La donna galante ed erudita
Capa por: Fanny Lopes, a partir de William Daniel, Self-Portrait, As Pedlar of Statues, 1850.  Organizadores: João Victor Batista, João Victor Rossetti Brancato, Ana Carolina Dias Florindo, Janaína da Silva Fonseca, Catherine Peggion Hergert, Letícia Asfora Falabella Leme, Fanny Tamisa Lopes, Fabriccio Miguel Novelli Duro, Fernando Pesce, Alysson Brenner Nogueira Pereira, Victoria Cristina Rozario Rodrigues.
PDF

Palavras-chave

Mulheres
Gênero
Retrato
Rosalba Carriera
Século XVIII

Como Citar

SILVESTRIN, Maíra Canina. La donna galante ed erudita: Rosalba Carriera e os preâmbulos para uma imagem da mulher na pintura de retrato do século XVIII. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 15, p. 112–126, 2021. DOI: 10.20396/eha.15.2021.4688. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4688. Acesso em: 22 jun. 2024.

Resumo

Este artigo busca analisar a construção de um tipo de imagem da mulher virtuosa e laureada considerando algumas produções da pintora veneziana Rosalba Carriera (1673-1757). Carriera foi a artista mulher de maior fama da primeira metade do século XVIII e atuou num momento em que a presença feminina nos palcos e no âmbito literário ganhava especial destaque. A pintora, ela própria uma artista reconhecida, pintou o retrato de várias mulheres que tiveram reconhecimentos em sua área de atuação.

https://doi.org/10.20396/eha.15.2021.4688
PDF

Referências

EMERSON, Isabelle. Five centuries of women singers. Westport: Praeger Publishers, 2005.

HUUB VAN DER LINDEN. Medals and chamber pots for Faustina Bordoni: celebrity and material culture in early Eighteenth-Century Italy. Journal for Eighteenth-Century Studies. Vol. 40, No. 1, 2017.

MESSBARGER, Rebecca. The century of women: representation of women in eighteenth-century Italian public discourse. Toronto: University of Toronto Press, 2002.

OLDRIDGE, Christine. Tragic to triumphant: Rosalba Carriera’s self-Portrait, Ca. 1746. In: Articulate; Journal of Art History. University of Victoria, vol. 3, 2019.

PLEBANI, Tiziana. Storia di Venezia città dele donne. Guida ai tempi, luoghi e presenze femminili. Veneza: Marsilio Editori, 2008.

SAMA, Catherine M. Luisa Bergalli e le sorelle Carriera: um rapporto d’amicizia e di colaborazione artística. In: CHEMELLO, Adriana (a cura de). Luisa Bergalli: Poetessa Dramaturga Tradutricce Critica Letteraria. Atti del Convegno “Luisa Bergalli Gozzi e il suo Tempo”. Venezia: Eidos, 2007.

SANI, Bernardina. Rosalba Carriera: 1673-1757; maestra del pastello nell’Europa “ancien régime”. Torino: Allemandi, 2007.

SANI, Bernardina. Rosalba Carriera: lettere, diari, framment. Vol. 2. Firenze: Leo S. Olschki, 1985.

SAVOIA, Francesca. Una storia tutta da raccontare: Luisa Bergalli Gozzi (1703-1779). In: SANGUINETI, Laura W et al (Ed.). Essays in honor of Marga Cottino-Jones. Firenze: Cadmo Edizione, 2003.

ZANETTI, Antonio Maria. Della pittura veneziana e delle opere pubbliche de' veneziani maestri. Vol. 5. Veneza: Stamperia di Giambatista Albrizzi, 1771.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Maíra Canina Silvestrin

Downloads

Não há dados estatísticos.