Arte e mercado

lógicas intempestivas - Banksy

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/eha.15.2021.4685

Palavras-chave:

Arte contemporânea, Banksy, Mercado de arte

Resumo

O presente artigo busca analisar as formas e consequências das relações entre a arte, o mercado e os mecanismos contemporâneos de legitimação e valoração da arte se debruçando nas obras e carreira do artista de rua britânico Banksy, cujas obras estão muitas vezes associadas à questões sócio-políticas contemporâneas retratadas de forma irônica e satírica; além de observar como as estratégias de legitimação, valoração, marketing e branding estão presentes e atuam sobre o trabalho do artista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlia Simmelink Clemente de Souza, Universidade de São Paulo

Graduanda em Arquitetura e Urbanismo pelo Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo.

Referências

AGUILAR-NUEVO, R.; LARA-BARRANCO, P. Negociando con la Firma Artística: De la creación de la marca al “renacimiento” del autor” (1960-2010). Cuadernos De Arte De La Universidad De Granada, n. 44, jan. 2013. Disponível em: https://revistaseug.ugr.es/index.php/caug/article/view/2695. Acesso em: 15 set. 2019.

ALMEIDA, Filipa. Mercado de arte contemporânea: construção do valor artístico e do estatuto de mercado do artista. Forum Sociológico, Universidade de Lisboa, p. 63 - 71, 1 jun. 2009. Disponível em: https://journals.openedition.org/sociologico/203#quotation. Acesso em: 12 ago. 2019.

ASSIS, Naira Cristina Rodrigues de. As regras do mercado: dinâmicas e construção do valor no mercado de arte contemporânea. 2016. Dissertação (Mestrado em Estudos Culturais) - Escola de Artes, Ciências e Humanidades, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100135/tde-18092017-112256/pt-br.php. Acesso em: 03 out. 2019.

BANKSY. Guerra e Spray. 1. ed. [S. l.]: Intrínseca, 2017.

DETURK, S. The “Banksy Effect” and Street Art in the Middle East. SAUC - Street Art and Urban Creativity, v. 1, n. 2, p. 22 - 30, 20 dez. 2015. Disponível em: http://sauc.website/index.php/sauc/article/view/25. Acesso em: 19 outubro 2019.

DOUGLIS, T. What the Banksy Brand Teaches Us. [S.l], 2013. Disponível em: https://www.monigle.com/blog/what-the-banksy-brand-teaches-us. Acesso em: 19 set. 2019.

ELLSWORTH-JONES, Will. Banksy - Por trás das paredes. Curitiba - PR: Nossa Cultura, 2013.

ESTEVÃO, Gustavo Russo. A arte-spray de Banksy: grafite e videografia. 2016. Dissertação (Mestrado em Imagem e Som) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2016. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/7972. Acesso em: 15 janeiro 2020.

FALEIRO, Pâmela Cristina. Banksy: branding na rua. In: Congresso Internacional de Marcas/Branding: conexões e experiências, 2, 2015 Lajeado. Anais do…, Lajeado: Editora Univates, ed. 1, 2016. Disponível em: https://www.univates.br/editora-univates/media/publicacoes/167/pdf_167.pdf. Acesso em: 26 nov. 2019.

FERRAZ, T. S. QUANTO VALE A ARTE CONTEMPOR NEA?. Novos Estudos - CEBRAP [online], 2015 v. 00, n.101, p.117-132. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-33002015000100117. Acesso em: 20/05/2019.

FETTER, Bruna. Arte contemporânea, vale o quanto custa?. In: ENCONTRO NACIONAL ANPAP, 22, 2013, Belém. Anais do… Belém, 2013. Disponível em: http://www.anpap.org.br/anais/2013/ANAIS/comites/htca/Bruna%20Fetter.pdf. Acesso em: 15 ago. 2019.

GRAW, I. Cuánto vale el arte? Mercado, especulación y cultura de la celebridad. Madrid: Mardulce, 2015.

HEINICH, Nathalie. As reconfigurações do estatuto de artista na época moderna e contemporânea. Revista Porto Arte, Porto Alegre, v. 13, n. 22, 2005.

JIMÉNEZ, María Aced. El artista como marca y su papel en el mercado del arte. 2018. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em publicidade e relações públicas) - Universidad de Valladolid, Segovia, 2018.

MUYSKENS, Luke. How Banksy Is Ruining Graffiti. 2012. Disponível em: abovegroundmagazine.com/features/culture/06/13/how-banksy-is-ruining-graffiti/. Acesso em: 20 abr. 2020

RUEDA, Enrique. Arte, artistas y marca personal. 2014. Disponível em: https://www.soymimarca.com/arte-artistas-y-marca-personal/. Acesso em: 30 junho 2019

SCHILLER, Marc. The “Banksy Effect”. 2007. Disponível em: http://woostercollective.com/post/the-banksy-effect. Acesso em: 10 mar. 2020.

THOMPSON, Don. O Tubarão de 12 Milhões de Dólares: a curiosa economia da arte contemporânea. São Paulo: BEI, 2012.

THORNTON, Sarah. Sete dias no mundo da arte. Rio de Janeiro: Agir, 2010.

Downloads

Publicado

2021-12-31

Como Citar

SOUZA, J. S. C. de. Arte e mercado: lógicas intempestivas - Banksy. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 15, p. 691–703, 2021. DOI: 10.20396/eha.15.2021.4685. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4685. Acesso em: 4 fev. 2023.