Propostas dialógicas de acompanhamento dos gêneros baião, forró e xaxado aplicadas ao vibrafone

Autores

  • Rodrigo Heringer Costa Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Aquim Sacramento Universidade Federal de Minas Gerais https://orcid.org/0000-0003-2699-7315
  • Natália Mitre Universidade Federal de Minas Gerais
  • João Paulo Drumond Prefeitura de Sarzedo

DOI:

https://doi.org/10.20396/muspop.v7i00.14304

Palavras-chave:

Vibrafone, Baião, Forró, Xaxado, Linhas-guia

Resumo

O vibrafone é um instrumento de incomum associação à performance de gêneros brasileiros, o que resulta em uma tímida produção de peças e materiais didáticos destinados a favorecer a ponte entre ambos. No intuito de propor linhas de acompanhamento para o baião, forró e xaxado no instrumento, buscou-se inicialmente – por meio de entrevistas com músicos envolvidos com a prática dos gêneros em questão, de consulta à bibliografia pertinente e também a materiais audiovisuais obtidos na internet – compreender quais as referências primordiais para a constituição de acompanhamento nos gêneros a partir de instrumentos outros, mais comumente associados à sua performance. Identificou-se, assim, a execução do zabumba como elemento basilar a sustentar tais proposições. Consultas subsequentes à literatura e a gravações de referência, permitiram a identificação, a partir do zabumba, das linhas-guia características a cada um dos referidos gêneros. A sanfona, outro instrumento comumente associado à tradição de cada um deles por seus praticantes, também foi utilizada como referência para o estabelecimento de padrões rítmico-harmônicos empregados nos acompanhamentos desenvolvidos. Ambos – zabumba e sanfona - foram, então, utilizados como orientações na proposição de caminhos para o acompanhamento com quatro baquetas no vibrafone para o baião, o forró e o xaxado. O diálogo estabelecido com as linhas-guia mostrou-se relevante para a aproximação entre as pro-postas de acompanhamento e as tradições musicais abordadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Heringer Costa, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Doutor em Música pela Universidade Federal da Bahia. Professor Assistente na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Aquim Sacramento, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutorando em Música pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professor da Universidade Federal da Bahia.

Natália Mitre, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestre em performance musical pela Universidade Federal de Minas Gerais.

João Paulo Drumond, Prefeitura de Sarzedo

Especialista em Percussão pelo Conservatório de Estrasburgo/França. Professor de percussão na Prefeitura de Sarzedo.

Referências

ALMEIDA, Aquim de Souza Lopes. A Evolução do vibrafone no choro. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Música) – Universidade Estadual Paulista, São Paulo, 2015.

CAMPOS, Claudio Henrique Altieri de. Jackson do Pandeiro e a Música Popular Brasileira: liminaridade, música e mediação. 2017. Tese (Doutorado em Música) – Instituto de Artes-Universidade Estadual Paulista, São Paulo, 2017.

CAFÉ, Marquinhos; SILVA, Sebastian. Baião, Forró, Xaxado e Xote! | Dica Sanfona #01 | Marquinhos Café e Sebastian Silva. YouTube, 2016a. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=cuoVxz4kQ-Y&feature=youtu.be. Acesso em: 21 ago. 2020

CAFÉ, Marquinhos; SILVA, Sebastian. Ritmos nordestinos na sanfona | Dica Sanfona #02 | Marquinhos Café e Sebastian Silva. YouTube, 2016b. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=icpolXq3ypI. Acesso em: 24 ago. 2020

CALDI, Marcelo. Fica a Dica do Convidado | O Resfulego | Marcelo Caldi. YouTube, 2017. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=IDDf8Xe4pqo. Acesso em: 7 set. 2020.

CARVALHO, José Alexandre Leme Lopes. A Utilização das Linhas-guia na Performance e no Ensino da Música Brasileira. Anais do SIMPOM, n. 1, 2010.

CHAIB, Fernando. Vibrafone: uma fonte de coloridos sonoros. Per Musi, n. 25, p. 57–72, 2012.

CHEDIAK, Almir. Songbook: Luiz Gonzaga (Vol. 1). São Paulo: Irmãos Vitale, 2013.

COSTA, Rodrigo Heringer. Vibrafonistas no choro e seus processos de formação: mediações e algumas contribuições à educação formal. 2015. Dissertação (Mestrado em Música) – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015.

