Ressurgência das imagens

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/visuais.v7i2.15997

Palavras-chave:

Imagem, Agências, Transculturalização

Resumo

No presente artigo, apresento as linhas gerais de uma pesquisa inicial cujo interesse está orientado para as teorias, levando em consideração às modulações de uso que as diferentes culturas dão à imagem em face da ressurgência desta na arte metropolitana, campo tradicional das representações eurocêntricas, hoje em disputa com as culturas periféricas, em especial, o caso brasileiro. Diante da transculturalização que esse processo promove, e para fins conceituais e metodológicos, iremos considerar três modalidades de agências cruzadas que nos servirão de recorte aos estudos que pretendemos realizar em relação às imagens da arte: 1) agência transcendente; 2) agência afeccional; 3) agência metamórfica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciano Vinhosa Simão, Universidade Federal Fluminense

Doutorado em Études et Pratiques des Arts pela Université du Québec à Montréal. Professor Associado do Departamento de Arte e do Programa de Pós-graduação em Estudos Contemporâneos das Artes da Universidade Federal Fluminense. 

Referências

ARTHUR, Danto. La transfiguration du banal. Paris, Seuil, 1989.

BARBOSA, Andrea et ali. A experiência da imagem etnográfica. Sap Paulo: Terceiro nome, 2016.

BELTING, Hans. Image et culte: une histoire d’art avant de l’art. Paris: Du Cerf, 2007.

BELTING, Hans. Antropologia da imagem. Lisboa: KKYM + EAUM, 2014.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertand Brasil, 2009.

DEBRAY, Régis. Vida e morte da imagem: uma história da imagem no ocidente. Petrópolis: Vozes, 1993.

DESCOLA, Philippe. Par-delà, nature et culture. Paris: Gallimard, 2005.

GELL, Alfred. Arte e agência. São Paulo: UBU, 2018.

GOMES, Denise Maria Cavalcante. A compreensão de outros mundos: teoria e método para analisar imagens ameríndias. In: Revista Kaypunku, v. 4, n 1 jun. De 2019. pp 101-130. Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

KANT, Immanuel. Crítica da faculdade de Julgar. Rio de janeiro: Forense Universitária, 1993.

MONDZAIN, Marie-José. Imagem, ícone, economia: as fontes bizantinas da imaginário contemporâneo. Rio de Janeiro: Contraponto, Museu da Arte do Rio, 2013.

MONDZAIN, Marie-José. A imagem pode matar? Lisboa: Passagens, 2017.

NAVES, Rodrigo. Cícero Alves dos Santos [Veio]: esculturas. São Paulo: Martins Fontes, 2014.

OITICICA, Hélio. Hélio Oiticica. Rio de Janeiro: Centro de Arte Helio Oiticica, 1996.

PANOFSKY, Erwin. O significado nas artes visuais. Lisboa: Presença, 1989.

TAYLOR, Anne-Christine; VIVEIROS de CASTRO, Eduardo. Un corps fait de regards (Amazonie). In: BRETON, S. et al. (orgs). Musée du Quai Branly/Flammarion, Paris: 2006.

SHCILLER, Friedrich. Lettres sur l’éducation esthétique de l’homme. Paris: Aubier, 1992.

VERNANT, Jean-Pierre. Figuras, ídolos, máscaras. Lisboa: Teorema, 1991.

VINHOSA, Luciano. Fotoperformance, passos titubeantes de uma linguagem em emancipação. In: 23º Encontro da Associação nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas, 2014. Belo Horizonte: ANPAP; Programa de Pós-graduação em Artes - UFMG, 2014. v. 1. p. 2881-2885.

VINHOSA, Luciano (a). Photoperformance ou les pas titubants d’un langage en émancipation. In: Sylvie Coëllier. (Org.). La performance, encore. 1ed.Aix-en-Provance: Presses Universitaires de Provence, 2016, v. 1, p. 163-171.

VINHOSA, Luciano (b). Fotoperformance em montagem: entre ficcionalidade e ficção. In: 25 Encontro da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas, 2016, Porto Alegre. A arte: seus espaços e/em nosso tempo. Porto Alegre/ Santa Maria: ANPAP : UFSM, PPGART : UFRGS, PPGAV, 2016. v. 1. p. 1019-1038.

VINHOSA, Luciano. Conjunções disjuntivas na colagem: fotoperformance e anacronismo. In: 26 Encontro da associação Nacional dos Pesquisadores em Artes Plásticas, 2017, Campinas. Mémorias e inventações. Campinas: ANPAP, 2017. v. 1. p. 1419-1431.

VINHOSA, Luciano. Mise-en-scéne em fotoperformance: representar o representado. Revista Visuais, Campinas, SP, v. 4, n. 6, p. 137–151, 2018. DOI: 10.20396/visuais.v4i6.12119.

VINHOSA, Luciano. Videoperformance : corpo em trânsito. Estado da Arte, v. 1, p. 1-13, 2020. Uberlândia: UFU, 2020.

VINHOSA, Luciano (a). Dispositivos de imersão e a autorrepresentação do espectador: o uso do televisor em espaços expositivos. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 5, n. 1, p. 336–346, 2021.

VINHOSA, Luciano (b). Nem teatro nem cinema: a performance no espaço de exclusão. Arte & ensaios, vol. 27, n. 41, jan.-jun, 2021, p. 298-314.

VINHOSA, Luciano (c). Atualidade da performance: das narrativas como vivências continuadas. Concinnitas, v.22, n.40, Rio de Janeiro, março de 2021, p. 266-276.

Downloads

Publicado

2021-12-16

Como Citar

SIMÃO, L. V. Ressurgência das imagens. Revista Visuais, Campinas, SP, v. 7, n. 2, p. 155–172, 2021. DOI: 10.20396/visuais.v7i2.15997. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/visuais/article/view/15997. Acesso em: 28 nov. 2022.