Banner Portal
A micologia no olhar de professores de Biologia do Ensino Médio
PDF

Palavras-chave

Ensino de Biologia
Reino Fungi
Ensino de Micologia
Concepções de Professores

Como Citar

DA SILVA, Érico G.; ROSA, M. D.; DRECHSLER-SANTOS, E. R. . A micologia no olhar de professores de Biologia do Ensino Médio: Uma pesquisa sobre o ensino de fungos nas escolas da região de Joinville - SC. Ciências em Foco, Campinas, SP, v. 14, n. 00, p. e021007, 2021. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cef/article/view/15575. Acesso em: 2 mar. 2024.

Resumo

Lecionar o conteúdo sobre o Reino Fungi exige uma abordagem que aproxime o aluno do tema. Necessidades ou fragilidades quanto aos materiais deixam o professor sem suporte para tornar o processo mais dinâmico e mais adequado à realidade do estudante. Assim, este trabalho objetivou reconhecer aspectos faltantes, reparáveis e centrais ao conhecimento na abordagem dos conteúdos sobre Micologia, a partir da concepção dos professores de Biologia no Ensino Médio em escolas estaduais da região de Joinville, Santa Catarina. Para a investigação, foi aplicado um questionário a fim de compreender como o conteúdo de Micologia é trabalhado em sala de aula e quais as ferramentas disponíveis e utilizadas pelos professores. A partir da análise dos dados foi possível ter uma visão geral da realidade de trabalho do professor, sendo constatadas as deficiências, dificuldades e potencialidades na abordagem do tema. Concluímos que existe a necessidade de atualizações nos materiais didáticos que chegam às escolas e maior investimento na educação, tanto em estrutura, formação docente e nos materiais didáticos.

PDF

Referências

ALEXOPOULOS, C. J.; MIMS, C. W.; BLACKWELL, M. Introductory Mycology. New York: John Wiley & Sons, Inc., 1996. Disponível em http://bit.ly/2YR8Raq . Acesso em 24 fev. 2020.

BALBINOT, M. C. Uso de modelos, numa perspectiva lúdica, no ensino de ciências. In: Encontro Ibero-Americano de coletivos escolares e redes de professores que fazem investigação na sua escola, 4. 2005, Lajeado. Anais do IV encontro Ibero-Americano de coletivos escolares e redes de professores que fazem investigação na sua escola. Lajeado: UNIVATES, 2005. Disponível em http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/2010/artigos_teses/2010/Ciencias/Artigos/perspectiva_ludica.pdf . Acesso em 25 jul. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. PNLD 2018: biologia – guia de livros didáticos – Ensino Médio/ Ministério da Educação – Secretária de Educação Básica – SEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Brasília, DF: MEC/SEB, 2017.

CAVALIER-SMITH, T. A revised six-kingdom system of life. Biology Review Cambridge, Philos. Soc., Cambridge, v. 73, n. 3, p. 203–266, 1998. Disponível em https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/9809012/ . Acesso em 03 maio 2020.

FARIA, G. S. S.; RACHID, A. Jornada de trabalho dos professores da rede pública de ensino. Revista da FAE, Curitiba, v.18, n.2, p.162-177, 2015. Disponível em https://revistafae.fae.edu/revistafae/article/view/55 . Acesso: em 22 mar. 2020.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à prática educativa. 15. ed. São Paulo: Paz e Terra. 1996.

FUNDAÇÃO LEMANN E MERITT (2018): portal QEdu.org.br . Acesso em 09.jun 2020

GONÇALVES, M. L.; BALDIN, N.; ZANOTELLI, C.T.; CARELLI, M.N.; FRANCO, S.C.; Fazendo pesquisa: do projeto à comunicação científica. 4.ed. Joinville: EDITORA UNIVILLE, 2014.

JOHAN, C. S.; CARVALHO, M. S.; ZANOVELLO, R.; OLIVEIRA, R. P.; GARLET, T. M. B.; BARBOSA, N. B. V.; MORESCO, T.R. “Promovendo a aprendizagem sobre fungos por meio de atividades práticas”. Ciência e Natura, Santa Maria, v. 36, n. 2, p. 798-805, 2014. Disponível em https://pdfs.semanticscholar.org/b453/e8abb940647320d42000b310cad4f5103d62.pdf . Acesso em 12 fev. 2020.

KRASILCHIK, M. Prática de Ensino de Biologia. 4.ed. São Paulo: EdUSP, 2011.

LEHRBACH, D. A. Micologia nos livros didáticos do Ensino Médio: a concepção dos estudantes e a necessidade de práticas pedagógicas complementares. 2019. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Biologia - ProfBio) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2019.

