Novos desafios éticos em um mundo complexo, plural e digital

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/tsc.v1i1.14445

Palavras-chave:

Ética, Tecnologia, Complexidade

Resumo

Qualquer inovação tecnológica na capacidade de nos comunicarmos terá́ sempre uma incidência profunda em nossa cultura, em nossa maneira de ser, de viver/conviver, na maneira de nos relacionarmos, o que requer não apenas maior competência tecnológica no aprendizado das novas linguagens digitais, mas, sobretudo, maior competência ética nas relações humanas. Mais do que nunca, necessitamos de uma nova estética do pensamento que abra a mente e o coração ao dialogo sem reservas, que enfraqueça a resistência aos sistemas de pensamentos fechados, que reduza a intolerância e a violência e que suporte os riscos do desconhecido e do inesperado, os desafios da incerteza e das contradições emergentes

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cândida Moraes, Universidade Católica de Brasília

Doutora em Educação e Currículo pela  Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Professora de Pós-Graduação em Educação da Universidade Católica de Brasília. Pesquisadora permanente do GEPEC – Grupo de Estudos e Pesquisa em Complexidade/CNPq, da Universidade Católica de Brasília.

 

Referências

ALMEIDA, M. C. de. Ciências da Complexidade e Educação: razão apaixonada e politização do pensamento. Natal: EDUFRN, 2012.

ARDOÍNO, J. Abordagem multirreferencial das situações educativas e formativas. In: BARBOSA, J. (Coord.) Multirreferencialidade nas ciências e na educação. São Carlos/SP: EdFUSCar, 1998.

BOFF, L. Ética da vida. Brasília: Letra Viva, 1999.

BOFF, L. Ética e moral: a busca dos fundamentos. Petrópolis/RJ: Editora Vozes, 2003a.

BOFF, L. Civilização planetária: desafios à sociedade e ao cristianismo. Rio de Janeiro: Sextante, 2003b.

BREY, A. La sociedad de la ignorancia. Una reflexión sobre la relación del individuo con el conocimiento en el mundo hiperconectado. In: Mayos, G.; Brey, A. (Eds.). La sociedad de la ignorancia. Barcelona: Ediciones Península, 2011.

LAMA, D. Uma ética para o novo milênio. Rio de Janeiro: Sextante. 2000.

MAX-NEFF, M. Fundamentos de la transdisciplinariedad. Disponível em: http://www.max-neef.cl/descargas/Max_Neef-Fundamentos_transdisciplinaridad.pdf. Acesso em: 13 jun. 2013

MORAES, M. C. Ecologia dos Saberes: Complexidade, transdisciplinaridade e educação. São Paulo: Antakarana/ProLiber, 2008.

MORIN, E. O Paradigma perdido: a natureza humana. Sintra/Portugal: Publicações Europa América, 1990.

MORIN, E. O problema epistemológico da Complexidade. Sintra/Portugal: Publicações Europa-América, 1996.

MORIN, E.O Método 01: A natureza da Natureza. Sintra/Portugal: Publicações Europa-América, 1997.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez. Brasília, DF: UNESCO, 2000.

MORIN, E. O método 06: Ética. Porto Alegre; Editora Sulina; 2007.

MORIN, E. Introdução ao pensamento complexo. Porto Alegre: Sulina; 3. ed. 2007.

MORIN, E. Para um pensamento do sul. Rio de Janeiro: SESC, 2011.

SANTOS, B. de S. Um discurso sobre as ciências. São Paulo: Cortez, 2004.

Downloads

Publicado

11-11-2013

Como Citar

MORAES, M. C. Novos desafios éticos em um mundo complexo, plural e digital. Tecnologias, Sociedade e Conhecimento, Campinas, SP, v. 1, n. 1, p. 165–187, 2013. DOI: 10.20396/tsc.v1i1.14445. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tsc/article/view/14445. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos