Tecnologias, Sociedade e Conhecimento https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tsc <p><strong>Escopo</strong>: A revista <strong>Tecnologias, Sociedade e Conhecimento</strong> visa ampliar o conhecimento e a compreensão das formas pelas quais a tecnologia digital pode beneficiar processos educacionais, por meio da publicação de resultados de pesquisas sobre teorias e práticas da Informática na Educação. Visa, ainda, promover o debate - a partir de diferentes perspectivas teóricas e disciplinares e interdisciplinares - do estado atual, avanços e tendências futuras sobre a construção de conhecimentos mediada por tecnologias. <br /><strong>Qualis</strong>: C<br /><strong>Área do conhecimento</strong>: Ciências Humanas<br /><strong>Ano de fundação</strong>: 2013<br /><strong>E-ISSN</strong>: 2318-8839<br /><strong>Título abreviado</strong>: Tec. Soc. e Con.<br /><strong>E-mail</strong>: <a title="E-mail" href="https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tsc/management/settings/context#masthead/mailto:tscnied@unicamp.br" target="_blank" rel="noopener">tscnied@unicamp.br</a> <br /><strong>Unidade</strong>: NIED</p> Universidade Estadual de Campinas pt-BR Tecnologias, Sociedade e Conhecimento 2318-8839 Paulo Freire https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tsc/article/view/15781 <p>En el marco de la decolonialidad planetaria, en la línea de investigación titulada:<em> Paulo Freire: el andariego de la utopía en las transmetodologías,</em> se cumple con <em>objetivo complejo de indagación sustentamos la obra freiriana, al andariego de la utopía como luminiscencia de la crisis del Sur hoy</em>. Se trata de una indagación transmetódica con la deconstrucción rizomática, rescatando el sujeto investigador y su sentipensar. Se erigen categorías como concientización – concientización, diálogo dialógico - dialectico, alfabetización política. La crisis en el Sur se permea de reconstrucciones esperanzadoras con el amor y la fe freiriana; los medios de la tecnología de la información y comunicación poderosamente desarrollados hoy siendo portadores de la posible inclusión, como verdadera liberación de las epistemologías del Sur.</p> Milagros Elena Rodriguez Copyright (c) 2022 Tecnologias, Sociedade e Conhecimento http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-12-30 2021-12-30 8 2 69 85 10.20396/tsc.v8i2.15781 Pedagogia de Paulo Freire e Tecnologias Digitais na Educação https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tsc/article/view/15932 <p>Paulo Freire, o Patrono da Educação Brasileira, sempre fomentou o uso das tecnologias digitais na educação, reconhecendo as demandas da sociedade contemporânea e as potencialidades dos recursos tecnológicos. Este artigo busca refletir sobre como a pedagogia desenvolvida por Paulo Freire vem sendo incorporada nos estudos realizados pela Comunidade Brasileira de Informática na Educação, a partir de uma revisão sistemática de literatura das produções científicas publicadas na revista <strong>Tecnologias, Sociedade e Conhecimento </strong>e no Portal de publicações da Comissão Especial de Informática na Educação. Grande parte dos estudos preocupa-se com questões de cunho humanista, com a profundidade e extensão das relações humanas como essenciais à construção de uma pedagogia autônoma e problematizadora, com o pensar crítico do educando-educador, e com o caráter autônomo e crítico do aprendiz, entre outras questões intensamente defendidas por Freire.</p> Márcia de Freitas Vieira Copyright (c) 2022 Tecnologias, Sociedade e Conhecimento http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-12-30 2021-12-30 8 2 25 47 10.20396/tsc.v8i2.15932 O uso das metodologias activas de aprendizagem para a promoção de autonomia no estudante https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tsc/article/view/15884 <p>A autonomia é um dos pilares da pedagogia freiriana na construção de uma escola emancipadora e crítica e na promoção da liberdade do estudante. Neste artigo proponho discutir o papel das metodologias activas de aprendizagem para a promoção da autonomia dos estudantes. As metodologias activas além de desenvolverem as habilidades e competências nos estudantes, permitem caminhos e novas práticas para que o educando seja protagonista em seu próprio processo de aprendizagem. O artigo é de natureza qualitativa consubstanciada a pesquisa bibliográfica, cujo objectivo é analisar em que medida as metodologias activas contribuem para a promoção da autonomia dos educandos. Concluímos que as metodologias activas de ensino permitem que os estudantes desenvolvam sua autonomia e habilidades na sala de aula.