A história oral e sua contribuição para a recuperação da memória e da história do ensino técnico e profissional agrícola em Jacareí- SP

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20888/ridphe_r.v4i2.9667

Palavras-chave:

História Oral. Ensino profissional agrícola. Turma feminina.

Resumo

A história oral tem sido empregada nas pesquisas sobre a educação profissional paulista como uma das metodologias para recuperar a memória e a história do ensino técnico. Neste artigo apresentam-se as possibilidades de sua utilização nos estudos, especialmente quando se aborda a representação discente do curso de Iniciação Agrícola em Jacareí, SP, na então Escola Profissional Agrícola e Industrial Mista Cônego José Bento, em relação à cultura escolar de uma determinada época, como as disciplinas, os professores, os espaços e os recursos pedagógicos. Espera-se ressaltar, assim, as potencialidades desse procedimento nas investigações da educação do público escolar feminino no ensino agrícola, parte integrante do patrimônio educativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlia Naomi Kanazawa, Universidade Estadual de Campinas

Licenciada em História (1990) pela Universidade Estadual Paulista. Mestre em Ciências (História Social, 2008) pela Universidade de São Paulo. Doutoranda em História da Educação na Universidade Estadual de Campinas. Docente da Etec Cônego José Bento / CEETEPS-­SP. Tem experiência na área da Educação, com ênfase em ensino-­aprendizagem. Atua como pesquisadora nos seguintes temas: história e memória da educação profissional e imigração japonesa. É membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Memórias e História da Educação Profissional do Centro Paula Souza.

Referências

BOLETIM de notas de Sergia dos Santos Carneiro Pereira (cópia), 1950. Acervo Centro de Memória Etec Cônego José Bento.

BRASIL. Decreto-Lei nº 9.613, de 20 de agosto de 1946. Lei Orgânica do Ensino Agrícola. Rio de Janeiro, 1946.

______. Decreto-Lei nº 9.614, de 20 de agosto de 1946. Disposições transitórias para execução da Lei Orgânica do Ensino Agrícola. Rio de Janeiro, 1946.

CARVALHO, M. L. M. de; RIBEIRO, S. L. S. História oral na educação: memórias e identidades. São Paulo: Centro Paula Souza, 2013.

FOTOGRAFIA das alunas no aviário, 18 de agosto de 1948. Acervo Centro de Memória Etec Cônego José Bento.

FOTOGRAFIA da cerimônia de formatura no salão do internato, 1951. Acervo Centro de Memória Etec Cônego Bento.

FOTOGRAFIA das peças confeccionadas pelas alunas durante as aulas de corte e costura e apresentadas na exposição do final de ano, 1952. Acervo Centro de Memória Etec Cônego José Bento.

LOZANO, J. E. A. Prática e estilos de pesquisa na história oral contemporânea. In: FERREIRA. M. de M.; AMADO, J. (Orgs.). Usos e abusos da história oral. 8. ed.. Rio de Janeiro: FGV, 2006, p. 15-25.

LIVRO DE MATRÍCULA da Secção Feminina da Escola Profissional Agricola Industrial Mista Cônego Jose Bento. 1948. Acervo do Centro de Memória Etec Cônego José Bento.

O COMBATE. Jornal. 10 dez. 1950, n. 3, ano 1, p. 2-4. Acervo do Centro de Memória Etec Cônego José Bento.

REZENDE, M. L. Entrevista concedida a autora do estudo em 20 de junho de 2013. Acervo do Centro de Memória Etec Cônego. José Bento.

SÃO PAULO. Decreto nº 17.698, de 26 de novembro de 1947. Consolidação das leis e demais normas relativas ao ensino, 1947.

THOMPSON, P. A voz do passado: a história oral. Tradução de Lólio Lourenço de Oliveira. 3. ed.. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

Downloads

Publicado

2018-12-29

Como Citar

KANAZAWA, J. N. A história oral e sua contribuição para a recuperação da memória e da história do ensino técnico e profissional agrícola em Jacareí- SP. RIDPHE_R Revista Iberoamericana do Patrimônio Histórico-Educativo, Campinas, SP, v. 4, n. 2, p. 365–378, 2018. DOI: 10.20888/ridphe_r.v4i2.9667. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/ridphe/article/view/9667. Acesso em: 23 jul. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊ TEMÁTICO