Arte Total

o pintor-decorador José Maria Villaronga

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/eha.15.2021.4639

Palavras-chave:

Pintura decorativa, Villaronga, Trajetória, Império

Resumo

O presente trabalho propõe-se a apresentar a dupla trajetória artística do pintor José Maria Villaronga, que imigrou da Espanha para o Brasil, em meados do século XIX. Sua vida profissional, porém, não se desenvolveu na Corte, mas no Vale do Paraíba, onde encontrou o ambiente sociocultural e econômico ideal, para iniciar sua próspera carreira. Mudou-se, depois, para a província paulistana, alargando o sucesso e o prestígio adquiridos, sendo constantemente enaltecido, nos periódicos oitocentistas.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Claudia de Paula Torem, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Doutoranda em História pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Referências

CALABRESE, Omar. L’Art du Trompe L’oeil.

FILHO, José de Araujo. O café, riqueza paulista.

LIMA, Roberto Guião de Souza. Notas sobre as obras do artista José Maria Villaronga.

LIMA, Roberto Guião de Souza. O Ciclo do Café do Vale-Paraibano.

MUAZE, Mariana. O império do retrato: família, riqueza e representação no Brasil oitocentista (1840 – 1889).

KELEN, Denise Van Der. La peinture décorative selon Van Der Kelen.

RIBEYROLLES, Charles. Brazil Pittoresco.

ROGER-MILÈS, Leon. La Peinture Décorative.

ZALUAR, Augusto Emílio. Peregrinação pela província de São Paulo (1860-1861).

Downloads

Publicado

2021-12-31

Como Citar

TOREM, A. C. de P. Arte Total: o pintor-decorador José Maria Villaronga. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 15, p. 718–727, 2021. DOI: 10.20396/eha.15.2021.4639. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4639. Acesso em: 4 fev. 2023.