Banner Portal
A formação da elite militar brasileira
PDF

Palavras-chave

Escola de Estado-Maior do Exército
Instituições Militares de Ensino
História da Educação Militar

Como Citar

MARCUSSO, Marcus. A formação da elite militar brasileira: educação militar, escola de Estado-maior do exército e o Ministério da Guerra de Góes Monteiro (1934-1935). Tematicas, Campinas, SP, v. 28, n. 56, p. 70–106, 2020. DOI: 10.20396/tematicas.v28i56.12308. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tematicas/article/view/12308. Acesso em: 17 jun. 2024.

Resumo

A Escola de Estado-Maior (EEM) foi criada em 1905, e tinha como principal objetivo fornecer aos oficiais do Exército Brasileiro uma instrução militar superior que os habilitasse para exercer funções no Estado-Maior do Exército. O presente artigo tem como principal objetivo compreender as mudanças ocorridas na educação militar brasileira, de forma geral, e na Escola de Estado-Maior do Exército, de forma específica, durante a breve, mas intensa, gestão do General Góes Monteiro no Ministro da Guerra entre 1934 e 1935. Para tanto, foram consultados documentos oficiais (regulamentos de ensino, relatórios do ministério da guerra e da chefia do Estado-Maior do Exército), além de memórias e relatos memorialísticos de ex-alunos da Escola de Estado-Maior. O estudo sobre a Escola de Estado-Maior do Exército proporciona uma compreensão aprofundada sobre a formação do oficial-aluno do Exército Brasileiro, e as relações estabelecidas entre militares e civis nas primeiras décadas do século XX.

https://doi.org/10.20396/tematicas.v28i56.12308
PDF

Referências

ABREU, Alzira Alves de. (Coord). Juracy Magalhães: minhas memórias provisórias. (Depoimento prestado ao CPDOC). Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 1982.

BRASIL. Decreto nº 13.451, de 29 de Janeiro de 1919 - Estabelece bases para a reorganização do ensino militar e criação de cursos de aviação, veterinária e outros. Câmara dos Deputados. Brasília, DF. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1910-1919/decreto-3565-13-novembro-1918-572621-publicacaooriginal-95858-pl.html Acesso em: 27.Ago. 2019.

BRASIL. Decreto nº 23.126, de 21 de Agosto de 1933 – Lei do ensino militar. Câmara dos Deputados. Brasília, DF. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1930-1939/decreto-23126-21-agosto-1933-515957-publicacaooriginal-80236-pe.html Acesso em: 08.jan. 2019.

BRASIL. Decreto nº 95, de 21 de Março de 1935-Altera o regulamento da Escola de Estado-Maior. Câmara dos Deputados. Brasília, DF. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1930-1939/decreto-95-21-marco-1935-522264-publicacaooriginal-1-pe.html Acesso em: 5 jan. 2019.

CAMARGO, Aspásia; GÓES, Walter. Meio século de combate: diálogo com Cordeiro de Farias. Rio de Janeiro: Editora Biblioteca do Exército, 2001.

CARVALHO, José Murilo de Carvalho. Vargas e os Militares: aprendiz de feiticeiro. pp. 102-126. In: CARVALHO, José Murilo de Carvalho. Forças Armadas e política no Brasil. Rio de Janeiro: Editora Jorge Zahar, 2005.

CARVALHO, José Murilo de Carvalho. Forças Armadas e política (1930-1945). pp.62-101. In: CARVALHO, José Murilo de Carvalho. Forças Armadas e política no Brasil. Rio de Janeiro: Editora Jorge Zahar, 2005.

CPDOC/FGV, ANL. Aliança Nacional Libertadora. In: Dossiê: A Era Vargas: dos anos 20 a 1945 - Anos de Incerteza (1930 - 1937) .s/d. Disponível em: http://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/AEraVargas1/anos30-37/RadicalizacaoPolitica/ANL Acesso em: 18. out. 2019.

