A apropriação das classes nouvelles francesas

experimentações educacionais brasileiras (1949-1969)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20888/ridpher.v7i00.16064

Palavras-chave:

Laurent Gutierrez, Classes nouvelles francesas, Ensino renovado, São Paulo

Resumo

O texto do professor Laurent Gutierrez, que será apresentado a seguir, foi publicado no final de novembro de 2019 no primeiro número da revista Futuro do Pretérito, a partir da transcrição da conferência proferida pelo professor Laurent Gutierrez, por ocasião das comemorações de 50 anos de fundação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FEUSP) e 60 anos da fundação da Escola de Aplicação (EA). A revista Futuro do Pretérito, criada em outubro de 2019, por Millena Miranda, então aluna do curso de graduação em Pedagogia da FEUSP, idealizou homenagear o Centro de Memória da Educação - USP, o aniversário de 50 anos da FE-USP e 60 anos da Escola de Aplicação (EA), bem como divulgar atividades de ensino, pesquisa, cultura e extensão universitária. Ao longo dos anos, o projeto complexificou-se e assumiu novos contornos devido à intercomunicação coletiva, ao estudo do contexto histórico, político e social e à diversidade dos sujeitos que passaram a integrar a organização do periódico (FRANCO, M. M.; PAIVA, B. M.; OSTETI, G.R.; SILVA, N. R. P.; SILVA, B. H.; OSTETI, G.R; COSTA, P. S. R., 2021). O link de acesso à publicação é este: http://www4.fe.usp.br/futurodopreterito

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Millena Miranda Franco, Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, Brasil

Mestranda em História e Historiografia da Educação no Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (PPGE/FEUSP). Cursando especialização em Pedagogia Social pela USP (2021-). Graduada em Pedagogia pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (2021). Diretora editorial da revista Futuro do Pretérito FEUSP (2019-). Membro da comissão organizadora da Semana da Educação da FEUSP em 2018, 2019 e 2020. Representante discente titular do Conselho Consultivo (2018-20) e da CoC Pedagogia (2017-18) . Voluntária no Centro de Memória da Educação da FEUSP (2017-). Desenvolveu pesquisa premiada com Menção Honrosa no 29º SIICUSP na área de História da Educação, financiada pelo PUB/USP, intitulada "Registro histórico através de relatos biográficos de docentes aposentados: valorizando e reconstruindo a história da FEUSP (parte 1)", sob orientação do Prof. Dr. Marcos Garcia Neira (2020-21). Desenvolveu pesquisa de IC financiada pelo CNPq na área de História da Educação, intitulada "Ginásios Vocacionais Noturnos para Trabalhadores" (2019-20), sob orientação da Profª. Drª Carmen Sylvia Vidigal Moraes (2019-20). Atualmente, desenvolve pesquisa de mestrado intitulada "Ginásios Vocacionais diurnos e noturnos: comparando a efetivação de propostas para a formação cidadã entre 1961 e 1969", financiada pela CAPES/CNPq e integra o grupo de estudos "Trabalho e Educação", coordenado pela mesma docente (2021-)

Referências

AZANHA, J.M.P. Experimentação educacional: uma contribuição para sua análise. Edart - São Paulo Livraria Editorial Ltda. 1975. Disponível em: . Acesso em: 12/12/21.

FRANCO, M. M.; PAIVA, B. M.; OSTETI, G.R.; SILVA, N. R. P.; SILVA, B. H.; OSTETI, G.R; COSTA, P. S. R. As aproximações da pedagogia transformadora de Paulo Freire com a práxis coletiva de revista estudantil, comunitária e democrática. In: HARDAGH, C. C.; GAMEZ, L. Paulo Freire e a práxis pedagógica na contemporaneidade. Diadema: V&V Editora, 2021. https://doi.org/10.47247/VV/CCH/88471.23.4

MORAES, CARMEN SYLVIA VIDIGAL; ACCIOLY e SILVA, D. Circuitos educativos: a Escola Moderna n. 1 e os Ginásios Vocacionais Noturnos: um estudo comparativo. TRABALHO NECESSÁRIO, v. 16, p. 54-77, 2018.

MORAES, Carmen S. V., TAMBERLINI, Angela M. de B. Os Ginásios Vocacionais do Estado de São Paulo: reconstruindo a história por meio de fontes primárias e secundárias que se complementam. In: MENEZES, M. Cristina (org.). Desafios Iberoamericanos: o Patrimônio Histórico-Educativo em Rede (Série Patrimônio Histórico Educativo, v. 1). São Paulo: CME/FEUSP, 2016, p.533- 55.

NEVES, Joana. O Ensino Público Vocacional em São Paulo: renovação educacional como desafio político – 1961-1970. 2010. 351 f. Tese (Doutorado em História Social) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Universidade de São Paulo. São Paulo. 2010.

Revista

FUTURO DO PRETÉRITO. As classes nouvelles francesas. Eventos. Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. ISSN: 2675-455X. São Paulo. n.1. Nov.2019 p.13-21. Disponível em: <http://www4.fe.usp.br/wp-content/uploads/rfp1.pdf>. Acesso em: 12. Jan.

Downloads

Publicado

2021-12-28

Como Citar

FRANCO, M. M. . A apropriação das classes nouvelles francesas: experimentações educacionais brasileiras (1949-1969) . RIDPHE_R Revista Iberoamericana do Patrimônio Histórico-Educativo, Campinas, SP, v. 7, n. 00, p. e021036, 2021. DOI: 10.20888/ridpher.v7i00.16064. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/ridphe/article/view/16064. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

DOCUMENTO/DOSSIÊ