Les Pacifiques (1914) de Han Ryner: utopias antiautoritárias e anarquismo individualista

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20888/ridpher.v8i00.16692

Palavras-chave:

Han Ryner, Les Pacifiques, anarquismo individualista, utopias libertárias

Resumo

O objetivo deste artigo é refletir sobre a obra Les Pacifiques (Os Pacíficos) de Han Ryner, publicada em 1914, procurando ressaltar as intersecções entre utopias literárias antiautoritárias e anarquismo individualista. A utopia libertária imaginada foi instaurada na ilha de Atlântida e é caracterizada pela ausência do estado, pela inexistência de propriedade privada, pelo compartilhamento de bens, por uma tecnologia avançada, pelo amor livre e pela coexistência harmônica entre os seres humanos e a natureza. Esta utopia apresenta uma dimensão política educativa em sua própria organização, mas também se constitui em espaço de demonstração de experimentos educacionais libertários. O deslocamento trazido pelo estranhamento cognitivo provocado por esta sociedade igualitária, calcada na filosofia individualista da harmonia preconizada por Ryner, possibilita uma crítica radical e irônica à civilização europeia e ao capitalismo, no momento que se apresenta no horizonte a I Guerra Mundial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilson Leandro Queluz, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Brasil

Doutor em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2000); pós- doutor em Política Científica e Tecnológica na Unicamp (2009). Atualmente é professor da Universidade Tecnológica Federal do Paraná no Departamento de Estudos Sociais e no Programa de Pós-Graduação em Tecnologia e Sociedade (PPGTE) da UTFPR.

Referências

ABIDOR, Mitchel. Down With the Law: Anarchist Individualist Writings From Early Twentieth-Century France. Edinburgh: AK Press, 2019.

BAUDOUIN, Charles Baudouin. Studies in Psychoanalysis: An Account of Twenty-Seven Concrete Cases Preceded by a Theoretical Exposition. New York: Routeledge, 2015.

BERNERI, Maria Luisa. Viaje a través de utopía. Buenos Aires: Editorial Proyección, 1962.

CLAYES, Gregory. Utopia: A História de uma ideia. São Paulo: SESC, 2013.

COLOMBO, Eduardo. El imaginario social. Nordan-Comunidad: Montevideo 2002.

FREEDMAN, Carl. Critical Theory and Science Fiction. Middletown, CT: Wesleyan University Press, 2000.

FREUD, Sigmund. A Interpretação dos sonhos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2018.

GROSS, Otto. Por uma psicanálise revolucionária: ensaios. São Paulo: Annablume, 2017.

HONEYWELL, Carissa. Utopianism and anarchism. Journal of Political Ideologies, v. 12, n. 3, p. 239-254, out. 2007.

JAMESON, Fredric. Archaeologies of the Future. London; New York: Verso, 2005.

KINNA, Ruth. Anarchism and the politics of utopia. In: Davis, L. and Kinna, R. (eds.). Anarchism and Utopianism. Manchester: Manchester University Press, 2009. Disponível em: https://hdl.handle.net/2134/5900. Acesso em: 30 jul. 2022.

LENOIR, Hugues. Compêndio de Educação Libertária. São Paulo: Intermezzo, 2015.

LENOIR, Hugues; GAMBART, Perrine. Os anarquistas individualistas e a educação (1900-1914). São Paulo: Intermezzo, 2018.

KROPOTKIN, Piotr. Ajuda mútua: um fator de evolução. São Sebastião: A Senhora Editora, 2009.

NEVES, Roberto das. Han Ryner, o “Príncipe dos narradores filosóficos”, introdução. In: RYNER, Han. Manual Filosófico do Individualista. São Paulo: Germinal, 1966. p. 5-27.

PAPANIKOLAS, Theresa. Anarchism and the Advent of Paris Dada: Art and Criticism, 1914-1924. New York: Routeledge, 2016.

PARRY, Richard. The Bonnot Gang: The Story of the French Illegalists. Oakland: PM Press, 2016.

RYNER, Han. Manual Filosófico do Individualista. São Paulo: Germinal, 1966.

RYNER, Han. O Quinto Evangelho. São Paulo: Germinal, 1961.

RYNER, Han. The Pacifists. In: RYNER, Han. The Human Ant and Other Stories. Traduzido por Brian Stableford. Tarzana, CA: Black Coat Press: 2014. p. 183-324.

RYNER, Han. Les Pacifiques. Paris: Eugenie Figuière e Cie., 1914.

SARGENT, Lyman Tower. What is a utopia? Morus, Campinas, n. 2, p. 153-160, 2005.

TROUSSON, Raymond. História de La Literatura Utópica. Barcelona: Península, 1995.

WILLIAMS, Raymond. Culture and materialism. London: New York: Verso, 2005.

Downloads

Publicado

2022-12-20

Como Citar

QUELUZ, G. L. Les Pacifiques (1914) de Han Ryner: utopias antiautoritárias e anarquismo individualista. RIDPHE_R Revista Iberoamericana do Patrimônio Histórico-Educativo, Campinas, SP, v. 8, n. 00, p. e022018, 2022. DOI: 10.20888/ridpher.v8i00.16692. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/ridphe/article/view/16692. Acesso em: 21 fev. 2024.

Edição

Seção

DOSSIÊ TEMÁTICO