Banner Portal
O olhar sociológico de Otávio Dulci sobre a “questão regional”
PDF

Palavras-chave

Projetos de desenvolvimento
Questão regional
Otávio Dulci
Elites políticas

Como Citar

CARDOSO, Antônio Dimas; TIBO, Lucas. O olhar sociológico de Otávio Dulci sobre a “questão regional”. Tematicas, Campinas, SP, v. 29, n. 57, p. 64–87, 2021. DOI: 10.20396/tematicas.v29i57.13902. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tematicas/article/view/13902. Acesso em: 15 abr. 2024.

Resumo

O objetivo deste artigo é o de refletir sobre a contribuição do sociólogo e cientista político Otávio Soares Dulci (1948-2018) na análise da “questão regional” e suas interfaces com o projeto de desenvolvimento das elites periféricas, no contexto político pós-revolução de 1930. Argumentamos que Dulci problematiza a interpretação sociológica da modernização no Brasil, tendo o estado de Minas Gerais como principal referência de investigação. Com essa discussão, o que se almeja é reconhecer o legado de Otávio Dulci para o Pensamento Social Brasileiro, não somente como analista dos cânones das Ciências Sociais produzidas no país, mas também como formulador da sociologia histórica e do desenvolvimento, que incorpora na dimensão macrossocial o conjunto de valores e ação política de grupos empresariais.

https://doi.org/10.20396/tematicas.v29i57.13902
PDF

Referências

ARRUDA, Maria Arminda do Nascimento. Mitologia da mineiridade: o imaginário mineiro na vida política e cultural do Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1999.

CARDOSO, Fernando Henrique. Empresário industrial e desenvolvimento econômico. São Paulo: Difusão Europeia do Livro, 1964.

CARDOSO, Fernando Henrique; FALETTO, Enzo. Dependência e desenvolvimento na América Latina: ensaios de interpretação sociológica. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1984.

CARDOSO, Antônio Dimas; PEREIRA, Laurindo Mekie. Intelectuais e a modernização no Brasil: os caminhos da Revolução de 1930. Montes Claros/MG: Editora Unimontes, 2020.

CHAGURI, Mariana Miggiolaro. Entre a nação e a região: produção, circulação e efeito político das ideias. Anais do XV Congresso Brasileiro de Sociologia, Curitiba-PR, de 26 a 29 de julho de 2011.

DULCI, Otávio Soares (Org.). Minas Gerais 2000-2015. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2016.

DULCI, Otávio Soares. Desenvolvimento Social e Contribuição das Políticas Públicas. In: Congresso em Desenvolvimento Social, IV, Conferência. Unimontes: Montes Claros, 2014.

DULCI, Otávio Soares. Generalidade e particularidade na sociologia brasileira. Revista Sociedade e Estado. Brasília: Junho/dezembro, 2000.

DULCI, Otávio Soares. Política e Recuperação Econômica em Minas Gerais. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1999.

DULCI, Otávio Soares. As elites mineiras e a conciliação: a mineiridade como ideologia. Ciências Sociais Hoje, São Paulo, p. 7-31, 1984.

FERNANDES, Florestan. A revolução burguesa no Brasil: ensaio de interpretação sociológica. Rio de Janeiro: Zahar, 1976.

FERNANDES, Florestan Economia e sociedade no Brasil: análise sociológica do subdesenvolvimento. São Paulo: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (USP), Centro de Sociologia Industrial e do Trabalho, Cadeira de Sociologia, 1962.

HELAYEL, Karim. Um sociólogo na periferia do capitalismo: a sociologia histórico-comparada de Fernando Henrique Cardoso. Anais do 44º Encontro Anual da ANPOCS - GT32 - Pensamento Social no Brasil, de 01 a 11 de dezembro de 2020.

MANIFESTO DOS MINEIROS. Documento. Fundação Getúlio Vargas. Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Rio de Janeiro, 1943.

MARTINS, Luciano. Industrialização, burguesia nacional e desenvolvimento. Rio de Janeiro: Saga, 1968.

NABUCO, Carolina. A vida de Virgílio de Melo Franco. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editora, 1962.

PREBISCH. Raúl. O desenvolvimento econômico da América Latina e alguns de seus problemas principais. Revista Brasileira de Economia, v. 3, n. 3, 1949.

RAMOS, Alberto Guerreiro. A redução sociológica. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1996.

SCHWARTZMAN, Simon. Bases do Autoritarismo Brasileiro. Campinas/SP: Editora Unicamp, 2018.

SOMBART, Werner. Os judeus e a vida econômica. São Paulo: Editora Unesp, 2014.

TROTSKI, Leon. História da Revolução Russa. Rio de Janeiro: Saga, 1967.

VEBLEN, Thorstein. A Alemanha Imperial e a Revolução Industrial. In: James – Dewey – Veblen. São Paulo: Abril, 1974 (Coleção Os Pensadores, v. XI).

VIANNA, Oliveira. Evolução do Povo Brasileiro. São Paulo: Nacional, 1938.

VILLA BÔAS, Glaucia. 80 anos de Ciências Sociais na UFRJ: relembrando o pioneirismo dos projetos Grupos Econômicos (1962) e Trabalhadores Cariocas (1987). Revista Sociologia & Antropologia. Rio de Janeiro, v. 09, p. 297-312, 2019.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Antônio Dimas Cardoso, Lucas Tibo

Downloads

Não há dados estatísticos.