DEMO, P. Educar pela pesquisa. 9. ed. Campinas: Autores Associados, 2011.

FREITAS, M. E. Cultura organizacional: identidade, sedução e carisma. 2. ed. Rio de Janeiro. Editora FGV, 2000. 180p.

FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. (Org). Ensino Médio Integrado: concepção e contradição. São Paulo: Cortez, 2005.

GRAMSCI, A. Cartas do Cárcere. Rio de janeiro: Civilização Brasileira, 2005. p. 1931-1937. (V. 2)

JOHN, N. M. Identificação, valorização e preservação do patrimônio histórico-cultural. In: ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA. Anais [...]. 2012. p. 320-336.

LEITIS JUNIOR, A. A biblioteca enquanto campo de educação não-formal. Dissertação (Mestrado profissional em Educação e Novas Tecnologias) – Centro Universitário Internacional (UNINTER), Curitiba, 2018.

MANACORDA, M. A. Marx e a pedagogia moderna. Campinas: Alínea, 2010.

MENDES, T. S.; SOUSA, M. I. A. A contribuição da biblioteca escolar para a formação dos estudantes e o desenvolvimento do hábito da leitura. Revista Bibliomar, São Luiz, v. 15, n. 12, 27p., 2016.

NUNES, C. C. Memória e História da Educação: entre práticas e representações. In: Maria Cristina Leal; Marília Pimentel (org.). História e Memória da Escola Nova. Rio de Janeiro: Loyola, 2003. p. 9-26. (V. 1)

PACHECO, R. de A. Educação, memória e patrimônio: ações educativas em museu e o ensino de história. Revista Brasileira de História, v. 30, n. 60, p. 143-154, 2010.

POLLAK, M. Memórias e identidade social. Estudos históricos. Rio de Janeiro, v. 5, n. 10, p. 200-212, 1992.

RIBEIRO, E. C. dos S.; SOBRAL, K. M.; JATAÍ, R. P. Omnilateralidade, politecnia, escola unitária e educação tecnológica: uma análise marxista. In: JOREGG – JORNADA REGIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EM ANTONIO GRAMSCI, 7, 2016, Fortaleza. Anais [...]. Fortaleza: UFC, 2016. 160 p.

SANTOS, V. da S.; PEDROSA, E. M. P. Ação cultural: o elo entre bibliotecário, biblioteca e formação humana integral. In: 24 SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO, TECNOLOGIA E SOCIEDADE: ENSINO HIBRIDO. Anais [...]. Novembro 2019.

SILVA, A. P. C. da. Biblioteca e memória: interlocuções com a comunidade. Informação em Pauta, v. 3, n. 2, p. 135-136, 30 dez. 2018.

SILVA, S. P. da; VIROTE, C. Currículo integrado no IF Goiano: possibilidades e desafios. In: ARAÚJO, Adilson Cesar; SILVA, Cláudio Nei Nascimento da (org.). Ensino médio integrado no Brasil: fundamentos, práticas e desafios. Brasília: Ed. IFB, 2017.

SILVA, E. T. A dimensão Pedagógica do trabalho do bibliotecário. Leitura da escola e na biblioteca. Campinas: Papirus, 1986. p. 67-83.

SILVA, K. N. P. A educação integral no ensino médio brasileiro: proteção integral ou formação humana? Cadernos GPOSSHE Online, v. 1, n.1, 2018.

SILVA, R F.; SOUZA, S. C.; LIMA, M. F. M. Papel das metodologias ativas na formação humana integral na educação profissional e tecnológica. EPT em revista, v. 2, n. 2, 2018.

SOUZA, N. O. Programa de leitura. 1996-1998. Biblioteca escola: espaço de ação pedagógica. Belo Horizonte: Escola de biblioteconomia da UFMG, 1999. p. 129-150.

VALER, S. A pesquisa como princípio pedagógico e sua materialidade linguística: estudantes da educação profissional técnica de nível médio. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S.l.], v. 2, n. 17, p. e7289, dez. 2019. Disponível em: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/7289. Acesso em: 18 fev. 2020.

Downloads

Publicado

2023-11-14

Como Citar

SILVA, Paula Souza da; OLIVEIRA, Ana Paula Lelis Rodrigues de. Organização e disseminação de memórias escolares: uma reflexão sobre a contribuição das bibliotecas para a formação humana integral nos Institutos Federais. RIDPHE_R Revista Iberoamericana do Patrimônio Histórico-Educativo, Campinas, SP, v. 9, n. 00, p. e023004, 2023. DOI: 10.20888/ridphe_r.v9i00.18402. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/ridphe/article/view/18402. Acesso em: 19 abr. 2024.