A intertextualidade na arte brasileira de Glauco Rodrigues

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/visuais.v3i4.12185

Palavras-chave:

Glauco Rodrigues, Intertextualidade, Arte brasileira.

Resumo

Neste artigo, investigamos a intertextualidade na obra do artista plástico Glauco Rodrigues (1929-2004) que possibilita o diálogo com diversos artistas. Nesse processo, buscamos conhecer a sua trajetória artística para compreender como a intertextualidade torna-se enfática no seu trabalho. O desenvolvimento da sua comunicação visual se inicia com um realismo regional, passa pela arte abstrata, e retorna ao figurativo sob o impacto da Pop Art. Diante deste percurso, Glauco Rodrigues passa a desenvolver uma linguagem visual brasilianista e antropofágica. Partimos do pressuposto que para apreciação crítica das artes plásticas faz-se necessária uma investigação do objeto de arte. Para tanto, selecionamos quatro trabalhos do artista para análise dos seus elementos de composição. Os quadros de Glauco Rodrigues contêm uma iconografia brasileira que resgata por meio da intertextualidade a nossa herança pictórica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marília Longo Araújo Floridia, Universidade Estadual de Campinas

Especialista em Artes Visuais, Intermeios e Educação pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas.

Referências

A COR do Brasil. Direção: Cacá Silveira. Brasil: TVE-RJ, 1989. (44 min)

AMARAL, Aracy A. Tarsila: sua obra e seu tempo. São Paulo: Ed. 34; Edusp, 2003.

ARGAN, Giulio C. Arte moderna. São Paulo: Companhia da Letras, 2013.

CALIRMAN, Claudio. Arte brasileira na ditadura militar: Antonio Manuel, Artur Barrio, Cildo Meireles. Rio de Janeiro: Reptil, 2013.

CARDOSO, Rafael. A arte brasileira em 25 quadros [1790-1930]. Rio de Janeiro: Record, 2008.

CAVA, Antonio (org). O universo gráfico de Glauco Rodrigues. Brasília: Caixa Cultural, 2013.

DONDIS, Donis A. Sintaxe da linguagem visual. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

GLAUCO do Brasil. Documentário. Direção: Zeca Brito. Brasil: Boulevard Filmes, 2015. (90 min).

KRISTEVA, Julia. Introdução à semanálise. São Paulo: Perspectiva, 2005.

PEIRCE, Charles S. Semiótica. São Paulo: Perspectiva, 2015.

SCHWARCZ, Lilia M. A batalha do Avaí. Rio de Janeiro: Sextante, 2013.

SCHWARCZ, Lilia M.; VAREJÃO, Adriana. Pérola imperfeita: a história e as histórias na obra de Adriana Varejão. Rio de Janeiro: Cobogó, 2014.

VERÍSSIMO, Luis F. Glauco Rodrigues. Rio de Janeiro: Salamandra, 1989.

Downloads

Publicado

2017-06-22

Como Citar

FLORIDIA, M. L. A. A intertextualidade na arte brasileira de Glauco Rodrigues. Revista Visuais, Campinas, SP, v. 3, n. 4, p. 190–217, 2017. DOI: 10.20396/visuais.v3i4.12185. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/visuais/article/view/12185. Acesso em: 11 ago. 2022.