Caninde-Ioune: repertório de matriz indígena e africana em cancioneiro para aulas de Canto Orfeônico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20888/ridpher.v6i00.14832

Palavras-chave:

Patrimônio e História da Educação Musical., Diversidade cultural., Manuais escolares de música.

Resumo

O objetivo do artigo é analisar o processo de publicação e o repertório do cancioneiro Guia Prático: estudo folclórico musical, de Heitor Villa-Lobos, observando como o uso de elementos identificados nas canções de matrizes indígena, africana e europeia, revelam diversidade musical, concepções educativas e sociais do período que foram compostas. A análise se apoia em premissas estudadas pela História da Cultura Escrita, no que se refere à produção, apropriação e circulação da cultura escrita e em estudos sobre História da Educação Musical. A análise demonstrou que, m esmo com um discurso de valorização da cultura autóctone, rural e afrodescendente, a lógica hierárquica europeia estava consolidada e reforçada pela hegemonia dos elementos da música clássica ocidental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Inês de Almeida Rocha, Colégio Pedro II / PPGM-UNIRIO

Titular de Educação Musical (Colégio Pedro II), Docente Permanente do Programa de Pós Graduação em Música (UNIRIO), Doutora em Educação (UERJ - Universidad Alcalá - ES) e Pós- Doutorado (Universidad de Valladolid). Publica nas áreas de História da Educação Musical; Educação Musical; História da Educação; História da Cultura Escrita; Musicologia. É cantora do Coro de Câmera da Pró-Arte.

Referências

CASTILLO GÓMEZ, António. Historia de la cultura escrita: ideas para el debate. Revista Brasileira de História da Educação, São Paulo, n. 5, p. 93-124, jan./jun. 2003a.

CASTILLO GÓMEZ, António. Prólogo: Los manuales epistolares: entre el uso y la representación. In: SIERRA BLAS, Verónica. Aprender a escribir cartas: Los manuales epistolares en la España contemporánea (1927-1945). Gijón: Trea, 2003b. p. 13-24.

CASTILLO GÓMEZ, António. La Corte de Cadmo: apuntes para una historia social de la cultura escrita. Revista de Historiografía, Madrid, n. 1, 2, p. 89-98, 2004.

FUKS, Rosa. O Discurso do silêncio. Rio de Janeiro: Enelivros, 1991.

IGAYARA-SOUZA, Susana Cecilia. Entre palcos e páginas: a produção escrita por mulheres sobre música na história da educação musical no Brasil (1907-1958). Tese (Doutorado em Educação). São Paulo: FEUSP, 2011.

LAGO, Manoel Aranha Corrêa do; BARBOSA, Sérgio; BARBOSA, Maria Clara. Introdução: um guia para o Guia Prático. In: VILLA-LOBOS, Heitor. Guia Prático para a educação artística e musical: separata: primeiro volume: estudo folclórico musical. Manuel Aranha Correa do Lago, Sérgio Barbosa, Maria Clara Barbosa (textos e pesquisa). Rio de Janeiro: ABM: Funarte, 2009.

LE GOFF, Jacques. História e Memória. Tradução: Bernardo Leitão et al. 2. ed. Campinas: UNICAMP, 1992.

MONTI, Ednardo Monteiro Gonzaga do. Polifonias Políticas e Pedagógicas: Villa-Lobos no Instituto de Educação do Rio de Janeiro na Era Vargas. 2015. 291f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015.

ROCHA, Inês de Almeida. O negócio era a voz! Entrevista. Interlúdio: Revista do Departamento de Educação Musical do Colégio Pedro II, Rio de Janeiro: Colégio Pedro II, Ano 1, n.1, p. 87-98, 2010. Disponível em https://www.cp2.g12.br/ojs/index.php/interludio/article/view/1498/1089. Acesso em: 3 jan. 2018.

ROCHA, Inês de Almeida. Serve teu Brasil com brio! Cumpre sempre teu dever!: manuais escolares de música no Colégio Pedro II. In: IX CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 9., 2012, Lisboa. Anais [...]. Lisboa: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, 2012. p. 5805-5817.

TACUCHIAN, Ricardo. Convergências e Urdiduras. In: VILLA-LOBOS, Heitor. Guia Prático para a educação artística e musical: separata: primeiro volume: estudo folclórico musical. Manuel Aranha Correa do Lago, Sérgio Barbosa, Maria Clara Barbosa (textos e pesquisa). Rio de Janeiro: ABM: Funarte, 2009.

VILLA-LOBOS, Heitor. Canto Orfeônico: marchas, canções e cantos marciais para educação consciente da unidade de movimento. 1º. e 2º. volume. Rio de Janeiro: Casa Arthur Napoleção, 1940.

VILLA-LOBOS, Heitor. Guia Prático: estudo folclórico musical. V. 1. São Paulo, Rio de Janeiro: Irmãos Vitale, 1941.

VILLA-LOBOS, Heitor. Solfejos. 2º. volume. São Paulo: Vitale, 1946.

VILLA-LOBOS, Heitor. Guia Prático para a educação artística e musical. 1. Volume: estudo folclórico musical / Heitor Villa-Lobos; [textos e pesquisa] por: Manoel Aranha Corrêa do Lago, Sérgio Barboza, Maria Clara Barbosa. Rio de Janeiro: BM; Funarte, 2009.

XAVIER, Libânia Nacif. Para além do campo educacional: um estudo sobre o Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova (1932). Bragança Paulista: EDUSF, 2002.

Downloads

Publicado

2020-12-30

Como Citar

ROCHA, Inês de Almeida. Caninde-Ioune: repertório de matriz indígena e africana em cancioneiro para aulas de Canto Orfeônico. RIDPHE_R Revista Iberoamericana do Patrimônio Histórico-Educativo, Campinas, SP, v. 6, n. 00, p. e020030, 2020. DOI: 10.20888/ridpher.v6i00.14832. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/ridphe/article/view/14832. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

DOSSIÊ TEMÁTICO