Avaliação de políticas públicas de ciência, tecnologia e inovação

abordagens a partir de casos concretos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/tsc.v5i1.14729

Palavras-chave:

Metodologias de avaliação, Avaliação de políticas públicas de ciência, Tecnologia e inovação, Estudos de caso

Resumo

O conhecimento proveniente da Sociologia da Ciência e da Tecnologia dispõe de status epistemológico para debruçar-se sobre a temática da avaliação de políticas públicas de Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI). Nesta perspectiva, este artigo relata o estudo de três casos de avaliação de políticas públicas de CTI, realizados por demanda governamental, os quais nos permitiram rever métodos e propor recomendações.

      

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Antonia da Fonseca Sobral, Universidade de Brasília

Doutorado em Sociologia pela Universidade ede Brasília. Colaboradora Sênior do Programa de Pós Graduação em Sociologia. Vice presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).  Professora Emérita da Universidade de Brasília e colaboradora do Programa de Pós- graduação em Sociologia.

 

Gilberto Lacerda Santos, Universidade de Brasília

Doutorado em Sociologia pela Universidade de Brasília. Professor Titular da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília.

 

Referências

BRASIL. Plano Brasil Maior –Inovar para Competir. Competir para crescer. Plano 2011/2014. Brasília (DF): MDIC, 2011.

BRASIL. Avaliação suplementar externa do Programa de Mestrado Profissional de Matemática em Rede Nacional (PROFMAT). Brasília (DF): CAPES,2013

BRASIL Plano Nacional de Educação(PNE). Brasília(DF): MEC, 2014.

CGEE. Avaliação do Impacto da Olimpíada Brasileira de Matemática nas Escolas Públicas (OBMEP). Brasília (DF): Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, 2011.

CGEE. Estratégia de Expansão da Educação Superior no Brasil. Brasília (DF): Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, 2014.

CORTES, Soraya V.;LIMA, Luciana L. A contribuição da sociologia para análise de políticas públicas. Lua Nova: Revista de Cultura e Política, São Paulo (SP), n.87, p.33-62, 2012.

DURKHEIM, Émile. Lições de sociologia: a moral, o direito e o Estado. São Paulo Martins Fontes, 2002.

GIBBONS, Michael; LIMOGES, Camille; NOWOTNY, Helga; SCHWARTZMAN, Simon; SCOTT, Peter; TROW, Martin. The New ProduCTI on of Knowledge: The Dynamics of Science and Research in Contemporary Societies. London: Sage, 1994.

GIDDENS, Anthony. Poíltica Sociologia e teoria social: encontros com o pensamento social clássico e contemporâneo São Paulo Editora da UNESP, 1998.

LACERDA SANTOS, Gilberto. Ciência, Tecnologia e Formação de Professores para o Ensino Fundamental. Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 2005.

MARX, Karl. Capital. London: Penguin, 1990.

OSZLAK, Oscar. Responsabilización o respondibilidad?: el sujeto y el objeto de un Estado responsable In: KOLDO, Echevarria et al. (Org.). Responsabilizacion y Evaluación de la gestión pública. Caracas: Centro Latinoamericano de Administración para El Desarrollo; Editorial Texto, C.A., 2005. p. 239-272.

SOBRAL, Fernanda. A. da F. Novos Horizontes para a Produção Científica e Tecnológica. Caderno CRH, Salvador, v. 24, n.63, p. 519-534, set./dez, 2011.

SOBRAL, Fernanda. A. da F. Dimensão Econômica e Social da Política Brasileira de Ciência, Tecnologia e Inovação. In: BAUMGARTEN, M. (Org.). Sociedade, Conhecimento e Colonialidades: Olhares sobre a América Latina. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2016.

SOBRAL, Fernanda A. da F.; LACERDA SANTOS, Gilberto. Avaliação de Políticas Públicas de Ciência, Tecnologia e Inovação: Abordagens a partir de casos concretos. Brasília (DF): Editora Viva, 2017.

WEBER, Max. Economia e sociedade. Brasília Editora UnB.

Downloads

Publicado

2018-12-20

Como Citar

SOBRAL, F. A. da F.; SANTOS, G. L. Avaliação de políticas públicas de ciência, tecnologia e inovação: abordagens a partir de casos concretos. Tecnologias, Sociedade e Conhecimento, Campinas, SP, v. 5, n. 1, p. 8–26, 2018. DOI: 10.20396/tsc.v5i1.14729. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tsc/article/view/14729. Acesso em: 23 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos