Banner Portal
Tradições curriculares em “boxes” nos livros didáticos de biologia
PDF

Palavras-chave

Biologia
Ensino médio
Tradições curriculares

Como Citar

IGLESIAS, Jacqueline Oliveira Veiga; PETRUCCI-ROSA, Maria Inês. Tradições curriculares em “boxes” nos livros didáticos de biologia. Ciências em Foco, Campinas, SP, v. 9, n. 2, p. 10, 2020. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cef/article/view/9696. Acesso em: 18 maio. 2024.

Resumo

O trabalho tem como objetivo investigar sócio-historicamente os conteúdos da Botânica presentes em boxes/anexos nos livros didáticos de Biologia do Ensino Médio aprovados no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) de 2012. As tradições curriculares propostas por Ivor Goodson (acadêmica, utilitária e pedagógica) marcam a análise destes conteúdos e suas inter-relações com outras temáticas da própria disciplina escolar Biologia.

PDF

Referências

AMABIS, J. M.; MARTHO, G. R. Biologia – Biologia dos organismos. v. 2, 3. ed. São Paulo: Moderna, 2010.

BARROS, J. A. Sobre a feitura da micro-história. OPSIS, v. 7, n. 9, jul./dez. 2007.

BITTENCOURT, C. Livros didáticos entre textos e imagens. In: BITTENCOURT, C. (Org.). O saber histórico na sala de aula. 11 ed. São Paulo: Contexto, 2011, p. 475 – 491.

BRASIL, Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Guia de livros didáticos: PNLD 2012: Biologia. Brasília: MEC/SEB, 2011.

CASSAB, M. A emergência da disciplina biologia escolar (1961-1981): renovação e tradição. 2011. 240 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal Fluminense. Niterói.

CASSAB, M.; SANTOS, M. C. F.; TAVARES, D. L. História da disciplina escolar e conhecimento escolar: examinando compêndios de biologia (1963-1970). Anais do XV ENDIPE – Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino, Belo Horizonte, 2010.

FERREIRA, M. S.; SELLES, S. Entrelaçamentos históricos das Ciências Biológicas com a disciplina escolar Biologia: investigando a versão azul do ‘BSCS’. In: PEREIRA, M. G.; AMORIM, A. C. R. (Org.). Ensino de Biologia: fios e desafios na construção de saberes. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2008, p. 37-61.

GINZBURG, C. Sinais: raízes de um paradigma indiciário. In: Mitos, emblemas e sinais: morfologia e história. São Paulo: Cia. das Letras, 1989.

GOODSON, I. F. Construção social do currículo. Lisboa: Educa, 1997.

GOODSON, I. F. O currículo em mudança. Porto: Porto Editora, 2001.

GOODSON, I. F. Currículo: teoria e história. Petrópolis: Vozes, 2011.

HOBSBAWM, E. Introdução: a invenção das tradições. In: HOBSBAWM, E.; RANGER, T. (Org.) A invenção das tradições. 2 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997, p. 9-23.

JULIÁ, D. Disciplinas escolares: objetivos, ensino e apropriação. In: LOPES, A. C.; MACEDO, E. (Org.). Disciplinas e integração curricular: histórias e políticas. DP&A editora, 2002, p. 37-71.

LINHARES, S.; GEWANDSZNAJDER, F. Biologia Hoje – Os seres vivos. v. 2, 1. São Paulo: Ed. Ática, 2010.

LOPES, A. C. Organização do conhecimento escolar: analisando a disciplinaridade e a integração. In: CANDAU, V. M. (Org.). Linguagens, espaços e tempos no ensinar e aprender. X Endipe. Rio de Janeiro: DP&A, 2000, p. 147-162.

LOPES, S.; ROSSO, S. BIO. Volume 3, 1 ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

PEZZI, A.; GOWDAK, D. O.; MATTOS, N. S. Biologia – Seres vivos, anatomia e fisiologia humanas. Volume 2, 1. ed. São Paulo: FTD, 2010.

SELLES, S. E.; FERREIRA, M. S. Influências histórico-culturais nas representações sobre as estações do ano em livros didáticos de Ciências. Ciência & Educação, v. 10, n. 1, p. 101-110, 2004.

SELLES, S. E.; FERREIRA, M. S. Disciplina escolar Biologia: entre a retórica unificadora e as questões sociais. In: MARANDINO, M et al. (Org.). Ensino de biologia: conhecimentos e valores em disputa. Niterói: EDUFF, 2005.

Apesar do periódico ser de acesso aberto, utilizando a Licença Creative Commons, os direitos autorais dos trabalhos submetidos são de exclusividade da revista.

Downloads

Não há dados estatísticos.