Mulher, feminino e feminismo em debate no campo artístico brasileiro (1960-1970)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/eha.15.2021.4660

Palavras-chave:

Arte brasileira, Gênero, Exposições, Crítica de arte, Legitimação

Resumo

A pesquisa propõe analisar a circulação dos conceitos de mulher, feminino e feminismo no campo artístico brasileiro nas duas décadas anteriores à disseminação do movimento feminista em contextos sociais e culturais na década de 1980 no Brasil. Para isso, pretendemos investigar a produção discursiva realizada pela crítica de arte, os museus e galerias de arte, consideradas áreas responsáveis pela legitimação e reconhecimento no campo artístico nas décadas de 1960 e 1970.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Fernanda Vieira Silva, Universidade de São Paulo

Mestranda em Culturas e Identidades Brasileiras no Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo.

Referências

AMARAL, Aracy. O cotidiano feminino transformado em arte. O Estado de S. Paulo, São Paulo: 04-11-1979.

AMARAL, Aracy. Arte e meio artístico. Entre a feijoada e o x-burguer (1961-1981). São Paulo: Nobel, 1983.

AMARAL, Aracy. Arte pra quê? A preocupação social na arte brasileira (1930-1970). 3ª ed. São Paulo: Studio Nobel, 2003.

AMARAL, Aracy. Textos do Trópico de Capricórnio. Artigos e ensaios (1980-2005). V. 3: Bienais e artistas contemporâneos no Brasil. São Paulo: Ed. 34. 2006.

BARROS, Roberta. Elogio ao toque. Ou como falar da arte feminista à brasileira. Rio de Janeiro: Relacionarte, 2016.

BUTLER, Judith. Problemas de Gênero. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

CERCHIARO, Mariana M; SIMIONI, Ana Paula C; TRIZOLI, Talita. The exhibition ‘Contribuição da mulher às artes plásticas brasileira’ and the silence of Brazilian art criticism. Artl@s Bulletin, v.8, n. 1, p. 209-224, 2019.

DURAND, José Carlos. Arte, privilégio e distinção. São Paulo: Perspectiva, 1989.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade I: A vontade de saber. 13º ed. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1988.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade II: O uso dos prazeres. 8ª ed. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1984.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade III: O cuidado de si. 1ª ed. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1985.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. São Paulo: Edições Loyola, 1996.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2017.

GARCIA, Maria Amélia B. Artes plásticas: participação e distinção. Brasil anos 60/70. Tese (Doutorado em História Social) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1990.

LEIRNER, Sheila. A arte feminina e o Feminismo. O Estado de S. Paulo, São Paulo: 13-02-1977.

LEIRNER, Sheila. Feminismo brasileiro, opinião da crítica. O Estado de S. Paulo, São Paulo: 27-02-1977.

LEIRNER, Sheila. Arte como medida. São Paulo: Perspectiva, 1982.

LOPES, Regina Pinto. Elas na vanguarda. O Globo, Rio de Janeiro: 29-12-1969.

MACHADO, Lourival Gomes. O sexo dos anjos. Correio da Manhã, Rio de Janeiro: 14-01-1961.

MAURÍCIO, Jayme. Mulheres no Ibirapuera: 275 obras. Correio da Manhã, Rio de Janeiro: 27-01-1961.

MORAIS, Frederico. Presença da mulher na arte brasileira. O Globo, Rio de Janeiro: 08-03-1982.

PEDRO, Joana Maria. Narrativas fundadoras do feminismo: poderes e conflitos (1970-1978). Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 26, n. 52, p. 249-272, dez. 2006.

SARTI, Cynthia. Feminismo no Brasil: uma trajetória particular. Cadernos de Pesquisa (Fundação Carlos Chagas), n. 64, p. 38-47, fev. 1988.

SARTI, Cynthia. O feminismo brasileiro desde os anos 1970: revisitando uma trajetória. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 12, n. 2, p. 35-50, ago. 2004.

SCOTT, Joan. Gênero: uma categoria útil para a análise histórica. In: Pensamento feminista. Conceitos Fundamentais. HOLLANDA, Heloisa Buarque de (Org.). Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2019, p. 49-80.

TEJO, Cristina S. A gênese do campo da curadoria de arte no Brasil: Aracy Amaral, Frederico Morais e Water Zanini. Tese (Doutorado em Sociologia) – Universidade Federal de Pernambuco. Pernambuco: 2017.

TVARDOVSKAS, Luana Saturnino. Dramatização dos corpos. Arte contemporânea e crítica feminista no Brasil e na Argentina. São Paulo: Intermeios, 2015.

Downloads

Publicado

2021-12-31

Como Citar

SILVA, B. F. V. Mulher, feminino e feminismo em debate no campo artístico brasileiro (1960-1970). Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 15, p. 638–645, 2021. DOI: 10.20396/eha.15.2021.4660. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4660. Acesso em: 2 fev. 2023.