Grafite e pixação
PDF

Palavras-chave

Grafite
Pixação
Arte Contemporânea

Como Citar

COSTA , Luizan Pinheiro da. Grafite e pixação: institucionalização e transgressão na cena contemporânea. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 3, p. 177–183, 2007. DOI: 10.20396/eha.3.2007.3676. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/3676. Acesso em: 22 maio. 2024.

Resumo

Comecemos com uma distinção trivial entre o grafite e a pixação segundo o uso dos termos que se faz para designar os dois tipos de expressão. Uma posição necessária para dimensionar tais práticas na história da arte, sem pretendermos a palavra definitiva, visto que ela sempre há de nos faltar.

https://doi.org/10.20396/eha.3.2007.3676
PDF

Referências

BACELAR, Jorge. Notas sobre a arte mais velha do mundo. In: http://bocc.ubi.pt

BAUDRILLARD, Jean.“Kool Killer ou A Insurreição Pelos Signos.” Revista Cine Olho nº 5/6 jun/jul/ago 1979. p. 36. Pode ser encontrado também no site: rizoma.net.

BOLETA. (Org.). Tsss: a grande arte da pixação em são paulo, brasil, São Paulo: Editora do Bispo, 2005.

GILLER, Sarah. Graffiti: Inscribing Transgression on the Urban Landscape. In: www.artcrimes.com/index/talk.html

TUCKER, Daniel. Graffiti: art and crime. In: www.artcrimes.com/index/talk.html

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2007 Luizan Pinheiro da Costa

Downloads

Não há dados estatísticos.