Recursos Educacionais Abertos para o ensino de ciências

análise de uma narrativa digital interativa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/tsc.v9i1.16054

Palavras-chave:

Recurso educacional aberto, Narrativa digital interativa, Educação em ciências, Tecnologias digitais de informação e comunicação

Resumo

Abordando a temática dos Recursos Educacionais Abertos (REA) em articulação com as Narrativas Digitais (ND), este artigo apresenta a análise do desenvolvimento de um REA no formato de narrativa digital interativa para promover a aprendizagem de tópicos de Ciências, com foco em conceitos básicos da Química. Metodologicamente, foi desenvolvida uma análise qualitativa a partir dos fundamentos teóricos dos REA e dos elementos constitutivos das ND. A narrativa digital interativa analisada está em concordância com os fundamentos teóricos analisados e constitui-se como um caminho para o trabalho inicial contextualizado e lúdico com conceitos científicos. Assim, o estudo pode trazer contribuições à área da Educação em Ciências tanto pelo recurso aberto e gratuito apresentado quanto pela possibilidade didática que ele representa

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isadora Ribeiro Antunes, Universidade Federal de Itajubá

Graduada em Licenciatura em Química pela Universidade Federal de Itajubá.

Alessandra Rodrigues, Universidade Federal de Itajubá

Doutora em Educação: Currículo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Professora Adjunta da Universidade Federal de Itajubá.

 

Referências

BRASIL. Orientações Curriculares para o Ensino Médio. Volume 2. Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias. Brasília (DF): Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2006.

CHIZZOTTI, A. Pesquisa qualitativa em ciências humanas e sociais. 4. ed. Petrópolis/RJ: Vozes, 2011.

CREATIVE COMMONS BR. Sobre as licenças. Disponível em: https://br.creativecommons.org/. Acesso em: 1 out. 2020.

CREATIVE COMMONS. Atribuição 4.0 Internacional. Disponível em: https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR. Acesso em: 22 nov. 2020.

EDUCAÇÃO ABERTA. Recursos Educacionais Abertos (REA): Um caderno para professores. Campinas, 2013. Disponível em: http://educacaoaberta.org/cadernorea. Acesso em: 16 set. 2020.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6.ed. São Paulo: Editora Atlas, 2008.

GOLDENBERG, M. A arte de pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em Ciências Sociais. 14. ed. Rio de Janeiro: Record, 2015.

GONSALES, P. Recursos Educacionais Abertos, formação de professores e o desafio de educar na cultura digital. In: CETIC (Org.). Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nas escolas brasileiras. São Paulo: TIC Educação, 2013. p. 53-59. Disponível em: https://www.cetic.br/publicacao/pesquisa-sobre-o-uso-das-tecnologias-de-informacao-e-comunicacao-nas-escolas-brasileiras-tic-educacao-2013/. Acesso em: 16 set. 2020.

LÜDKE, M. ANDRÉ, M. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. 2. ed. Rio de Janeiro: E.P.U., 2018.

MACHADO, G. F. Alfabetização Científica Mediatizada pelas Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação. 2020. 203 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Itajubá, Itajubá/MG, 2020. Disponível em: https://repositorio.unifei.edu.br/xmlui/handle/123456789/2241. Acesso em: 31 mar. 2021.

OKADA, A. L. P. Scientific Literacy in the digital age: tools, environments and resources for co-inquiry. European Scientific Journal, v. 4, p. 263-274, 2013. DOI: https://doi.org/10.19044/esj.2013.v9n10p%25p Acesso em: 12 jan. 2021.

OKADA, A. L. P.; FERREIRA, G. Co-authorship in the age of cyberculture: Open Educational Resources at the Open University of the United Kingdom. Revista Teias (UERJ. Online), v. 13, p. 327-353, 2012. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistateias/article/view/24284. Acesso em: 12 dez. 2021.

PALÁCIO, M. A. V.; STRUCHINER, M. Análise da produção de narrativas digitais no ensino superior em saúde. EAD em Foco, v. 7, n. 1, p. 62-71, 2017. Disponível em: https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/541. Acesso em: 22 set. 2021.

PAUL, N. Elementos das narrativas digitais. In: FERRARI, P. (Org.) Hipertexto, hipermídia: as novas ferramentas da comunicação digital. São Paulo: Contexto, 2007. p. 121-140.

ROBIN, B. R. Digital storytelling: A powerful technology tool for the 21st century classroom. Theory into practice, v. 47, n. 3, p. 220-228, 2008. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/00405840802153916. Acesso em: 23 set. 2021.

ROBIN, B. R. The educational uses of digital storytelling. Society for Information Technology & Teacher Education International Conference, p. 709-716, 2006. Disponível em: https://www.learntechlib.org/p/22129/. Acesso em: 11 jun. 2021.

