Banner Portal
Limites e possibilidades da teoria bourdieusiana
PDF

Palavras-chave

Desigualdade de gênero
Pierre Bourdieu
Redação do Enem
Desempenho escrito
Desigualdades escolares

Como Citar

SANTANA, Izabel Jensen. Limites e possibilidades da teoria bourdieusiana: uma análise da variável gênero/sexo associadas ao desempenho redacional no Enem. Tematicas, Campinas, SP, v. 31, n. 62, p. 75–101, 2023. DOI: 10.20396/tematicas.v31i62.17639. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tematicas/article/view/17639. Acesso em: 22 abr. 2024.

Resumo

Há uma série de fatores internos e externos à escola que podem ser associados à desigualdade de rendimento escolar. A teoria de Pierre Bourdieu e Jean-Claude Passeron revela-se como um importante recurso para denunciar e combater tais desigualdades. Diante disso, a fim de verificar a desigualdade relacionada ao desempenho escrito, foram selecionados os dados disponibilizados pelo Inep, no que diz respeito ao perfil dos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio, bem como seus resultados na redação. O corpus deste estudo é de 1.154.800, composto por indivíduos que realizaram a redação do Enem, no período entre 2009 e 2018, que obtiveram nota zero ou nota mil em seu texto. O recorte dos resultados foi realizado devido à grande disparidade de redações com nota máxima e mínima. Por meio da análise da variável: sexo/ gênero, objetivou-se identificar os limites e as possibilidades da teoria bourdieusiana para compreender esse fenômeno. Verificou-se que a teoria apresenta certa fragilidade no que diz respeito ao uso dessa variável, tendo isso em vista, foram apontados outros caminhos para realizar tal análise quanto aos resultados obtidos na redação do Enem.

https://doi.org/10.20396/tematicas.v31i62.17639
PDF

Referências

ALVES, Maria Tereza Gonzaga et al. Fatores familiares e desempenho escolar: uma abordagem multidimensional. Dados, Rio de Janeiro, v. 56, n. 3, p. 571-603, 2013.

ARTES, Amélia Cristina Abreu. Indicador nacional de alfabetismo funcional-2001: explorando as diferenças entre mulheres e homens. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.33, n.3, p. 561-580, set./dez. 2007.

BATISTA, Antônio Augusto Gomes. Linguístico (Capital; Mercado). In: CATANI, Afrânio Mendes.; NOGUEIRA, Maria Alice.; HEY, Ana Paula.; MEDEIROS, Cristina Carta Cardoso de (Org.). Vocabulário Bourdieu. 1. Ed. Belo Horizonte: Editora Autêntica, 2017. p. 250-255.

BOURDIEU, Pierre. Os três estados do capital cultural. In: NOGUEIRA, M. A.; CATANI, A. (Org.). Escritos de educação. 16ª ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2015a, p. 79-88.

BOURDIEU, Pierre. A escola conservadora: as desigualdades frente à escola e à cultura. In: NOGUEIRA, M. A.; CATANI, A. (Org.). Escritos de educação. 16ª ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2015b, p. 46-72.

BOURDIEU, Pierre. A Dominação Masculina. 11ª edição. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012.

BOURDIEU, Pierre. Algumas propriedades dos campos. In: BOURDIEU, Pierre. Questões de sociologia. Lisboa: Fim do Século, 2003. p. 119-126.

BOURDIEU, Pierre. Esboço de uma teoria da prática. In: ORTIZ, R. (Org.). A sociologia de Pierre Bourdieu. Tradução: Paula Montero e Alicia Auzmendi. São Paulo: Olho d’água, 1983. p. 39-72.

BOURDIEU, Pierre.; CHAMPAGNE, Patrick. Os excluídos do interior. In: NOGUEIRA, Maria Alice.; CATANI, Afrânio Mendes. (Org.). Escritos de educação. 16ª ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2015. p. 243-255.

BOURDIEU, Pierre.; PASSERON, Jean-Claude. A escolha dos eleitos. In: BOURDIEU, Pierre.; PASSERON, Jean-Claude. Os Herdeiros: os estudantes e a cultura. Tradução de: Ione Ribeiro Valle e Nilton Valle. Florianópolis: Editora da UFSC, 2014. p. 15-45.

BOURDIEU, Pierre.; PASSERON, Jean-Claude. Capital cultural e comunicação pedagógica. In: BOURDIEU, Pierre.; PASSERON, Jean-Claude. A reprodução – Elementos para uma teoria do sistema de ensino. 3.ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1992a. p. 79-118.

BOURDIEU, Pierre.; PASSERON, Jean-Claude. Fundamentos de uma teoria da violência simbólica. In: BOURDIEU, Pierre.; PASSERON, Jean-Claude. A reprodução – Elementos para uma teoria do sistema de ensino. 3.ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1992b. p. 15-75.

CARVALHO, Francisca Eliane Dias de. Fatores socioeconômicos associados ao desempenho dos estudantes na prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). 2017. 179 f. Tese (Doutorado em Educação Brasileira) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/26905/3/2017_tese_fedcarvalho.pdf. Acesso em: 27 fev. 2023.

CARVALHO, Marília Pinto de. O fracasso escolar de meninos e meninas: articulações entre gênero e cor/raça. Cadernos Pagu, n. 22, p. 247-290, 2004. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/cpa/n22/n22a10.pdf. Acesso em: 18 fev. 2023.

CORRÊA, Mariza. Bourdieu e o sexo da dominação. Revista Novos Estudos, CEBRAP, n. 54, jul., p. 43-53, 1999. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4300334/mod_resource/content/1/CORR%C3%8AA%2C%20Mariza.%20O%20sexo%20da%20domina%C3%A7%C3%A3o.pdf. Acesso em: 23 ago. 2023.

