O silêncio como tensão e presença na música Víbora
Capa preta com título "Os silêncios na História da Arte", data e número da edição. Na parte inferior, a pintura de quatro pessoas brancas com vestimentas de época sentadas em volta de uma mesa.
PDF

Palavras-chave

Música
Silêncio
Tulipa Ruiz
Víbora

Como Citar

PIRES, Yasmin. O silêncio como tensão e presença na música Víbora. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 12, p. 617–622, 2017. DOI: 10.20396/eha.12.2017.4566. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4566. Acesso em: 22 maio. 2024.

Resumo

Se certa tradição ocidental nos condicionou a compreender o silêncio a partir da ideia de vazio, inação, obscuridade, morte, tédio e categorias afins, a arte vem à tona como um descortinamento das múltiplas possibilidades discursivas contidas neste elemento. Sob esta perspectiva, sua dimensão interpretativa e os processos de atribuição de significado que o envolvem tornam-se potencialmente
irrestritos, assim como os meios pelos quais ele pode se tornar manifesto.

https://doi.org/10.20396/eha.12.2017.4566
PDF

Referências

BALAZS, B. Theory of The Film: sound. In: WEIS E. e BELTON, J. Film Sound: theory and practice. New York: Columbia University Press, 1985.

BOSSEUR, J. Y. John Cage. Paris: Minerve, 1993.

CAGE, John. Silence. Ed 1. Connecticut: Wesleyan University Press, 1961.

FORGET, M. C. Du Mutique à l‘Objectal: la notion de silence chez John Cage. In: Musique et Silence. Paris: CIREM, 1994.

PIRES, Y. Silêncio e Abertura na Arte Contemporânea: reflexões a partir de Heidegger. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Belém, 2018.

SCHAFER, M. R. A Afinação do Mundo. São Paulo: Editora UNESP.

SONTAG, Susan. A Estética do Silêncio. In: A Vontade Radical. São Paulo: Editora Schwarez Ltda, 1987.

RUIZ, T. Víbora. Intérpretes: Tulipa Ruiz, Criolo. São Paulo: Natura Musical, 2012, CD.

TEREZANI, J. H. T. Ouvindo Vazios: reflexões sobre o silêncio no cinema. Curitiba, 2013.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2017 Yasmin Pires

Downloads

Não há dados estatísticos.