Banner Portal
OLAPEDRINHO
Capa da Revista TSC, volume 6, Número 1, ano 2019
PDF

Palavras-chave

Tecnologias assistivas
Educação especial
Tecnologias digitais de informação e comunicação

Como Citar

FARIAS, Amélia Caroline de Souza; GELLER, Marla Teresinha Barbosa. OLAPEDRINHO: um convite para a integração dos educadores de pessoas com deficiência. Tecnologias, Sociedade e Conhecimento, Campinas, SP, v. 6, n. 1, p. 90–107, 2019. DOI: 10.20396/tsc.v6i1.14634. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tsc/article/view/14634. Acesso em: 20 abr. 2024.

Resumo

A inclusão social do aluno com deficiência, na perspectiva da educação especial, tem sido objetivo da busca por novos métodos e ferramentas, propiciando ao docente tornar mais simples e acessível a educação de qualidade. Os recursos da Informática na Educação apresentam-se como um dos principais contribuintes neste contexto. Este projeto tem como objetivo desenvolver um ambiente de integração online (site) onde serão apresentados vídeos, entrevistas, fotos, links para materiais de apoio, fórum para interatividade entre professores e familiares, dentre outros recursos. Para o desenvolvimento do site utilizou-se o Processo de desenvolvimento Web com o uso da Linguagem de Modelagem Unificada (PDW-UML). Pretende-se com este projeto mostrar ao professor a importância da tecnologia para a vida dos educandos com deficiência, auxiliando-o no processo de ensino e aprendizagem.

https://doi.org/10.20396/tsc.v6i1.14634
PDF

Referências

ASSISTIVA TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO. O que é Tecnologia Assistiva? 2018. Disponível em: http://www.assistiva.com.br/tassistiva.html. Acesso em: 28 ago. 2018.

BERSCH, R. Introdução à Tecnologia Assistiva. 2017. Disponível em: http://www.assistiva.com.br/Introducao_Tecnologia_Assistiva.pdf. Acesso em: 28 ago. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Catálogo de Publicações. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?Itemid=860&id=12625&option=com_content&view=article. Acesso em: 28 ago. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Educação de Surdos. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/ines. Acesso em: 05 abr. 2019.

BRASIL. Subsecretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Tecnologia Assistiva. Brasília: CORDE, 2009. 138 p. Disponível em: http://www.pessoacomdeficiencia.gov.br/app/sites/default/files/publicacoes/livro-tecnologia-assistiva.pdf. Acesso em: 09 out. 2018.

DZENDZIK, I.T. Processos de Desenvolvimento de Web Sites com recursos da UML. Disponível em: http://mtc-m16.sid.inpe.br/col/sid.inpe.br/jeferson/2004/12.10.09.14/doc/publicacao.pdf. Acesso em: 28 ago. 2018.

IBGE. Cidades: Juruti. IBGE, 2018. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/juruti. Acesso em: 28 mar. 2019.

INEP. Censo Escolar da Educação Básica 2018. Disponível em: http://download.inep.gov.br/educacao_basica/censo_escolar/notas_estatisticas/2018/notas_estatisticas_censo_escolar_2018.pdf. Acesso em: 10 mar. 2019.

SENADO FEDERAL. LDB: Lei de diretrizes e bases da educação nacional. Coordenação de Edições Técnicas. 58 p. Disponível em: http://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/ id/529732/lei_de_diretrizes_e_bases_1ed.pdf. Acesso em: 09 out. 2018.

SOMMERVILLE, I. Engenharia de Software. São Paulo: Addison Wesley, 2003.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2019 Amélia Caroline de Souza Farias, Marla Teresinha Barbosa Geller

Downloads

Não há dados estatísticos.