O Egito mítico de Athanasius Kircher
PDF

Palavras-chave

Athanasius Kircher
Obeliscus Pamphilius
Egito mítico

Como Citar

AZEVEDO, Evelyne. O Egito mítico de Athanasius Kircher: o obeliscus Pamphilius e a fonte dos Quatro rios na praça Navona. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 3, p. 76–82, 2007. DOI: 10.20396/eha.3.2007.3654. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/3654. Acesso em: 22 maio. 2024.

Resumo

A presente comunicação é fruto, fundamentalmente, do projeto de mestrado iniciado neste ano na UNICAMP. Intitulado “O Egito Mítico de Athanasius Kircher: o Obeliscus Pamphilius e a Fonte dos Quatro Rios na Praça Navona”, o projeto tem como objetivo estudar a relação entre ambas as obras, a partir da análise do texto e do pensamento do jesuíta alemão Athanasius Kircher, propondo desta forma uma nova interpretação do monumento berniniano à luz das informações trazidas pelo texto.

https://doi.org/10.20396/eha.3.2007.3654
PDF

Referências

CIPRIANI, Giovanni. Gli obelischi egizi: politica e cultura nella Roma Barocca. Florença: Leo S. Olschki Editore, 1993. pp. 124 – 125.

FINDLEN, Paula (ed.). Athanasius Kircher: the last man who knew everything. Nova Iorque: Routledge, 2004, p. 53.

FINDLEN, Paula. Jokes of Nature and Joies of knowledge: the playfulness of scientific discourses in early modern europe.

IVERSEN, Erik. Hieroglyphic studies of the Renaisssance, p. 15.

RIVOSECCHI, Valerio. Esotismo in Roma Barocca: studi sul padre Kircher.Roma: Bulzoni Editore, 1982, p. 26.

WILDUNG, Dietrich. O Egipto: da pré-história aos romanos. Lisboa: Taschen, 1998, pp. 225 – 226.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2007 Evelyne Azevedo

Downloads

Não há dados estatísticos.