Desenhar uma academia
PDF

Palavras-chave

Escola Nacional de Belas Artes
Primeira República
Academia
Modernismo

Como Citar

VALLE , Arthur. Desenhar uma academia: modernismo e autonomia formal nos bastidores da Escola Nacional de Belas Artes durante a 1a República. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 3, p. 678–691, 2007. DOI: 10.20396/eha.3.2007.3758. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/3758. Acesso em: 22 maio. 2024.

Resumo

Partindo da descrição de como se dava o processo de desenho de uma academia na Escola Nacional de Belas Artes (ENBA) do Rio de Janeiro durante a 1a República (1889-1930), a presente comunicação procura discutir algumas convergências formais verificáveis entre obras produzidas no contexto das instituições oficias de ensino artístico a partir do século XIX e aquelas normalmente identificadas com os correntes artísticas chamadas modernistas.

https://doi.org/10.20396/eha.3.2007.3758
PDF

Referências

Acervo arquivístico do Museu Dom João VI. Notação 5341: Proposta de Programma para a aula de Modelo vivo da mesma Escola apresentada pelo professor interino da referida aula - João Zeferino da Costa, 14 de março de 1900, folha 1 verso.

Acervo arquivístico do Museu Dom João VI. Notação 6154: Acta da secção do Conselho Escolar em 2 de dezembro de 1893, p.23 verso.

Acervo arquivístico do Museu Dom João VI EBA/UFRJ. Notação 6155: Acta da sessão do Conselho Escolar realizada no dia 8 de fevereiro de 1906, p.25 verso.

ALBUQUERQUE, Georgina de. O Desenho Como Base no Ensino das Artes Plásticas. Rio de Janeiro: ENBA, 1942, p.17. Disponível no site: http://www.dezenovevinte.net/txt_artistas/ga_desenho.pdf

BOIME, A. The teaching of fine arts and the avant-garde in France during the second half of the nineteenth century. In: Las academias de arte (VII Coloquio Interncional de Gaunajuato). D.F.: Univesidad Autónoma do Mexico, 1985.

BOIME, A. The academy and french painting in the nineteenth century. New Haven/London: Yale university Press, 1986, pp.27-29, 167sg.

BORDES, J. Historia de las teorias de la figura humana: El dibujo/ la anatomía/ la proporcíon/ la fisiognomía. Madrid: Cátedra, 2003, p.70.

CAVALLEIRO, H. Da Didática e da Técnica da Pintura - Considerações sôbre alguns problemas. Rio de Janeiro: ENBA, 1952, pp.37-38 (Tese de concurso); texto disponível no site: http://www.dezenovevinte.net/txt_artistas/txt_cavalleiro_1952.htm

CHIARELLI, T. Entre Almeida Jr e Picasso. In: FABRIS, A. (org.). Modernidade e Modernismo no Brasil. São Paulo: Editora Mercado das Letras, 1994, p.57.

CLARK, Timothy J.. A Pintura da vida moderna: Paris na arte de Manet e seus seguidores. São Paulo: Companhia das Letras, 2004, pp.44.sg.

COSTA, João Zeferino da. Mecanismo e proporções da figura humana. In: Arquivos da Escola Nacional de Belas Artes. Rio de Janeiro: Universidade do Brasil, 1956, pp.40 e 42. Disponível no site: http://www.dezenovevinte.net/txt_artistas/jzc_proporcoes.pdf

GREENBERG, C. Pintura Modernista. In: FERREIRA, G; MELLO, C. Clement Greenberg e o Debate Crítico. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1997, p.102.

HENRIQUE CAVALLEIRO: Nu masculino de costas, 1920. Carvão sobre papel, 64 x 49 cm. Rio de Janeiro, Museu Dom João VI/EBA/UFRJ, n. Reg. 244.

HERKENHOFF, P. Arte Brasileira na Coleção Fadel: da Inquietação do Moderno à Autonomia da Linguagem. Rio de Janeiro: Andrea Jakobsson Estúdio, 2002 (Catálogo de exposição), p.25.

KANDINSKY, W. Punto y linea sobre el plano. Barcelona: Barral Editores, 1974,p.58.

NOCHLIN, L. Realism and tradition. 1848-1900. Sources and documents. New Jersey: Prentice-Hall, Inc., 1966, p.78.

PARKHURST, D. B. The Painter in Oil. Texto disponível no site: http://www.artrenewal.org/articles/2002/Parkhurst/parkhurst1.asp

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2007 Arthur Valle

Downloads

Não há dados estatísticos.