The grammar of ornament de Owen Jones e a invenção do antigo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/eha.15.2021.4689

Palavras-chave:

Ornamento, Antiguidade, Imperialismo, Século XIX

Resumo

The Grammar of Ornament, de Owen Jones, foi uma das publicações ilustradas sobre ornamento de maior sucesso na segunda metade do século XIX. Fruto do historicismo oitocentista e surgindo em contexto de imperialismo britânico, a obra traz um olhar particular sobre as culturas do passado, reafirmando cânones de criação artística ocidentais e cristãos. Compreender tal olhar requer considerar as condições de emergência da obra, bem como sua estrutura e os efeitos de sentido de seu discurso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Gimenez Godoy, Universidade do Estado de Santa Catarina

Graduanda em Arquitetura e Urbanismo da Universidade do Estado de Santa Catarina.

Alice Viana, Universidade do Estado de Santa Catarina

Professora de Arquitetura e Urbanismo da Universidade do Estado de Santa Catarina.

Referências

BOHRER, Frederick. Inventing Assyria: exoticism and reception in nineteenth-century England and France. The Art Bulletin, New York, 1998, vol.80, n.2, pp.336-356.

BRAGA, Ariane Varela. Une théorie universelle au milieu du XIXe siècle. La Grammar of Ornament d’Owen Jones. Roma: Campisano, 2017.

FLORES, Carol A. H. Owen Jones, architect. Tese (Doutorado em Filosofia em Arquitetura) - Giorgia Institute of Technology, Atlanta - EUA, 1996. Disponível em: https://smartech.gatech.edu/handle/1853/20841. Acesso em: 20.fev.2022.

FRAHM, Eckart. Images of Assyria in nineteenth- and twentieth century western scholarship. In: HOLLOWAY, Steven (Org.) Orientalism, Assyriology and the Bible. Sheffield, England: Sheffield Phoenix Press, 2006, pp. 74-94.

JONES, Owen. The Grammar of Ornament. London: Day & Son, 1856.

LABRUSSE, Rémi. Face au chaos : grammaires de l’ornement. Perspective. Paris, vol. 1, 2010, pp. 97-121. Disponível em: https://journals.openedition.org/perspective/1222. Acesso: 01.mar. 2022.

PESAVENTO, Sandra. Exposições universais: espetáculos da modernidade do século XIX. SP: Hucitec, 1997.

PEVSNER, Nikolaus. Pioneiros do desenho moderno: de William Morris a Walter Gropius. SP: Martins Fontes, 1980.

ZACZEK, Iain. Introdução [à edição brasileira da Grammar]. In: JONES, Owen. A Gramática do Ornamento: ilustrado com exemplos de diversos estilos de Ornamento. Tradução de Alyne A. Rosenberg. SP: Ed. Senac São Paulo, 2010, pp.

Downloads

Publicado

2021-12-31

Como Citar

GODOY, A. P. G. .; VIANA, A. The grammar of ornament de Owen Jones e a invenção do antigo. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 15, p. 248–260, 2021. DOI: 10.20396/eha.15.2021.4689. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4689. Acesso em: 4 fev. 2023.