A amostragem em bola de neve na pesquisa qualitativa

um debate em aberto

Autores

  • Juliana Vinuto Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.20396/tematicas.v22i44.10977

Palavras-chave:

Amostragem em bola de neve, Amostra não probabilística, Métodos qualitativos

Resumo

Este artigo pretende discutir a amostragem nomeada como “bola de neve”, uma forma de amostra não probabilística que utiliza cadeias de referência. Apesar de suas limitações, a amostragem em bola de neve pode ser útil para pesquisar grupos difíceis de serem acessados ou estudados, bem como quando não há precisão sobre sua quantidade. Além disso, esse tipo específico de amostragem também é útil para estudar questões delicadas, de âmbito privado e, portanto, que requer o conhecimento das pessoas pertencentes ao grupo ou reconhecidos por estas para localizar informantes para estudo. Apesar da existência de alguns trabalhos sobre essa forma de amostragem em outros países, no Brasil é quase nula a produção de artigos referentes à própria aplicação dessa forma de amostragem, e este trabalho pretende auxiliar nas discussões possíveis sobre a mesma. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Vinuto, Universidade Federal Fluminense

Doutora pelo Programade Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora do Departamento de Segurança Pública  da Universidade Federal Fluminense. 

Referências

ALMINO, J. O Segredo e a informação: ética e política no espaço público. São Paulo: Brasiliense, 1986.

BECKER, H. Métodos de pesquisa em ciências sociais. São Paulo: Hucitec, 1993.

BERNARD, H. R. Research methods in anthropology: qualitative and quantitative approaches. Lanham, MD: AltaMira Press, 2005.

BIERNARCKI, P.; WALDORF, D. Snowball sampling-problems and techniques of chain referral sampling. Sociological Methods and Research v. 10, n. 2, p. 141-163, nov. 1981.

CORRÊA, V. B. D. Ressocializar ou manter a ordem social: dilema dos atores envolvidos na execução e aplicação das medidas socioeducativas privadas de liberdade. Porto Alegre, 2007. Dissertação (Mestrado em Sociologia). Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Pontifícia, Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

FARIAS, P. S.; NARCISO, L. Cadeia de chocolate: os funcionários da FEBEM falam. São Paulo: Arte & Ciência, 2005.

HANDCOCK, M. S.; GILE, K. J. On the Concept of Snowball Sampling. Sociological Methodology, v. 41, n. 1, p. 367-371, ago. 2011.

MARTINS, H. H. T. de S. Metodologia qualitativa de pesquisa. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n. 2, p. 289-300, maio/ago. 2004.

Downloads

Publicado

2014-12-30

Como Citar

VINUTO, J. A amostragem em bola de neve na pesquisa qualitativa: um debate em aberto. Tematicas, Campinas, SP, v. 22, n. 44, p. 203–220, 2014. DOI: 10.20396/tematicas.v22i44.10977. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tematicas/article/view/10977. Acesso em: 17 set. 2021.

Edição

Seção

Dossiê