LEHRBACH, D. A.; ROSA, M. A.; DRECHSLER-SANTOS, E. R. Micologia nos livros didáticos do ensino médio: a concepção dos estudantes e a necessidade de práticas pedagógicas complementares. Ciências em Foco, Campinas, v. 12, n. 2, p. 67-85, 2019. Disponível em https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cef/article/view/12199 . Acesso em 25 jul. 2020.

LÜDKE, M.; CRUZ, G. B. Aproximando Universidade e escola de educação Básica pela pesquisa. Cadernos de Pesquisa, v. 35, n. 125, p. 81-109, maio/ago., 2005. Disponível em http://www2.fe.usp.br/~gpef/teses/grupo_01.pdf . Acesso em 26 ago. 2020

MINAYO, M. C. S.; DESLANDES, S. F.; GOMES, R. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 21. ed. Petrópolis: Vozes, 1994.

MOORE, D.; ROBSON, G. D.; TRINCI, A. P.J. 21th Century Guidebook to Fungi. 2.ed. Cambridge: Cambridge University Press. 2011

MORAIS, M. B.; ANDRADE, M. H. P. CIÊNCIAS: Ensinar e aprender. Belo Horizonte: Dimensão, 2010.

OLEQUES, L. C.; BOER, N.; TEMP, D. S.; SANTOS, M. L. B. Evolução biológica como eixo integrador no ensino de biologia: concepções e práticas de professores do ensino médio. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 8, 2011, Campinas. Atas do VIII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, Campinas: ABRAPEC. Disponível em http://abrapecnet.org.br/atas_enpec/viiienpec/resumos/R1066-1.pdf . Acesso em 11 jun.2020.

PARO, V. H. Crítica da estrutura da escola. São Paulo: Cortez, 2011.

ROSA, M. D. A et al. A Micologia como conteúdo da disciplina de Biologia no Ensino Médio: uma análise dos livros didáticos aprovados no PNLD-2018. Revista Thema, v. 16 n. 3, p. 617-635, 2019. Disponível em https://www.researchgate.net/publication/336926635_A_Micologia_como_conteudo_da_disciplina_de_Biologia_no_Ensino_Medio_uma_analise_dos_livros_didaticos_aprovados_no_PNLD-2018 . Acesso em 22 jun. 2020.

SANTA CATARINA, Governo do Estado de Santa. Proposta Curricular de Santa Catarina: formação integral na educação básica. Santa Catarina: Secretaria de Estado da Educação, 2014.

SASSERON, L. H. Alfabetização científica, Ensino por investigação e argumentação: Relações entre ciências da natureza e escola. Ens. Pesqui. Educ. Ciênc., Belo Horizonte. v. 17, p. 49-67. 2015. Disponível em http://dx.doi.org/10.1590/1983-2117201517s04 . Acesso em 23 jun. 2020.

SILVA, A.C.; MENOLLI JÚNIOR, N. Análise do conteúdo de fungos nos livros didáticos de biologia do ensino médio. Revista Ciências & Ideias, Rio de Janeiro, v. 7, n. 3, p. 235-273, set/dez. 2016. Disponível em https://revistascientificas.ifrj.edu.br/revista/index.php/reci/article/view/619 . Acesso em 22 jun. 2020.

SILVA, J. C.; MACÊDO, P. B.; COUTINHO, A. S., SILVA, C. H., RODRIGUES, C. W. M., OLIVEIRA, G. F., ARAÚJO M. L. F. Estudando fungos a partir de uma prática problematizadora e dialógica: relato de uma experiência no ensino médio em uma escola pública. In: Jornada de ensino, pesquisa e extensão – JEPEX, 2009, Recife. Anais eletrônicos ..., UFRPE, 2009. Disponível em http://www.eventosufrpe.com.br/jepex2009/cd/resumos/r1273-1.pdf . Acesso em 23 jun. 2020

SOUZA, J. Z. P.; GITAHY, R. R. C. O uso da internet como recurso para pesquisa. Interfaces da Educação, v. 1, n. 1, p. 20-31, 2010. Disponível em https://periodicosonline.uems.br/index.php/interfaces/article/view/650 . Acesso em 23 set. 2020.

STAJICH, J. E.; BERBEE, M. L.; BLACKWELL, M.; HIBBETT, D. S.; JAMES, T. Y.; SPATAFORA, J. W.; TAYLOR, J. W. The Fungi. Current Biology, v. 19, n. 18, p. 840-845, set. 2009. Disponível em https://www.cell.com/action/showPdf?pii=S0960-9822%2809%2901382-7 . Acesso em 04 dez. 2018.

ZABALA, A. A Prática Educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed. 1999.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Ciências em Foco

Downloads

Não há dados estatísticos.