Diálogos difíceis

violência contra a mulher - estruturante do modelo de exploração e acumulação

Autores

  • Marielle Franco Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.20396/tematicas.v26i52.11702

Palavras-chave:

Violência, Mulher, Movimento feminista

Resumo

Obrigada pelo convite, mais uma vez. O quantas das vezes que nos encontramos eu fico feliz; que a gente consiga permanecer assim: na luta, na rua, mesmo nos seminários, na reflexão para além do nosso mês. Bárbara, professora querida, do lugar da luta dos Direitos Humanos. Eu também queria começar por aí: quando se traz o debate da justiça restaurativa – e hoje temos de se pensar [enquanto] feminista antipunitivista, ou feminista não acreditando no processo de encarceramento em massa que está colocado – é um grande desafio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marielle Franco, Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro

Socióloga graduada em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Assessora Parlamentar na ALERJ - Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Referências

FRANCO, M. Diálogos difíceis : violência contra a mulher - estruturante do modelo de exploração e acumulação. Temáticas, v. 26, n. 52, p. 23-30, 30 dez. 2018. https://doi.org/10.20396/temáticas.v26i52.11702

Downloads

Publicado

2018-12-30

Como Citar

FRANCO, M. Diálogos difíceis : violência contra a mulher - estruturante do modelo de exploração e acumulação. Tematicas, Campinas, SP, v. 26, n. 52, p. 23–30, 2018. DOI: 10.20396/tematicas.v26i52.11702. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tematicas/article/view/11702. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Homenagem