Miguel Dutra e a cultura artística periférica na Província de São Paulo no Século XIX
Capa preta com título "Os silêncios na História da Arte", data e número da edição. Na parte inferior, a pintura de quatro pessoas brancas com vestimentas de época sentadas em volta de uma mesa.
PDF

Palavras-chave

Miguel Dutra
Aquarelas
Paisagens

Como Citar

CARDOSO, Silvana Meirielle. Miguel Dutra e a cultura artística periférica na Província de São Paulo no Século XIX. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 12, p. 529–539, 2017. DOI: 10.20396/eha.12.2017.4554. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4554. Acesso em: 22 maio. 2024.

Resumo

Miguel Arcanjo Benício d‘Assumpção Dutra (1810 - 1875), artista ituano, destaca-se pela multiplicidade de atuação artística nos oitocentos. O legado exponencial de sua produção pode ser observado nas 72 aquarelas, pertencentes à coleção do Museu Paulista Republicano Convenção de Itu, da Universidade de São Paulo.

https://doi.org/10.20396/eha.12.2017.4554
PDF

Referências

BARBOSA, Aparecido. Relatos de Viajantes : Raça e Civilização no Brasil Oitocentista. Relatório científico final (Iniciação Científica), Piracicaba, SP: agosto 2015.

BARCINSKI, Fabiana Werneck (Orgs). Sobre a Arte Brasileira: da pré-história aos anos 1960. São Paulo: SESC, 2014.

BARDI, Pietro Maria. Miguel Dutra: o poliédrico artista paulista. São Paulo: Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, 1981.

BAXANDALL, Michael. Padrões de intenção: a explicação histórica dos quadros. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

CASTRO, Isis Pimentel de. Os Pintores de História. A relação entre arte e história através das telas de batalhas de Pedro Américo e Victor Meirelles. f. Dissertação (Mestrado) Rio de Janeiro: IFCS/UFRJ, 2007.

CHARTIER, Roger. A história cultural: entre práticas e representações. Lisboa: Difel, 1990.

COLI, Jorge. A linha e a mancha. In: Victor Meirelles: Novas Leituras. Maria Inez Turazzi (org); Florianópolis, SC: Museu Victor Meirelles/IBRAM/MinC; São Paulo: Studio Nobel, 2009. pp. 33 -45.

COLI, Jorge. Como estudar a arte brasileira no século XIX? São Paulo: Editora Senac, 2005.

DIAS, Elaine. Paisagem e academia: Félix – Émile Taunay e o Brasil (1824-1851). Campinas, SP: Editora Unicamp, 2009.

DUTRA, Archimedes. A contribuição de Piracicaba na Arte Nacional. f. Tese (Doutorado) -Escola Superior de Agricultura – Luiz de Queiroz - Universidade de São Paulo - Piracicaba, SP, 1972.

EULALIO, Alexandre. Tradição e ruptura (panorama das artes plásticas). In: Escritos; Berta Waldman, Luiz Dantas (Orgs). – Campinas, SP: Editora da Unicamp; São Paulo: Editora Unesp, 1992.

FERREIRA, Antonio Celso. A Epopeia Bandeirante: letrados, instituições, invenção histórica (1879-1940). – Canada – Editora Scielo - Unesp, 2015.

GINZBURG, Carlo. A Micro-História e Outros ensaios. Editora Bertrand Brasil, 1989, Rio de Janeiro - RJ.

GUIMARÃES, Ariane. Miguelzinho Dutra e a arte regional paulista no século XIX. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Metodista de Piracicaba, 2008, Piracicaba- SP.

HERCULE Florence e o Brasil: o percurso de um artista inventor/ apresentação Marcelo Mattos Araujo; curadoria e texto Leia Florence; textos Carlos Martins e Valéria Piccoli. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2009.

JÚNIOR, Donato Mello; Souza, Jonas Soares de. A contribuição de Miguelzinho Dutra à iconografia paulista do sec. XIX. Itu (SP) : [s.n.], 2000.

