O desafio da preservação dos objetos de educação em ciências no âmbito das instituições escolares: ações de conservação e possibilidades pedagógicas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20888/ridphe_r.v9i00.16109

Palavras-chave:

Ensino de química, Patrimônio educativo, Objetos científicos educativos, Material didático

Resumo

Este artigo se caracteriza como uma revisão bibliográfica e tem como objetivo discutir as ações para a conservação dos objetos de ensino de ciências que são possíveis de serem realizadas no âmbito das atividades desenvolvidas pelas instituições escolares. A partir do contexto das escolas, foram descritos os materiais mais adequados e os processos básicos para as práticas de conservação preventiva e curativa. Argumentou-se a favor da importância da manutenção dos acervos nas escolas e da necessidade do envolvimento das comunidades escolares para a conservação do seu patrimônio cultural. Para isso foram apontadas algumas possibilidades de uso controlado dos acervos tanto para a preservação da memória e da história das instituições como para fins didáticos, especialmente nas disciplinas de Ciências Naturais e Química.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raquel Santos Palma, Universidade de São Paulo, Brasil

Mestre em Educação em Ciências e Matemática (com ênfase em Ensino de Química) pela Universidade Federal de São Paulo.

Reginaldo Alberto Meloni, Universidade Federal de São Paulo, Brasil

Doutor em História da Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2010). Atualmente é professor da Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP - na graduação e no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PECMA) e coordena o Grupo de Pesquisa em História da Educação em Ciências. 

Referências

ALENCASTRO, Yvana Oliveira de. Faça-você-mesmo a digitalização 3D de acervos museológicos. 2018. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/184715. Acesso em: 20 jan. 2021.

ALVES, Cláudia. Educação, memória e identidade: dimensões imateriais da cultura material escolar. Revista História da Educação, v. 14, n. 30, p. 101-125, 2010. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/asphe/article/view/28914/pdf. Acesso em: 20 jan. 2021.

BACHARACH, Joan. Chapter 4: Museum Collections Environment. In: The Museum Handbook Part I Collection: Museum Collections. Washington: National Park Service. 2016. Disponível em: https://www.nps.gov/museum/publications/MHI/MHI.pdf. Acesso em: 20 jan. 2021.

BRAGHINI, Katya Mitsuko Zuquim et al. Museu Escolar do Colégio Marista Arquidiocesano de São Paulo: constituição, histórico e primeiros movimentos de salvaguarda da coleção. Esboços: histórias em contextos globais, v. 21, n. 31, p. 28-49, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.5007/2175-7976.2014v21n31p28. Acesso em: 28 jan. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular – Ensino Médio. Brasília: MEC. 2020. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 13 fev. 2022.

CAMACHO, Clara Frayão. Plano de conservação preventiva: bases orientadoras, normas e procedimentos. In: Coleção Temas de Museologia, Lisboa, Instituto dos Museus e da Conservação, 2007.

CAMPOS, Guadalupe do Nascimento et al. Interdisciplinaridade e Preservação: a caracterização microanalítica dos ornatos e da Escultura da Águia da cobertura de cobre do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Museologia & Interdisciplinaridade, v. 1, n. 2, p. 30-46, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.26512/museologia.v1i2.12652. Acesso em: 13 fev. 2022.

CARRANZA, Ricardo M. et al. Nada es para siempre. Química de la degradación de los materiales. 2010. Disponível em: http://www.bnm.me.gov.ar/giga1/documentos/EL001847.pdf. Acesso em: 13 fev. 2022.

CASSARES, Norma Cianflone. Química direcionada à área de conservação e restauro. São Paulo: Associação Paulista de Conservadores Restauradores de Bens Culturais, 2003.

ESCOLANO BENITO, Agustín. Patrimonio material de la escuela e história cultural. Revista Linhas, Florianópolis, v. 11, n. 2, p. 13-28, 2010. Disponível em: http://periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/view/2125/1628. Acesso em: 10 dez. 2021.

FABBRI, Angélica et al. Documentação e Conservação de Acervos Museológicos: Diretrizes. São Paulo: Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, 2010. Disponível em: https://www.sisemsp.org.br/wp-content/uploads/2013/12/DocumentacaoFABBRI_Conservacao_Acervos_Museologicos.pdf. Acesso em: 15 dez. 2022.

FIGUEIREDO JUNIOR, João Cura D’Ars de. Química aplicada à conservação e restauração de bens culturais: uma introdução. Belo Horizonte: São Jerônimo, 2012.

GRAHAM, Fiona. Caring for natural history colletions. Canadian Heritage: Patrimoine canadien, 2018. Disponível em: https://www.canada.ca/en/conservation-institute/services/preventive-conservation/guidelines-collections/natural-history.html. Acesso em: 13 jan. 2022.

GRANATO, Marcus; CAMPOS, Guadalupe do Nascimento. Teorias da conservação e desafios relacionados aos acervos científicos. MIDAS. Museus e estudos interdisciplinares, n. 1, 2013. Disponível em: https://journals.openedition.org/midas/131?gathStatIcon=true&lang=pt. Acesso em: 13 jan. 2022.

GRANATO, Marcus; PINHEIRO, Lena Vânia Ribeiro. Para pensar a interdisciplinaridade na preservação: algumas questões preliminares. In: SILVA, R. R. G. (orgs.). Preservação documental: uma mensagem para o futuro. Salvador: Edufba, 2012. p. 23-40.

GRANATO, Marcus et al. Cartilha de Orientações Gerais para Preservação do Patrimônio Cultural de Ciência e Tecnologia. Rio de Janeiro: MAST, 2013.

