O futuro do sindicalismo brasileiro em um mundo do trabalho em mudança

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rbest.v3i00.15794

Palavras-chave:

Sindicalismo, Direitos do trabalho, Reforma sindical, Brasil

Resumo

O objetivo do artigo é pontuar questões que ajudem a refletir sobre a necessidade de uma profunda reestruturação do movimento sindical brasileiro em razão das múltiplas transformações disruptivas que ocorrem no mundo do trabalho. A argumentação parte da constatação de que as abordagens analíticas produzidas no mundo acadêmico contribuem para estimular debates no âmbito do movimento sindical. Algumas dessas interpretações sugerem que os dirigentes e assessores sindicais são desafiados a responder aos múltiplos ataques contra os direitos do trabalho e, ao mesmo tempo, precisam reformular as estratégias de organização e luta sindical. São apresentadas as diretrizes de uma proposta de reforma sindical direcionada para enfrentar os desafios diagnosticados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clemente Ganz Lucio, Fórum das Centrais Sindicais

Sociólogo - Ex-diretor do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócioeconômicos

Referências

Campos, A. G. (2016). Sindicatos no Brasil: o que esperar no futuro próximo? [Texto para Discussão IPEA n. 2262], Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, Rio de Janeiro, Brasil. http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/7353/1/td_2262.pdf

Cardoso, A. M. (2015). Dimensões da crise do sindicalismo brasileiro. Caderno CRH, 28(75), 493-510. https://doi.org/10.1590/S0103-49792015000300004

Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). (2017). A importância da organização sindical dos trabalhadores. [Nota Técnica n. 177], São Paulo, Brasil. https://www.dieese.org.br/notatecnica/2017/notaTec177ImportanciaSindicatos.pdf

Krein, J. D., & Dias, H. (2017). Os caminhos do sindicalismo nos anos 2000. Revista Ciências do Trabalho, (8), 1-17. https://rct.dieese.org.br/index.php/rct/article/view/141

Marcelino, P., & Galvão, A. (2020). O sindicalismo brasileiro frente à ofensiva neoliberal restauradora. Tempo Social, 32(1), 157-182. https://doi.org/10.11606/0103-2070.ts.2020.167468

Rodrigues, I. J., & Ramalho, J. R. (2014). Novas configurações do sindicalismo no Brasil? Uma análise a partir do perfil dos trabalhadores sindicalizados. Contemporânea – Revista de Sociologia da UFSCar, 4(2), 381-403. https://www.contemporanea.ufscar.br/index.php/contemporanea/article/view/239

Downloads

Publicado

2021-08-20

Como Citar

Lucio, C. G. (2021). O futuro do sindicalismo brasileiro em um mundo do trabalho em mudança. RBEST Revista Brasileira De Economia Social E Do Trabalho, 3(00), e021006. https://doi.org/10.20396/rbest.v3i00.15794