Educação e cultura política antimilitarista: a contribuição dos movimentos sociais libertários e anarquistas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20888/ridpher.v8i00.17463

Palavras-chave:

Educação libertária, Cultura política, Antimilitarismo

Resumo

Este artigo trata de alguns pressupostos da educação e da cultura política antimilitarista, a partir de conceitos, significados e vivências cotidianas que residem nos movimentos sociais e nas produções científicas libertárias e anarquistas – pautados distintamente pela resistência antiautoritária e anticapitalista. Para isso, evidencio dinâmicas contrárias às guerras, ao militarismo e demais práticas de terrorismo de Estado, assinalando o significado político indissociável das lutas sociais que promovam a paz a partir da justiça social, igualdade, liberdade e outros valores que nos possibilite o reencontro com a arte de viver e o respeito radical aos seres humanos e à vida no planeta Terra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Bomfim Mariana, Universidade de Brasília, Brasil

Doutor em Educação/USP; Professor Associado da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (FEUnB) e credenciado no Programa de Pós-graduação em Educação - Modalidade Profissional da FEUnB (PPGEMP) no campo de pesquisa "Política, Gestão, Sociedade e Cultura"; Pesquisador colaborador do Centro de Investigação em Sociologia Económica e das Organizações (SOCIUS) do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) da Universidade de Lisboa. 

Referências

ANGATU, Casé; TUPINAMBÁ, Ayra. Terrorismo de Estado e lutas indígenas: (re)existências indígenas e indianidades, enfrentando 517 anos de ditaduras. In: PITTA et al. (orgs.). Terrorismo de Estado, direitos humanos e lutas sociais. São Paulo: Entremares, 2017.

BOOKCHIN, Murray. Textos dispersos. Lisboa: SOCIUS, 1998.

CLASTRES, Pierre. A sociedade contra o Estado. Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves, 1988.

COMITÊ DE SOLIDARIEDADE À RESISTÊNCIA POPULAR CURDA DE SÃO PAULO. Şoreşa Rojavayê: revolução, uma palavra feminina. São Paulo: Terra Livre, 2016.

FURTADO, Jorge. O dia em que Dorival encarou a guarda. Curta-metragem. Porto Alegre, 1986. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=Awedg1oki0g. Acesso em: 07 set. 2022.

GENNARI, Emilio. Chiapas: as comunidades Zapatistas reescrevem a história. Rio de Janeiro: Achiamé, 2002.

GRAEBER, David. Fragmentos de uma Antropologia Anarquista. Porto Alegre: Deriva, 2011.

LIPIANSKY, Edmond-Marc. A pedagogia libertária. São Paulo: Imaginário, 1999.

LUENGO, Josefa Martín. Paideia – 25 años de educación libertaria. Madrid: Colectivo Paideia, 2006.

MARIANA, Fernando B. Educação e ecologia: práticas de autonomia social ou renovados discursos do poder do capital transnacional? 2008. 180 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

MARIANA, Fernando B. Olhares e luares de liberdade: cultura de emancipação humana no MST e no EZLN. In: VARGAS NETTO, Sebastião L. F. V. Palavras que caminham o mundo: Histórias e místicas do EZLN e do MST. Rio de Janeiro: Publit, 2014.

MARIANA, Fernando B. Educação popular, cultura política e terrorismo de Estado. In: PITTA et al. (orgs.). Terrorismo de Estado, direitos humanos e lutas sociais. São Paulo: Entremares, 2017.

MARIANA, Fernando B. Educação, cultura política e memória social: resistência aos terrorismos de Estado. In: SILVA, F. T.; VILLAR, J. L.; BORGES, L. F. (orgs.). História e historiografia da educação brasileira: teorias e metodologias de pesquisa. Curitiba: Appris, 2020.

MOURA, Maria Lacerda de. Serviço militar obrigatório para mulher? Recuso-me! Denuncio! (e outros escritos...). São Paulo: Opúsculo Libertário, 1999.

MORIYÓN, Félix G. (org). Educação Libertária. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.

SOLÀ, Pere. Las escuelas racionalistas en Cataluña (1909-1939). Barcelona: Tusquets Editor, 1978.

THOREAU, Henry D. A desobediência civil. Porto Alegre: L&PM, 1997.

TOLSTOI, Leon. La escuela de Yasnaïa Poliana. Madrid: Ediciones Jucar, 1977.

TRAGTENBERG, Maurício. Teoria e ação libertárias. São Paulo: Ed. Unesp, 2011.

VANEIGEM, Raoul. Declaração Universal dos Direitos do Ser Humano. Lisboa: Antígona, 2003.

WALTER, Nicolas. Do anarquismo. São Paulo: Imaginário, 2000.

Downloads

Publicado

2022-12-30

Como Citar

MARIANA, F. B. Educação e cultura política antimilitarista: a contribuição dos movimentos sociais libertários e anarquistas. RIDPHE_R Revista Iberoamericana do Patrimônio Histórico-Educativo, Campinas, SP, v. 8, n. 00, p. e022031, 2022. DOI: 10.20888/ridpher.v8i00.17463. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/ridphe/article/view/17463. Acesso em: 21 fev. 2024.

Edição

Seção

DOSSIÊ TEMÁTICO