LEITE, José Roberto Teixeira, 1940 – Pintores negros do oitocentos. Editor Emanoel Araújo. São Paulo: MWM Motores Diesel Ltda: Industria Freios KNORR Ltda., 1988.

LIMA, Valeria Alves Esteves. Iconografia de Viagem à luz da História da Arte. 19&20, Rio de Janeiro, v. III, n. 2, abr. 2008. Disponível em: <http://www.dezenovevinte.net/obras/obras_vl_viajantes.htm>.

LIMA, Valeria Alves Esteves. A academia Imperial das Belas-Artes: um projeto político para as artes no Brasil. f. Dissertação (Mestrado). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas – Unicamp. São Paulo, 1994.

MARQUESE, Rafael de Bivar. Exílio escravista: Hercule Florence e as fronteiras do açúcar e do café no Oeste paulista (1830 -1879). Anais do Museu Paulista. São Paulo. N. Sér. V.24. N.2.p. 11-51. May – Aug. 2016.

MARTINS, Mariana Esteves. A formação do Museu Republicano ?Convenção de Itu? (1921 -1946). f. Tese (Mestrado) – Universidade de São Paulo – SP, 2012.

MATTOS, Claudia Valladão. Da Palavra à Imagem: sobre o programa decorativo de Affonso Taunay para o Museu Paulista. Anais do Museu Paulista. São Paulo, N. Sér, v, p. 123 – 145 (1998 – 1999). Editado em 2003. Disponível em < http://www.scielo.br/pdf/anaismp/v6-7n1/06.pdf>.

MATTOS, Claudia Valladão. Goethe e Hackert : sobre a pintura de paisagem : quadros da natureza na Europa e no Brasil/ Claudia Valladão de Mattos (org). – Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2008.

MATTOS, Claudia Valladão de. Paisagem, Monumento e Crítica Ambiental na Obra de FélixÉmile Taunay. 19&20, Rio de Janeiro, v. V, n. 2, abr. 2010. Disponível em: <http://www.dezenovevinte.net/obras/obras_fet_cvm.htm>.

MIGLIACCIO, Luciano. O século XIX. In: Mostra do Redescobrimento: Século XIX. Nelson Aguiar (org.). São Paulo: Associação Brasil 500 Anos Artes Visuais, 2000, 36-214.

MIGUEL DUTRA: bicentenário de nascimento,1812-2012/ textos de Jonas Soares de Souza e Luís Roberto de Francisco; Organização de Jair de Oliveira; Fotos de Hélio Nobre, José Benedicto Camargo, Marcos Antônio Steiner, e Miguel Pacheco e Chaves. Prefácio de Paulo César Garcez Marins. Itu, SP: Instituto Cultural de Itu.

MOURA, Carlos Eugênio Marcondes de. Até onde o Olhar Alcança. In: Vida Cotidiana em São Paulo no século XIX: memórias, depoimentos, evocações/ Carlos Eugênio Marcondes de Moura (Orgs). São Paulo: Ateliê Editorial: Fundação Editora Unesp: Imprensa Oficial do Estado: Secretaria de Estado da Cultura, 1998, p. 347- 407.

RUOCCO, Andrea Ramon. A Arte no interior paulista do século XIX e a Obra de Miguel Dutra. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Metodista de Piracicaba, 2014, Piracicaba- SP.

SCHWARCZ, Lília Moritz. As Barbas do Imperador: D. Pedro II, um monarca nos trópicos. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

TRINDADE, Jaelson Britan. ?A corporação e as artes plásticas: o pintor, de artesão a artista?, in: Universo Mágico do Barroco Brasileiro. ARAÚJO, Emanuel (coord.), São Paulo: Editora SESI, 1998.

VELLOSO, Augusto Carlos Ferreira. Os artistas Dutra: oito gerações - São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo: Sociarte, 2000.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2017 Silvana Meirielle Cardoso

Downloads

Não há dados estatísticos.