Banner Portal
Fontes, documentos e arquivos na fronteira entre Antropologia, História e outros saberes
PDF

Palavras-chave

Antropologia
História
Arquivos
Documentos

Como Citar

CARDOSO, Antonio Alexandre Isidio; TAMBASCIA, Christiano Key; NADAI, Larissa; ARIZA, Marília Bueno de Araújo; ALCÂNTARA, Paulo Augusto Franco de. Fontes, documentos e arquivos na fronteira entre Antropologia, História e outros saberes. Tematicas, Campinas, SP, v. 31, n. 61, p. 10–20, 2023. DOI: 10.20396/tematicas.v31i61.18292. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tematicas/article/view/18292. Acesso em: 29 maio. 2024.

Resumo

Nas últimas décadas, muito tem se produzido sobre as relações, fricções e tensões entre os fazeres antropológicos e historiográficos. Tal atenção tem sido ainda mais evidente diante de indagações críticas sobre os regimes e usos de  fontes, documentos e arquivos. Denominada muitas vezes por codinomes como “antropologia histórica” e/ou “história cultural”, as fronteiras que conformam Antropologia, História e sua articulação com outros saberes têm, por muitos de nós, sido intencionalmente transgredidas, borradas e esmaecidas. Este dossiê, “Fontes, documentos e arquivos na fronteira entre Antropologia, História e outros saberes” demonstra tais esforços de insubmissão e convergência a partir dos mais variados campos empíricos - documentos administrativos, “causos populares”, documentos acadêmicos, memórias orais, etc. Os artigos aqui reunidos e organizados, neste sentido, não só desafiam àquilo que restou registrado em fontes e arquivos, como também lançam luz aos esforços de produzir outros arquivos e/ou disputar as verdades neles contidas sobre um passado histórico a ser contestado e posto sob escrutínio.

https://doi.org/10.20396/tematicas.v31i61.18292
PDF

Referências

BURKE, Peter. What is Cultural History? Maiden: Polity, 2008.

EVANS-PRITCHARD, E. E.. Anthropology and History. In: Evans-Pritichard, E. E. Essays in Social Anthropology. London: Faber and Faber, 1962.

GINZSBURG, Carlo. Mitos, Emblemas, Sinais: Morfologia e História. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

GINZSBURG, Carlo. O Fio e os Rastros: Verdadeiro, Falso, Fictício. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

HARTMAN, Saidiya. Vênus em Dois Atos. Revista Eco-Pós, v. 23, n. 3, 2020.

HARTOG, François. Regimes de Historicidade: Presentismo e Experiências do Tempo. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2015.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. O mundo como texto: leituras da História e da Literatura. História da Educação, ASPHE/FAE/UFPel, Pelotas, n. 14, 2003.

SAHLINS, Marshall. ‘O pessimismo sentimental’ e a experiência etnográfica: porque a cultura não é um objeto em via de extinção (parte I). MANA, v. 3, n. 1, pp. 41-73, 1997.

SAHLINS, Marshall. Historical Methaphors and Mythical Realities. Structure in the Early History of Sandwich Istlands Kingdom. The University of Michigan Press. 2004.

SCHWARCZ, Lilia K. M. Questões de fronteira: sobre uma antropologia da história. Novos Estudos CEBRAP, n. 72, pp. 119-135, 2005.

STOLER, Ann Laura. Along the Archival Grain: Epistemic Anxieties and Colonial Common Sense. Princeton: Princeton University Press, 2010.

TAUSSIG, Michael. Unpacking My Library: An Experiment in the Technique of Awakening. Critical Inquiry, v. 46, n. 2, 2020.

THOMPSON, E.P.. Folclore, Antropologia e História Social. In: NEGRO, Antonio Luigi; SILVA, Sergio (orgs.). As peculiaridades dos ingleses e outros artigos. Campinas: Editora da Unicamp, 2001, pp. 227-267.

TROUILLOT, Michel-Rolph. Silenciando o Passado: Poder e a Produção da História. Curitiba: huya, 2016.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Antonio Alexandre Isidio Cardoso, Christiano Key Tambascia, Larissa Nadai, Marília Bueno de Araújo Ariza, Paulo Augusto Franco de Alcântara

Downloads

Não há dados estatísticos.