DANTAS, Gledson Meira. A performance musical do zabumbeiro Quartinha. 2011. Dissertação (Mestrado em Música) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2011.

DUGGAN, Mark James. Tradition and Innovation in Brazilian Popular Music: Keyboard Percussion Instruments in Choro. 2011. Tese (Doutorado em Artes Musicais) – Faculdade de Música-Universidade de Toronto, Toronto, 2011.

GOMES, Sérgio. Novos caminhos da bateria brasileira. 2. ed. São Paulo: Irmãos Vitale, 2008.

DOMINGUINHOS. Diferenças entre forró de pé de serra, baião, arrasta-pé, xote, xaxado. YouTube, 2016. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=WaCYRGblKaQ&feature=youtu.be. Acesso em: 13 set. 2020

DOMINGUINHOS. Dominguinhos ao vivo no Bom Dia Brasil. YouTube, 2018. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=cCL9Zws9CJs, acesso em 27 de agosto de 2020.

GONZAGA, Luiz. Qui nem jiló. In: Gonzagão Sanfoneiro Macho [LP]. Sem local: RCA, 1985[1950]

MARINÊS. Xaxado da Paraíba. In: Aquarela Nordestina [LP]. Sem local: Sinter. 1959

MESTRINHO. Oficina Acordeon Mestrinho – Baião. YouTube, 2014. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=PAwHEmPCecA&list=RDPAwHEmPCecA&start_radio=1. Acesso em: 13 set. 2020.

NKETIA, Joseph Hanson Kwabena. The music of Africa. Londres: Victor Gollanz, 1975.

OLIVEIRA, Natália Camargo Mitre de. Práticas de performance no vibrafone solo: estudos e ferramentas idiomáticas aplicados a um repertório de Música Popular Instrumental Brasileira. 2019. Dissertação (Mestrado em Música) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2019.

PANDEIRO. Jackson do. Sebastiana. In: Jackson do Pandeiro – 20 músicas do século XX [CD]. Sem local: Mercury/Universal Music, 1999[1970]

RODRIGUES, Léo. Forró, Baião e Xaxado ?!?! Como descobrir o ritmo com LÉO RODRIGUES. YouTube, 2019. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=23jVtYuVZ6g&feature=youtu.be. Acesso em: 19 jul. 2020

RUGGERO, Leonardo. Com respeito aos oito baixos: um estudo etnomusicológico do estilo nordestino da sanfona de oito baixos. 2011. Dissertação (Mestrado em Música), Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2011.

SÁ, Sinval. O sanfoneiro do Riacho da Brígida: vida e andanças de Luiz Gonzaga - O Rei do Baião. Recife: Cepe, 2012.

SANDRONI, Carlos. Feitiço decente: transformações no samba no Rio de Janeiro (1917-1933). 2. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

SANTOS, Climério de Oliveira. Forró: a codificação de Luiz Gonzaga. Recife: Cepe, 2013.

SILVA, Amanda Camylla Pereira; BRITO, Eleonora Zicari Costa de. Xaxado: A Construção da identidade e da memória social do cangaço. (2012). Anais do III Congresso Internacional de História da UFG/ Jataí: História e Diversidade Cultural. Textos Completos. Realização Curso de História.

SILVA, Claudeci Ribeiro da. A representação do nordestes nas letras das músicas da cantora Marinês. 2009. Dissertação (Mestrado em Literatura e Estudos Interculturais), Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2009.

VALLADÃO, Rafael; FIDELIS, Mauricio. O xaxado como dança dionisíaca a partir da filosofia Nietzscheana. Motriz. Revista de Educação Física. UNESP, v. 17, n. 2, p. 274–279, 2011.

Downloads

Publicado

2020-12-24

Como Citar

COSTA, R. H.; SACRAMENTO, A.; MITRE, N.; DRUMOND, J. P. Propostas dialógicas de acompanhamento dos gêneros baião, forró e xaxado aplicadas ao vibrafone. Música Popular em Revista, Campinas, SP, v. 7, n. 00, p. e020009, 2020. DOI: 10.20396/muspop.v7i00.14304. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/muspop/article/view/14304. Acesso em: 4 mar. 2021.

Edição

Seção

Artigos temáticos