HORTA, Maria de Lourdes Parreiras et al. Guia básico de educação patrimonial. Brasília: Iphan, 1999.

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (IPHAN). Salvaguarda de bens registrados: patrimônio cultural do Brasil. Brasília, DF: IPHAN, 2017. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/uploads/publicacao/cartilha2salvaguarda_bensculturaisregistrados_web.pdf. Acesso em: 28 jan. 2022.

JOHNSON, Jéssica S. Chapter 6: Handling, Packing, and Shipping. In: Museum Handbook Part I: Museum Colletion. National Park Service, 1999.

KÜHL, Beatriz Mugayar. História e ética na conservação e na restauração de monumentos históricos. Revista CPC, n. 1, p. 16-40, 2006. Disponível em: http://cmsportal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Anexo,%20texto%203.pdf. Acesso em: 18 dez. 2022.

LOURENÇO, Marta C.; GESSNER, Samuel. Documenting Collections: Cornerstones for More History of Science in Museums. Science and Education: Contributions from History, Philosophy and Sociology of Science and Education, v. 15, n. 1, feb. 2012.

LUCCAS, Lucy; SERIPIERRI, Dione. Conservar para não restaurar uma proposta para preservação de documentos em bibliotecas. Brasília: Thesaurus, 1995.

MELONI, Reginaldo Alberto; GRANATO, Marcus. Objetos de educação em ciências: um patrimônio a ser preservado. Revista Pedagogia em Foco, Iturama (MG), v. 9, n. 2, jul./dez. 2014. Disponível em: http://revista.facfama.edu.br/index.php/PedF/article/view/66. Acesso em: 18 nov. 2021.

MENESES, Ulpiano Toledo Bezerra de. Memória e Cultura Material: documentos pessoais no espaço público. Estudos históricos, Rio de Janeiro, v. 11, n. 21, p. 89-103, 1998. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/reh/article/view/2067/1206. Acesso em: 18 nov. 2021.

MICHALSKI, Stefan. Basic requirements of preventive conservation: lignes directrices relatives à la conservation préventive des collections. Canadian Heritage: Patrimoine canadien, 2018. Disponível em: https://www.canada.ca/en/conservation-institute/services/preventive-conservation/guidelines-collections/basic-requirements-preventive-conservation.html. Acesso em: 13 jan. 2022.

MUÑOZ VIÑAS, Salvador. Teoria contemporanea de la restauración. Madrid: Editorial Sintesis, 2003.

NASCIMENTO, Silvana Souza do; ALMEIDA, Maria José Pereira M. de. Objetos de museu, objetos de ensino: interpretações de um diretor de um museu de Ciências. 2008. Disponível em:

http://www.cienciamao.usp.br/dados/epef/_objetosdemuseuobjetosdee.trabalho.pdf. Acesso em: 13 jan. 2022.

PADILHA, Renata Cardozo. Documentação museológica e gestão de acervo. Florianópolis: FCC Edições, 2014. (Coleção Estudos Museológicos, v. 2). Disponível em: https://www.cultura.sc.gov.br/downloads/patrimonio-cultural/colecao-estudos-museologicos/1869-documentacao-museologica-e-gestao-de-acervo-colecao-estudos-museologicos-volume-2/file. Acesso em: 28 set. 2022.

SÃO PAULO (Estado). Decreto 10623/77, de 26 de outubro de 1977. Aprova o Regimento Comum das Escolas Estaduais de 1o Grau e dá providências correlatas. 1977. Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/211193/decreto-10623-77. Acesso em: 28 set. 2022.

SOUZA, Rosa Fátima de. Preservação do Patrimônio Histórico Escolar no Brasil: notas para um debate. Linhas, Florianópolis, v. 14, n. 26, p. 199-221, jan./jun. 2013. Disponível em: http://www.revistas.udesc.br/index.php/linhas/article/viewFile/1984723814262013199/2539. Acesso em: 21 jan. 2022.

SOUZA, Geiza Alchorne de. Um olhar sobre a conservação de arte contemporânea brasileira do Museu Nacional de Belas Artes. 2012. 155 f. Dissertação (Mestrado em Museologia e Patrimônio) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2012. Disponível em: http://www.repositorio-bc.unirio.br:8080/xmlui/handle/unirio/12066?show=full. Acesso em: 28 jan. 2022.

TEIXEIRA, Lia Canola; GHIZONI, Vanilde Rohling. Conservação preventiva de acervos. Florianópolis: FCC Edições, 2012.

ZANCUL, Maria Cristina Senzi de. Patrimônio educativo de C&T: objetos remanescentes nas primeiras escolas secundárias públicas do Estado de São Paulo. Museologia e Patrimônio, v. 11, p. 138-158, 2018. Disponível em:

http://revistamuseologiaepatrimonio.mast.br/index.php/ppgpmus/article/view/688/633. Acesso em: 21 jan. 2022.

Downloads

Publicado

2023-09-07

Como Citar

PALMA, Raquel Santos; MELONI, Reginaldo Alberto. O desafio da preservação dos objetos de educação em ciências no âmbito das instituições escolares: ações de conservação e possibilidades pedagógicas. RIDPHE_R Revista Iberoamericana do Patrimônio Histórico-Educativo, Campinas, SP, v. 9, n. 00, p. e023002, 2023. DOI: 10.20888/ridphe_r.v9i00.16109. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/ridphe/article/view/16109. Acesso em: 23 abr. 2024.