ROCHA, J. S.; VASCONCELOS, T. C. Dificuldades de aprendizagem no ensino de química: algumas reflexões. In: Encontro Nacional de Ensino de Química, 18, 2016, Florianópolis/SC. Anais... Florianópolis: Eneq, p 1-8, 2016. Disponível em: http://www.eneq2016.ufsc.br/anais/resumos/R0145-2.pdf. Acesso em: 04 jun. 2021.

RODRIGUES, A. Narrativas digitais e experiência: exploração de conceitos e implicações para a educação em uma perspectiva humanista. Revista e-Curriculum, v. 18, n. 2, p. 692-714, 2020. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/view/47767/32212. Acesso em: 31 out. 2021.

RODRIGUES, A. Mídias, efeitos de sentido e práticas de leitura e escrita: o que nos contam as narrativas digitais? Leitura: teoria & prática, v. 37, p. 101-113, 2019. DOI: https://doi.org/10.34112/2317-0972a2019v37n75p101-113 Acesso em: 12 jan. 2022.

RODRIGUES, A. Narrativas Digitais, autoria e currículo na formação de professores mediada pelas tecnologias: uma narrativa-tese. 2017. 274 f. Tese (Doutorado em Educação: Currículo) – Pontifícia Universidade Católica, São Paulo/SP, 2017. Disponível em: https://tede.pucsp.br/bitstream/handle/20196/2/Alessandra%20Rodrigues.pdf. Acesso em: 02 jan. 2022.

ROSSINI, C. Iniciativa Educação Aberta. Disponível em: https://aberta.org.br/. Acesso em: 05 jun. 2021.

SANTOS, A. I.Recursos Educacionais Abertos: Novas Perspectivas para a Inclusão Educacional Superior via EAD. In: SANTOS, A. I. (Org.). Perspectivas Internacionais em Ensino e Aprendizagem On-line: Debates, Tendências e Experiências. São Paulo: Libra Três, 2006. p. 35-51. Disponível em: https://aisantos.wordpress.com/2011/06/10/recursos-educacionais-abertosnovas-perspectivas-para-a-inclusao-educacional-via-ead/. Acesso em: 17 set. 2021.

SANTOS, A.I. Recursos Educacionais Abertos no Brasil: O Estado da Arte, Desafios e Perspectivas para o Desenvolvimento e Inovação. UNESCO/CETIC, 2013. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000227970. Acesso em: 17 set. 2021.

SANTOS, A. O. et al.Dificuldades e motivações de aprendizagem em Química de alunos do ensino médio investigadas em ações do (PIBID/UFS/Química). Scientia Plena, v. 9, n. 7, p. 1-6, 2013. Disponível em: https://scientiaplena.org.br/sp/article/view/1517. Acesso em: 06 jun. 2021.

SANTOS, V. A.; RODRIGUES, A.; REZENDE JÚNIOR, M. F. “Tenho um tablet, e agora?”: A produção de narrativas digitais como estratégia na formação de professores de ciências. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 11, n. 2, p. 31-55, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/alexandria/article/view/1982-5153.2018v11n2p31.Acesso em: 18 set. 2021.

TESCH, R. Qualitative research: analysis, types and software tools. New York: The Falmers Press, 1990.

VAGULA, E. O Uso dos Recursos Educacionais Abertos na Educação Básica. In: XII Congresso Nacional de Educação, 12, p. 31395-31411, 2015. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2015/19042_9245.pdf. Acesso em: 24 set. 2021.

VALENTE, J. A.; ALMEIDA, M. E. B. Narrativas digitais e o estudo de contextos de aprendizagem. Revista Educação a Distância. Em Rede – Revista de Educação a Distância, v. 1, n. 1, p. 32-50, 2014. Disponível em: https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/10.Acesso em: 22 set. 2020.

XU, Y.; PARK, H.; BAEK, Y. A New Approach Toward Digital Storytelling: An Activity Focused on Writing Self-efficacy in a Virtual Learning Environment. Journal of Educational Technology & Society, v. 14, n. 4, p. 181-191, 2011. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/10.2307/jeductechsoci.14.4.181.Acesso em: 21 set. 2020.

ZANIN, A. A. Recursos educacionais abertos e direitos autorais: análise de sítios educacionais brasileiros. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 22, n. 71, p. 1-25, 2017. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782017000400230&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 16 set. 2020.

Downloads

Publicado

15-07-2022

Como Citar

ANTUNES, I. R.; RODRIGUES, A. Recursos Educacionais Abertos para o ensino de ciências: análise de uma narrativa digital interativa. Tecnologias, Sociedade e Conhecimento, Campinas, SP, v. 9, n. 1, p. 6–24, 2022. DOI: 10.20396/tsc.v9i1.16054. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tsc/article/view/16054. Acesso em: 4 fev. 2023.