CPDOC/FGV, AIB. Ação Integralista Brasileira. In: Dossiê: A Era Vargas: dos anos 20 a 1945 - Anos de Incerteza (1930 - 1937).s/d. Disponível em: http://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/AEraVargas1/anos30-37/RadicalizacaoPolitica/AIB Acesso em: 18. out. 2019.

ESTEVES, Diniz. Documentos Históricos do Estado-Maior do Exército. Brasília: EME, 1996.

FARIAS, Osvaldo Cordeiro de. (1936) Conceito de apreciação geral de aluno. Arquivo Cordeiro de Farias (CFa tv 1935.04.00). CPDOC/FGV, Rio de Janeiro.

JANOWITZ, Morris. O soldado profissional um estudo social e político. Tradução de Donaldson M. Garschagen. Rio de Janeiro: Edições GRD, 1967.

LOPES, Theodorico & TORRES, Gentil. Ministros da Guerra do Brasil (1808-1946). Rio de Janeiro: Ministério da Guerra, 1947.

MALAN, Alfredo Souto. Missão militar francesa de instrução junto ao exército brasileiro. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 1988.

MARCUSSO, Marcus Fernandes. Educação militar brasileira: os regulamentos de ensino da Escola de Estado-maior do Exército (1905-1937). Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal de São Carlos. São Carlos, 2017.

MARTINS FILHO, João Roberto. Forças Armadas e política (1945-1964): a ante-sala do golpe. In: FERREIRA, Jorge; DELGADO, Lucilia de Almeida Neves (Orgs.). O Brasil Republicano: O tempo da experiência democrática. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003. v. 3, p. 97-126.

MCCANN, Frank D. Soldados da Pátria: História do Exército Brasileiro (1889-1937).trad. Laura Teixeira Motta. Companhia das Letras: São Paulo, 2009.

MONTEIRO, Pedro Aurélio de Góes. Relatório do Ministro da Guerra de 1934.Rio de Janeiro: Imprensa Oficial, 1935.

MORAIS, Ronaldo Queiroz de. Do Exército Moderno à República Militar: Caserna, Política e Tensão (1913-1977). 2009. 667f. Tese (Doutorado em História Social) – USP. São Paulo, 2009.

MURICY, Antônio Carlos da Silva. Antônio Carlos Murici I (depoimento, 1981). Rio de Janeiro, CPDOC, 1993.

OLIVEIRA NETO, Amaro Soares de. Concurso de Admissão à Escola de Comando e Estado-Maior do Exército: os olhos da tradição voltados para o futuro. Revista CMM/PADECEME,nº22. pp.1-11. 2º quadrimestre de 2010. Disponível em: http://www.eceme.ensino.eb.br/meiramattos/index.php/RMM/article/viewFile/34/59 Acesso em: 26. ago. 2019.

RAMOS Plínio de Abreu, MONTEIRO, Góis [verbete]. Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro (DHBB) Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, Fundação Getúlio Vargas. (CPDOD/FGV), Rio de Janeiro, 2010. Disponível em http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/arquivo Acesso em: 10. out. 2019.

RODRIGUES, Fernando da Silva. Uma carreira: as formas de acesso à escola de formação de oficiais do Exército brasileiro no período de 1905 a 1946. 2008. 268 f. Tese (Doutorado em História Política). Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.

RIBEIRO FILHO, João Gomes. Relatório do Ministro da Guerra de 1935. Rio de Janeiro: Imprensa Oficial, 1936.

SEIDL Ernesto. Elites militares, trajetórias e redefinições político-institucionais (1850-1930). Revista de sociologia e política. v. 16, nº 30, pp. 199-220 jun. 2008.

TÁVORA, Juarez. Uma Vida e muitas Lutas- memórias: a caminhada no altiplano. Rio de Janeiro: Editora José Olympio, 1974. (volume II)

WRIGHT MILLS, Charles. A elite do poder. Rio de Janeiro: Zahar, 1962.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2020 Marcus Marcusso

Downloads

Não há dados estatísticos.