Ignez Sabino

interpretações sobre o Brasil e uma historiografia feminista no século XIX

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/tematicas.v30i59.15915

Palavras-chave:

História das mulheres, Imprensa feminista, Literatura de autoria feminina

Resumo

A escritora baiana Maria Ignez Sabino Pinho Maia (1853-1911) dedicou-se ao estudo de trajetórias de mulheres brasileiras célebres em sua obra Mulheres Ilustres do Brasil (1899). Lançamos mão de sua produção literária e jornalística para explorar a hipótese interpretativa de uma proposta de historiografia feminista atrelada ao projeto literário de Ignez Sabino. Para tanto, utilizaremos romances, poemas, contos, artigos e perfis biográficos publicados pela escritora na imprensa nacional e portuguesa, a fim de: 1) apresentar ao público leitor um panorama da extensa obra de Sabino e 2) mostrar como ela se articula à interpretação da escritora sobre a história do Brasil e o papel das mulheres na construção da política, da cultura e da sociedade brasileira, sobretudo no contexto de transição entre a Monarquia e a República, momento decisivo de reivindicação de direitos para as mulheres e embates travados pelo feminismo na imprensa nacional.    

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laila Correa e Silva, Universidade Estadual de Campinas

Doutora em História Social pela Universidade Estadual de Campinas.

Referências

A ESTAÇÃO꞉ jornal ilustrado para a família, Rio de Janeiro (1879-1904).

A FAMÍLIA: São Paulo-Rio de Janeiro (1888-1894).

AZEVEDO, Josephina Álvares de. Galleria Illustre: Mulheres Célebres. Rio de Janeiro: Typ. a Vapor, 1897.

CARVALHO, José Murilo. A formação das almas: o imaginário da República no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

CASTRO, Carla. Resquícios de memórias: dicionário biobibliográfico de escritoras ilustres cearenses do século XIX. Fortaleza: Expressão Gráfica, 2019.

DAFLON, Verônica Toste; SORJ, Bila (Orgs.). Clássicas do pensamento social: mulheres e feminismos no século XIX. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 2021.

DUARTE, Constância Lima. Imprensa feminina e feminista no Brasil: Século XIX: dicionário ilustrado. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2016.

FERREIRA, Luzilá Gonçalvez [et al]. Suaves Amazonas: mulheres e abolição da escravatura no Nordeste. Recife: Editora Universitária UFPE, 1999.

GALENO, Henriqueta. Mulheres do Brasil, 05 volumes. Fortaleza: Editora Henriqueta Galeno, 1971.

GUIMARÃES, Ruth. Mulheres Célebres. São Paulo: Editora Cultrix, 1960.

GOMES, Raquel Gryszczenko Alves. Olive Schreiner, literatura e a construção da nação sul-africana, 1880-1902. Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP, 2010.

HALE, Sarah Josepha Buell. Women's record: or, Sketches of all distinguished women, from "the beginning" until A.D. 1850: arranged in four eras: with selections from female writers of every age. London: S. Low, 1853.

HOLLANDA, Heloísa Buarque de. O estranho horizonte da crítica feminista no Brasil. In: SUSSENKIND, Flora; Dias, Tânia; Azevedo, Carlito (orgs.). Vozes femininas: gêneros, mediações e práticas da escrita. Rio de Janeiro: 7Letras: Fundação Casa Rui Barbosa, 2003.

JORNAL DO BRASIL, Rio de Janeiro, 17, 18, 20 e 27 de setembro de 1902.

LIBLIK, Carmem Silvia da Fonseca Kummer. Uma história toda sua: trajetórias de historiadoras brasileiras (1934-1990). Tese de Doutorado em História. Universidade Federal do Paraná, 2017.

MACEDO, Joaquim Manuel. Mulheres Célebres. Rio de Janeiro: B. L. Garnier, Livreiro-Editor, 1878.

MUZART, Zahidé Lupinacci. Escritoras Brasileiras do século XIX. Florianópolis: Editora Mulheres; Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2000.

NICODEMO, Thiago Lima; SANTOS, Pedro Afonso Cristovão dos; PEREIRA, Mateus Henrique de Faria. Uma introdução à história da historiografia brasileira (1870-1970). Rio de Janeiro: FGV Editora, 2018.

OLIVEIRA, Maria da Glória Oliveira. Escrever vidas, narrar a história: a biografia como problema historiográfico no Brasil oitocentista. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2011.

OLIVEIRA, Maria da Glória Oliveira. Os sons do silêncio: interpelações feministas decoloniais à história da historiografia. História da Historiografia, v. 11, n. 28, set-dez, ano 2018.

PIMENTEL, Alberto. “Prefácio”. In: SABINO, Ignez. Lutas do Coração. Atualização do texto e notas por Susan Canty Quinlan. Florianópolis: Editora Mulheres; Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 1999.

RAMDAY, Morna. Man up꞉ a study of gendered expectations of masculinities at the Fin de Siècle. Cambridge, UK꞉ Cambridge Scholars Publishing, 2015.

SABINO, Ignez. “A civilização e a poesia”. A Família, Rio de Janeiro, 10 de abril de 1890.

SABINO, Ignez. Mulheres Illustres do Brazil. Rio de Janeiro: H. Garnier, Livreiro-Editor, 1899.

SABINO, Ignez. “Direitos Femininos”. In: Novo Almanach de Lembranças Luso-Brasileiro para o ano de 1906. Lisboa: Pareceria Antonio Maria Pereira, 1905.

SILVA, Joaquim Norberto de Souza e. Brasileiras Célebres. Brasília: Senado Federal, Conselho Editorial, 2004.

SILVA, Laila Thaís Correa e. Dos projetos literários dos "homens de letras" à literatura combativa das mulheres de letras: imprensa, literatura e gênero no Brasil de fins do século XIX. Tese de Doutorado em História Social. Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP, 2021.

SMITH, Bonnie. Gênero e História: homens, mulheres e a prática histórica. Tradução de Flávia Beatriz Rossler. Bauru, SP: EDUSC, 2003.

TAKAK, Fani Miranda. Retórica e poder: o paratexto prefacial de autoria feminina no Brasil do século XIX. Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 49, p. 446-452, out-dez. 2014.

VIGNERON, Frances Hale. Studying for survival: Sarah Josepha Hale, American´s first woman editor. Chapel Hill, N.C: Professional Press, 1993.

Downloads

Publicado

2022-06-10

Como Citar

SILVA, L. C. e. Ignez Sabino: interpretações sobre o Brasil e uma historiografia feminista no século XIX. Tematicas, Campinas, SP, v. 30, n. 59, p. 22–56, 2022. DOI: 10.20396/tematicas.v30i59.15915. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tematicas/article/view/15915. Acesso em: 5 dez. 2022.