Banner Portal
Metodologia para implementação de estratégias colaborativas mediadas por ferramentas de interação síncrona
Capa - Revista número um de 2013
PDF

Palavras-chave

Metodologia para interação síncrona
Sessões colaborativas em tempo real
Estratégias colaborativas para a aprendizagem

Como Citar

GARCIA, L. F. U.; DIRENE, A. Metodologia para implementação de estratégias colaborativas mediadas por ferramentas de interação síncrona. Tecnologias, Sociedade e Conhecimento, Campinas, SP, v. 1, n. 1, p. 80–99, 2013. DOI: 10.20396/tsc.v1i1.14440. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tsc/article/view/14440. Acesso em: 29 nov. 2023.

Resumo

Neste trabalho é criada e proposta uma metodologia geral com um modelo de processos para a realização de sessões de aprendizagem considerando um entorno colaborativo com interação síncrona mediada por ferramentas digitais. Com a inclusão de tecnologias na educação, se observa que não é suficiente tornar as ferramentas disponíveis a educadores e aprendizes. Identificou-se uma carência de metodologias que guiam a criação de novas formas de desenho instrucional, baseado na interação por meio de ferramentas digitais. Além disso, evidenciou-se que a maioria das plataformas de aprendizagem explora somente uma interação assíncrona. 

https://doi.org/10.20396/tsc.v1i1.14440
PDF

Referências

ALAVI, M. Computer–mediated collaborative learning: An Empirical evaluation. MIS Quarterly, 1994, v.18, p.159-174.

CAMPOS, G.; ROQUE, G.; AMARAL, S. Dialética da Educação à distância, Rio de Janeiro: PUC Rio, 2007.

CHAO, K. -J.; HUNG, I.-C.; CHEN, N.-S. On the design of online synchronous assessments in a synchronous cyber classroom. Journal of Computer Assisted Learning, v.28, p.379-395, 2011.

CHICKERING, A.W.; EHRMANN, S.C. Implementing the Seven Principles: Technology as Lever. American Association for Higher Education Bulletin, 1996, v.49, n.2, p.3-6.

DEWIYANTI, S.; BRAND-GRUWEL, S.; JOCHEMS, W.; BROERS, N. Students experiences with collaborative learning in asynchronous computer-suported collaborative learning environments.Computer in Human Behavior, 2007, v.23, p. 496-514.

HANNAFIN, M. Emerging Technologies, ISD and learning environments: critical perspectives. Educational Technology Research & Development,1992, v.40, p.49-63.

HURME, T.; JARVELA, S. Students’ activity in computer-supported collaborative problem solving in mathematics. International Journal of Computers for Mathematical Learning, v.10, p.49-73,2005.

JARA, C. A.;CANDELAS, F. A.; TORRES, F.; DORMIDO S.; ESQUEMBRE F.; REINOSO, O. Real-time Collaboration of Virtual Laboratories through the Internet. Computers & Education, 2009, v.52, p.126-140.

JOHNSON, D. W.; JOHNSON, R. T. Learning together and alone. Cooperative, competitive and constructivist learning environments. Boston, MA: Publisher Alyne and Bacon, 1999.

KOSCHMANN, T. Toward a theory of computer support for collaborative learning. Journal of the Learning Sciences, v.3, p. 219-225,1994.

LAZAKIDOU, G.; RETAILS, S. Using computer supported collaborative learning strategies for helping students acquire self-regulated problem-solving skills in mathematics. Computers & Education,2010, v.54, n.1,p.3-13.

MARJANOVIC, O. Learning and teaching in a synchronous collaborative environment. Journal of Computer Assisted Learning, v.15, p.129-138, 1999.

TSUEI, M. Using synchronous peer tutoring system to promote elementary students’ learning in mathematics. Computers &Education, 2011, v.58, p.1171-1182.

VIGOTSKY, L. S. A formação social da mente. São Paulo: Martins, 1991

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2013 Tecnologias, Sociedade e Conhecimento

Downloads

Não há dados estatísticos.