DEVREUX, Anne-Marie. A teoria das relações sociais de sexo: um quadro de análise sobre a dominação masculina. Sociedade e Estado, Brasília, v. 20, n. 3, set./dez, p. 561-584, 2005.

DRAELANTS, Hugues.; BALLATORE, Magali. Capital cultural e reprodução escolar: um balanço crítico. Educação e Pesquisa, [S. l], v.47, p. e470100301, 2021. Disponível em: https://www.revista.usp.br/ep/article/view/188199. Acesso em: 22 fev. 2023.

FITOUSSI, Jean-Paul.; ROSANVALLON, Pierre. A nova era das desigualdades. Tradução de Miguel Serras Pereira. Oeiras, Portugal: Celta Editora, 1997.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Microdados do Enem 2018. Brasília: Inep, 2018. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/microdados. Acesso em: 27 de nov. 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Microdados do Enem 2017. Brasília: Inep, 2017. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/microdados. Acesso em: 27 de nov. 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Microdados do Enem 2016. Brasília: Inep, 2017. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/microdados. Acesso em: 27 de nov. 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Microdados do Enem 2015. Brasília: Inep, 2017. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/microdados. Acesso em: 27 de nov. 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Microdados do Enem 2014. Brasília: Inep, 2015. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/microdados. Acesso em: 27 de nov. 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Microdados do Enem 2013. Brasília: Inep, 2015. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/microdados. Acesso em: 27 de nov. 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Microdados do Enem 2012. Brasília: Inep, 2012. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/microdados. Acesso em: 27 de nov. 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Microdados do Enem 2011. Brasília: Inep, 2011. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/microdados. Acesso em: 27 de nov. 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Microdados do Enem 2010. Brasília: Inep, 2010. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/microdados. Acesso em: 27 de nov. 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Microdados do Enem 2009. Brasília: Inep, 2009. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/microdados. Acesso em: 27 de nov. 2020

LUZ, Luciana Soares. Os determinantes do desempenho escolar: a estratificação educacional e o efeito valor adicionado. In: Encontro Nacional de Estudos Populacionais, XI., 2006, Caxambu. Anais... Caxambu: ABEP. 2006. p. 1-20. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/encontro2006/docspdf/abep2006_899.pdf. Acesso em: 19 jan. 2021.

MASSI, Luciana; MUZETTI, Luci Regina; SUFICIER, Darbi Masson. A pesquisa sobre trajetórias escolares no Brasil. RIAEE – Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v.12, n.3, p. 1854-1873, jul./set., 2017.

MENEZES-FILHO, Naercio. Os determinantes do desempenho escolar do Brasil. Instituto Futuro Brasil, IBMEC São Paulo e Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo. Sumário Executivo, 2007. Disponível em: http://www.cepe.ecn.br/seminarioiv/download/menezes_filho.pdf. Acesso em: 20 fev. 2023.

PEIXOTO, Clarice Ehlers. A Dominação masculina. In: CATANI, Afrânio Mendes.; NOGUEIRA, Maria Alice.; HEY, Ana Paula.; MEDEIROS, Cristina Carta Cardoso de (Org.). Vocabulário Bourdieu. 1. Ed. Belo Horizonte: Editora Autêntica, 2017. p. 155-157.

PIOTTO, Débora Cristina; NOGUEIRA, Maria Alice. Um balanço do conceito de capital cultural: contribuições para a pesquisa em educação. Educação e Pesquisa, [S. l], v.47, p. e470100301, 2021. Disponível em: https://www.revista.usp.br/ep/article/view/188199. Acesso em: 22 fev. 2023.

ROHLING, Marcos. A constituição de um novo paradigma das Ciências Sociais. Observações teórico-metodológicas sobre “Les Héritiers”. Revista Linhas. Florianópolis, v. 15, n. 29, p. 270-296, jul./dez. 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5965/1984723815292014270. Acesso em: 23 fev. 2023.

ROSATTI, Camila Gui; BORDIGNON, Rodrigo da Rosa. Monique de Saint-Martin: uma nota biográfica. Política e Sociedade, Florianópolis, v. 21, n. 50, 148-155, jan./abr. 2022. Disponível em: https://doi.org/10.5007/2175-7984.2022.e.89871. Acesso em: 26 out. 2023.

SAINT MARTIN, Monique de. Dominação social, dominação escolar. Revista Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 28, n. 1, p. 21-29, jan./jul. 2003. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/25659. Acesso em: 20 fev. 2023.

SANTANA, Izabel Jensen. A redação do Enem como um percurso com diferentes pontos de partida: as desigualdades sociais convertidas em desigualdades escolares. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2021.

SOARES, João Francisco; COLLARES, Ana Cristina Murta. Recursos familiares e o desempenho cognitivo dos alunos do ensino básico brasileiro. Dados - Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 49, n. 3, p. 615-650, 2006.

UNESCO. Resumen Ejecutivo - Informe de Resultados: Factores Asociados. Tercer Estudio Regional Comparativo y Explicativo (TERCE). Acesso em: 22 fev. 2023.

UNESCO. Uma equação desequilibrada: aumentar a participação das mulheres na STEM na LAC. Montevidéu, Uruguai. 2022. Disponível em: policypapers-cilac-gender-pt.pdf (britishcouncil.org.br). Acesso em: 23 ago. 2023.

ZACCHI, Raquel Callegario. Desempenho escolar e desigualdades educacionais no Brasil: uma análise a partir do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 2016. 288f. Tese (Doutorado). Programa de Pós-graduação em Sociologia Política. Universidade Estadual Do Norte Fluminense Darcy Ribeiro. Rio de Janeiro. 2016.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Izabel Jensen Santana

Downloads

Não há dados estatísticos.