Pinturas de Gonçalo Francisco Xavier
PDF

Palavras-chave

Gonçalo Francisco Xavier
Análise estilística
Análise iconográfica

Como Citar

BARROSO NETO, Jáder; FARIA, Breno Marques Ribeiro de; GERVÁSIO, Flávia Klausing; SANT’ANNA, Sabrina Mara. Pinturas de Gonçalo Francisco Xavier: análise estilística e iconográfica. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 3, p. 479–485, 2007. DOI: 10.20396/eha.3.2007.3734. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/3734. Acesso em: 22 maio. 2024.

Resumo

O objetivo de nosso artigo é identificar a “caligrafia” do pintor Gonçalo Francisco Xavier, cuja presença é documentalmente atestada em Minas Gerais entre os anos 1742 e 1772.

https://doi.org/10.20396/eha.3.2007.3734
PDF

Referências

ÀVILA, Affonso. Resíduos seiscentistas em Minas. Belo Horizonte: UFMG, 1967.

ÁVILA, Affonso. O lúdico e as projeções do mundo Barroco. São Paulo: Perspectiva, 1992.

Ávila, Affonso. et al. Barroco Mineiro: Glossário de arquitetura e ornamentação. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 1996.

ÁVILA, Affonso (Org.). Barroco: teoria e análise. São Paulo: Perspectiva; Belo Horizonte: Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração, 1997.

ÀVILA, Affonso (Org.). Barroco. no 19. 2005.

BAZIN, Germain. Barroco e Rococó. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

BAZIN, Germain. Arquitetura religiosa barroca no Brasil. Rio de Janeiro: Record, 1983.

CAMPOS, Adalgisa Arantes (Org.). Manoel da Costa Athaíde: Aspectos históricos, estilísticos,

iconográficos e técnicos. Belo Horizonte: C/Arte, 2005.

CAMPOS, Adalgisa Arantes. Introdução ao Barroco mineiro. Belo Horizonte: Crisálida, 2006.

GINSBURG, Carlo. Mitos emblemas sinais. São Paulo: Companhia da Letras, 1986.

GINSBURG, Carlo. Nenhuma ilha é uma ilha. São Paulo: Cia das Letras, 2002. p.83.

HANSEN, João Adolfo. Notas sobre o “Barroco”. Revista do IFAC, no 2 , p 44 , dez 1995.

OLIVEIRA, Myriam Andrade Ribeiro. O Rococó religioso no Brasil e seus antecedentes europeus. São Paulo: Cosac & Naify, 2003.

SILVEIRA, Marco Antônio. O universo do indistinto: Estado e Sociedade nas Minas setecentistas (1735-1808). São Paulo: Editora Hucitec. 1997.

SOUZA, Laura de Mello. Inferno no Atlântico: demonologia e colonização séculos XVI – XVIII. São Paulo: Cia das Letras, 1993.

MARAVALL, José Antonio. A Cultura do Barroco: uma análise de uma estrutura histórica. São Paulo: Edusp, 1997.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2007 Jáder Barroso Neto, Breno Marques Ribeiro de Faria, Flávia Klausing Gervásio, Sabrina Mara Sant’Anna

Downloads

Não há dados estatísticos.