Um sujeito em fuga

reflexões sobre o filme 327 Cuadernos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/eha.15.2021.4678

Palavras-chave:

Filme-ensaio, Documentário, Sujeito, História

Resumo

"327 Cuadernos" do diretor Andrés Di Tella, lançado em 2015, testemunha o escritor argentino Ricardo Piglia debruçando-se sobre seus próprios diários, escritos desde a juventude, a fim de decidir o material a publicar. O escritor observa contraste e mesmo divergência entre sua própria memória e as anotações em seus diários. Lembra-se vivamente de eventos que não constam registrados nos diários. Lê nos diários eventos e personagens dos quais não retém vestígios de memória. Que sujeito é este que se reconhece apenas parcialmente nos próprios escritos?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Lucia Oliveira Vilela, Universidade Federal de Goiás

Professora de História da Arte na Universidade Federal de Goiás.

Referências

AGULIAR, Gonzalo. Otros mundos: un ensayo sobre el nuevo cinema argentino. Buenos Aires: Santiago Arco Editor, 2010.

BENJAMIN, Walter. Sobre o conceito história. Tradução de Adalberto Müller e Márcio Seligmann-Silva. São Paulo: Alameda Casa Editorial, 2020. E-book (não paginado).

CHARTIER, Roger. À beira da falésia: a história entre incertezas e inquietude. Porto Alegre: Editora da UFRGS. 2002.

DELEUZE, Gilles. A imagem-tempo. Tradução de Eloisa Araújo Ribeiro. São Paulo: Brasiliense, 2005.

DERRIDA, Jacques. Espectros de Marx: o estado da dívida, o trabalho do luto e a nova internacional. Tradução de Anamaria Skinner. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1994, p. 33.

GAUTHIER, Guy. O documentário: um outro cinema. Tradução de Eloisa Araújo Ribeiro. Campinas, SP: Papirus, 2011.

PIGLIA, Ricardo. O escritor como leitor. Serrote. N. 12, 2017. Disponível em: https://www.revistaserrote.com.br/2017/01/o-escritor-como-leitor-por-ricardo-piglia/

PIGLIA, Ricardo. Respiração artificial. Tradução de Heloísa Jahn. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

PIGLIA, Ricardo. Um dia na vida: os diários de Emilio Renzi. Tradução de Sérgio Molina. São Paulo: Todavia, 2021. E-book (não paginado).

LACLAU, Ernesto. Prefácio. In: ARFUCH, Leonor. El espacio biográfico. Dilemas de la subjetividade contemporânea. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica, 2007.

SHAKESPEARE, William. A tempestade. Tradução de Beatriz Viégas-Farias. Porto Alegre: L&PM, 2011.

Downloads

Publicado

2021-12-31

Como Citar

VILELA, A. L. O. Um sujeito em fuga: reflexões sobre o filme 327 Cuadernos. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 15, p. 750–757, 2021. DOI: 10.20396/eha.15.2021.4678. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4678. Acesso em: 4 fev. 2023.