Um patrimônio a ser desvendado
PDF

Palavras-chave

Cemitério da Saudade
Patrimônio
Campinas

Como Citar

ELUSTA , Halima Alves de Lima. Um patrimônio a ser desvendado: o cemitério da Saudade de Campinas (SP). Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 3, p. 221–230, 2007. DOI: 10.20396/eha.3.2007.3685. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/3685. Acesso em: 22 maio. 2024.

Resumo

A região de Campinas era, inicialmente, um lugar de repouso no caminho dos bandeirantes que saíam em busca de ouro em Goiás. Com a decadência da atividade mineradora no país, alguns colonos ali se instalaram, dando origem ao Bairro do Mato Grosso das Campinas.

https://doi.org/10.20396/eha.3.2007.3685
PDF

Referências

BADARÓ, Ricardo de Souza Campos. Campinas, o despontar da modernidade. Área de Publicações do Centro de Memória da Unicamp – CMU, Campinas, 1996.

BORGES, Maria Elizia. Arte funerária no Brasil (1890-1983): oficio de marmoristas italianos em Ribeirão Preto. Belo Horizonte: C/Arte, 2002.

LAPA, José Roberto do Amaral. A cidade – os cantos e os antros – Campinas 1850 – 1900. Edusp: São Paulo, 1996.

LORETTE, Antonio Carlos Rodrigues. Cemitério em Campinas: a transformação do espaço para sepultamento (1753-1881). Mestrado em urbanismo, PUC-Campinas, Campinas, 2001.

PUPO, Celso Maria de Mello. Campinas, seu berço e juventude. Campinas: Publicações da Academia Campinense de Letras, 1969.

REZENDE, Eduardo Coelho Morgado. O céu aberto na terra: umaleitura dos cemitérios de São Paulo na geografia urbana. Dissertação de mestrado em Geografia Humana, USP, São Paulo, 2004.

RODRIGUES, José Carlos. Tabu de morte. Rio de Janeiro: Achiamé, 1983.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2007 Halima Alves de Lima Elusta

Downloads

Não há dados estatísticos.