</p> Cláudio Sindique Copyright (c) 2022 Tecnologias, Sociedade e Conhecimento http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-12-30 2021-12-30 8 2 48 68 10.20396/tsc.v8i2.15884 Atividades de estudo plugadas e desplugadas para a inclusão do Pensamento Computacional junto aos conteúdos de matemática do 6o. ano do Ensino Fundamental https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tsc/article/view/15929 <p>Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa desenvolvida com o objetivo de analisar como os conceitos do Pensamento Computacional (PC) podem ser associados, na prática, às habilidades/capacidades fundamentais da Matemática do 6º ano do Ensino Fundamental II, conforme competência da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Foram elaboradas atividades de estudo que envolveram a integração do PC com a Matemática do 6º ano e disponibilizadas para um grupo de professores, membros dos painéis de especialista para análise. Os resultados mostraram que podemos inferir que a inserção da Computação na Educação Básica não só traz benefícios para o desenvolvimento de diversas habilidades, como também poderá propiciar o desenvolvimento do PC para a resolução de problemas, a construção de novos saberes, métodos e estratégias para trabalhar o raciocínio e as abstrações em qualquer área do conhecimento.</p> Jean Alex Custódio Machado André Zanki Cordenonsi Copyright (c) 2022 Tecnologias, Sociedade e Conhecimento http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-12-30 2021-12-30 8 2 132 153 10.20396/tsc.v8i2.15929 Mediação pedagógica no ensino à distância https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tsc/article/view/15806 <p>Este relato de experiência tem como foco levantar informações sobre o papel do tutor na Educação a Distância (EaD) como promotor da afetividade, orientador e motivador no processo colaborativo de aprendizagem em fórum de discussão. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, exploratória e de análise direta, com respaldo teórico nos Referenciais de Qualidade (BRASIL, 2007) e em outros documentos oficiais, bem como em estudos de autores que versam sobre tutoria e mediação online. Salienta-se que a expansão da EaD e a sua qualidade, no processo pedagógico, é possível mediante a inserção de novas tecnologias e também pelo bom desempenho dos tutores. </p> Nilza Pereira Crepaldi Annie Rose dos Santos Copyright (c) 2022 Tecnologias, Sociedade e Conhecimento http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-12-30 2021-12-30 8 2 104 131 10.20396/tsc.v8i2.15806 Experiência computacional na educação infantil https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tsc/article/view/15933 <p>A utilização da robótica educacional como ferramenta para o desenvolvimento de habilidades em crianças está em pleno processo de expansão e fortalecimento. Emergem em todo o mundo iniciativas em que ela atua como interlocutora do ensino em diversas áreas do conhecimento. Neste contexto, o presente artigo apresenta uma plataforma robótica para ensino da correta destinação de resíduos para crianças em idade pré-escolar. Elaborou-se um cenário experimental para teste e avaliação dos artefatos em uma escola de Educação Infantil. Como resultado, 21 crianças participaram das atividades, sendo que em média cada uma necessitou de duas tentativas para conclusão das tarefas de programação. A experiência computacional realizada evidenciou o potencial que as tecnologias têm quando permitem ao professor propor problemas e situações desafiadoras, onde as crianças podem agir com autonomia e criatividade.</p> Carine G. Webber Miguel Angelo Mussoi Tiago André Cattusso Copyright (c) 2022 Tecnologias, Sociedade e Conhecimento http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-12-30 2021-12-30 8 2 86 103 10.20396/tsc.v8i2.15933 Educação personalizada não é educação emancipadora https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tsc/article/view/16062 <p>Nesse artigo, discutimos dois futuros possíveis para as tecnologias educacionais e para a educação personalizada. Um é dominado por produtos corporativos de instrução programada em que a “personalização” é rigorosamente limitada ao ritmo de consumo dos materiais, sem que os alunos tenham qualquer escolha de conteúdos ou abordagens. Em um campo diametralmente oposto, encontramos na educação maker um uso de tecnologia que oferece a estudantes novas formas de expressão e de participação agêntica no mundo atual. Concluímos alertando para a apropriação do discurso educacional progressista por produtores desses sistemas de instrução programada e apontando que há, na intersecção da educação maker com o pensamento de Paulo Freire, um futuro mais promissor para as tecnologias educacionais.</p> Paulo Blikstein Copyright (c) 2022 Tecnologias, Sociedade e Conhecimento http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-12-30 2021-12-30 8 2 8 24 10.20396/tsc.v8i2.16062 Edição temática celebrando o centenário de nascimento de Paulo Freire (1921 – 2021) https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tsc/article/view/16151 <p>Esta edição resulta do fluxo de submissões ao número especial <strong>Celebrando o</strong> <strong>Centenário de Nascimento de Paulo Freire</strong> (1921 – 2021), o Patrono da Educação Brasileira. Nesta edição especial, a Revista Tecnologias, Sociedade e Conhecimento, divulga trabalhos de pesquisa e experiências práticas usando tecnologias digitais que foram inspiradas na filosofia e nas ideias de Paulo Freire.</p> Maria Cecília Calani Baranauskas José Armando Valente Copyright (c) 2022 Tecnologias, Sociedade e Conhecimento http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-12-30 2021-12-30 8 2 1 7 10.20396/tsc.v8i2.16151