Avaliação da atividade antimicrobiana de diferentes enxaguantes bucais frente à bacterias orais

Autores

  • Brenda Paula Figueiredo de Almeida Gomes Universidade Estadual de Campinas
  • Ana Carolina Nalin E. E. Prof. Elias de Mello Ayres
  • Gabriel Fleury Sunhiga E. E. Dr. Luiz Gonzaga de Campos Toledo
  • Samira Moraes Nicolai Hernandes E. E. Dr. Samuel de Castro Neves
  • Maicon Ricardo Zieberg Passini Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/revpibic2620181408

Palavras-chave:

Enxaguantes bucais, Atividade antimicrobiana, Bactérias orais.

Resumo

As bactérias presentes na cavidade bucal podem causar efeitos danosos ao se aderirem aos dentes. Visando auxiliar a eliminação destes microrganismos surgiram os enxaguatórios bucais. Considerando a importância dos enxaguatórios na higiene bucal, este estudo teve como objetivo avaliar a atividade antimicrobiana de diferentes enxaguatório bucais frente às bactérias orais. Os resultados mostraram que os enxaguantes apresentaram efeito antimicrobiano heterogeneo. Sessenta e nove por cento dos enxaguatórios apresentaram atividade antimicrobiana frente a todas bactérias, sendo os mais efetivos: Periotrat® e Periogard®. Concluimos que a maior parte dos enxaguatórios comerciais foi capaz de inibir o crescimento bacteriano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Brenda Paula Figueiredo de Almeida Gomes, Universidade Estadual de Campinas

Docente da Unicamp

Ana Carolina Nalin, E. E. Prof. Elias de Mello Ayres

Aluna do Ensino Médio participante do Programa PIBIC-EM da Unicamp

Gabriel Fleury Sunhiga, E. E. Dr. Luiz Gonzaga de Campos Toledo

Aluno do Ensino Médio participante do Programa PIBIC-EM da Unicamp

Samira Moraes Nicolai Hernandes, E. E. Dr. Samuel de Castro Neves

Aluna do Ensino Médio participante do Programa PIBIC-EM da Unicamp

Downloads

Publicado

2019-02-20

Como Citar

GOMES, B. P. F. de A.; NALIN, A. C.; SUNHIGA, G. F.; HERNANDES, S. M. N.; PASSINI, M. R. Z. Avaliação da atividade antimicrobiana de diferentes enxaguantes bucais frente à bacterias orais. Revista dos Trabalhos de Iniciação Científica da UNICAMP, Campinas, SP, n. 26, 2019. DOI: 10.20396/revpibic2620181408. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/pibic/article/view/1408. Acesso em: 25 out. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)