Banner Portal
Vingança / Não é vingança
PDF (Español (España))

Palavras-chave

Bolero
Sambra-canção
Teoria semiolimgüística
Canção de amor em América Latina

Como Citar

ARIAS CALLE, Juan David. Vingança / Não é vingança: o bolero e o samba-canção na perspectiva dialógica. Música Popular em Revista, Campinas, SP, v. 5, n. 2, p. 223–242, 2018. DOI: 10.20396/muspop.v5i2.13143. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/muspop/article/view/13143. Acesso em: 13 jul. 2024.

Resumo

O artigo apresenta uma abordagem da análise do discurso do bolero porto-riquenho No es venganza, popular na interpretação de Carmen Delia Dipini e considerado a resposta ao samba-canção Vingança, do renomado compositor brasileiro Lupicínio Rodrigues. Para a análise, são utilizadas as ferramentas da teoria semiolinguística expostas por Patrick Charaudeau, que permitem estabelecer os circuitos internos e externos próprios de todo ato de linguagem, como uma etapa para a construção de sentido. Na interpretação da conversa, dialogam os discursos masculinos e femininos presentes na canção de amor produzida na América Latina na primeira metade do século XX, com os processos de mudança social e modernização acelerada compartilhados pela maioria dos Sociedades latino-americanas no período, principalmente no que diz respeito às possíveis transformações ocorridas na relação amorosa entre os homens e mulheres do bolero.

https://doi.org/10.20396/muspop.v5i2.13143
PDF (Español (España))

Referências

ALVARADO, Leonel. Bolero: Sentimental Utopias, Modernity, and Mestizaje. Canadian Journal of Latin American and Caribbean Studies, v. 32, n. 63, p. 147-166, 2007.

BAJTIN, Mijail (Pavel Nikolaievich Medvedev). El método formal en los estudios literarios. Madrid: Alianza, 1994.

BIDDLE, Ian y Vanessa Knights (Eds.). Music, National Identity and the Politics of Location: Between the Global and the Local. Burlington: Ashgate, 2007.

CÁRDENAS, Alfonso. Semiolingüística aplicada y pedagogía del lenguaje. Enunciación, n. 4-5, p. 62-68, 2000.

CASTRO, Ruy. A noite do meu bem. A história e as histórias do Samba-canção. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

CHARAUDEAU, Patrick. Elementos de semiolingüística. De una teoría del lenguaje al análisis de discurso. Trad. Eduardo Risco del Valle, 1982. Disponible em: https://es.scribd.com/doc/234855943/Elementos-de-Semiolinguistica.

CORREA, Amanda. La enseñanza de la lengua materna desde el enfoque semiolingüístico. Enunciación, n. 4-5, p. 69-74, 2000.

ESCAMILLA, Julio. La canción vallenata desde una perspectiva semiolingüística. Glotta, v. 5, n. 2, p. 12-19, 1990.

MARCONDES, Marco Antonio (Ed.). Enciclopédia da música brasileira: erudita, folclórica e popular. São Paulo: Art editora, 1977.

OLIVEIRA, Márcia Ramos de. Uma leitura histórica da produção musical do compositor Lupicínio Rodrigues”. Tese (Doutorado em História) – UFRGS, Porto Alegre, 2002.

SANTOS DE MATOS, Maria Izilda, e Fernando Antonio Faria. Melodia e sintonia em Lupicínio Rodrigues: o feminino, o masculino e suas relações. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996.

THE DIAZ Ayala Cuban and Latin American Popular Music Collection, Florida International University: http://latinpop.fiu.edu/index.cfm

A publicação Música Popular em Revista em sua obra adota e está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.