The grammar of ornament de Owen Jones e a invenção do antigo
Capa por: Fanny Lopes, a partir de William Daniel, Self-Portrait, As Pedlar of Statues, 1850.  Organizadores: João Victor Batista, João Victor Rossetti Brancato, Ana Carolina Dias Florindo, Janaína da Silva Fonseca, Catherine Peggion Hergert, Letícia Asfora Falabella Leme, Fanny Tamisa Lopes, Fabriccio Miguel Novelli Duro, Fernando Pesce, Alysson Brenner Nogueira Pereira, Victoria Cristina Rozario Rodrigues.
PDF

Palavras-chave

Ornamento
Antiguidade
Imperialismo
Século XIX

Como Citar

GODOY, A. P. G. .; VIANA, A. The grammar of ornament de Owen Jones e a invenção do antigo. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 15, p. 248–260, 2021. DOI: 10.20396/eha.15.2021.4689. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4689. Acesso em: 2 mar. 2024.

Resumo

The Grammar of Ornament, de Owen Jones, foi uma das publicações ilustradas sobre ornamento de maior sucesso na segunda metade do século XIX. Fruto do historicismo oitocentista e surgindo em contexto de imperialismo britânico, a obra traz um olhar particular sobre as culturas do passado, reafirmando cânones de criação artística ocidentais e cristãos. Compreender tal olhar requer considerar as condições de emergência da obra, bem como sua estrutura e os efeitos de sentido de seu discurso.

https://doi.org/10.20396/eha.15.2021.4689
PDF

Referências

BOHRER, Frederick. Inventing Assyria: exoticism and reception in nineteenth-century England and France. The Art Bulletin, New York, 1998, vol.80, n.2, pp.336-356.

BRAGA, Ariane Varela. Une théorie universelle au milieu du XIXe siècle. La Grammar of Ornament d’Owen Jones. Roma: Campisano, 2017.

FLORES, Carol A. H. Owen Jones, architect. Tese (Doutorado em Filosofia em Arquitetura) - Giorgia Institute of Technology, Atlanta - EUA, 1996. Disponível em: https://smartech.gatech.edu/handle/1853/20841. Acesso em: 20.fev.2022.

FRAHM, Eckart. Images of Assyria in nineteenth- and twentieth century western scholarship. In: HOLLOWAY, Steven (Org.) Orientalism, Assyriology and the Bible. Sheffield, England: Sheffield Phoenix Press, 2006, pp. 74-94.

JONES, Owen. The Grammar of Ornament. London: Day & Son, 1856.

LABRUSSE, Rémi. Face au chaos : grammaires de l’ornement. Perspective. Paris, vol. 1, 2010, pp. 97-121. Disponível em: https://journals.openedition.org/perspective/1222. Acesso: 01.mar. 2022.

PESAVENTO, Sandra. Exposições universais: espetáculos da modernidade do século XIX. SP: Hucitec, 1997.

PEVSNER, Nikolaus. Pioneiros do desenho moderno: de William Morris a Walter Gropius. SP: Martins Fontes, 1980.

ZACZEK, Iain. Introdução [à edição brasileira da Grammar]. In: JONES, Owen. A Gramática do Ornamento: ilustrado com exemplos de diversos estilos de Ornamento. Tradução de Alyne A. Rosenberg. SP: Ed. Senac São Paulo, 2010, pp.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Ana Paula Gimenez Godoy, Alice Viana

Downloads

Não há dados estatísticos.