O Catalogo Geral das Obras da Bibliotheca do Gymnasio de Campinas e o Registro Crhonologico de Entrada: livros e manuscritos em diálogo no arquivo escolar (1896 a 1932)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20888/ridpher.v6i00.14845

Palavras-chave:

Arquivo escolar., Biblioteca histórica., Acervo manuscrito.

Resumo

A história do livro e os seus espaços de ocupação têm sido informados, não poucas vezes, a partir dos grandes feitos históricos da humanidade. Não resta dúvidas, por exemplo, que a prensa móvel de Gutemberg caracterizou-se como um grande marco na produção massiva de livros e outros materiais impressos, com consequências não só na  difusão do conhecimento, como também nas práticas de leitura, na escrita dos textos e na forma como a produção editorial vem sendo organizada e sistematizada para quem delas faz uso nos espaços ocupados (BURKE, 2002).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joel Martins Luz, Universidade Federal do Mato Grosso

Mestre em Educação (2013) e graduado em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com Especialização em Gestão de projetos pela Faculdade Anhanguera Educacional de Rondonópolis, MT. É pesquisador desde 2013 do Grupo de Pesquisa ALFALE: Alfabetização e Letramento Escolar (PPGEdu/UFMT - Centro de Documentação) e líder do Grupo de pesquisa AVOANTES: memória, educação e acervos, vinculado ao Curso de Biblioteconomia da UFMT, ao qual exerce a docência desde o ano de 2014. Atualmente é doutorando em Educação na Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Referências

BURKE, Peter. Uma história social do conhecimento, v.1: de Gutenberg a Diderot. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

BURKE, Peter. Problemas causados por Gutenberg: a explosão da informação nos primórdios da Europa moderna. Estudos Avançados, v.16, n. 44, 173-185, 2020. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/eav/article/view/9854. Acesso em: 01 dez. 2019.

CAMARGO, Ana Maria de Almeida, DELMAS, Bruno, ARDAILLON, Danielle, et al. (Orgs.). Dar nome aos documentos: da teoria à prática. São Paulo: Instituto Fernando Henrique Cardoso, 2015. Disponível em: https://fundacaofhc.org.br/files/dar_nome_aos%20documentos.pdf. Acesso em: 01 dez. 2019.

CASTRO, Cesar Augusto; VELAZQUEZ CASTELLANOS, Samuel Luis. O catálogo como fonte para a história (do livro, da leitura e da educação) no Maranhão Império. Cadernos de História da Educação (Online), v. 12, p. 455, 2013. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/che/article/view/25014/13908. Acesso em: 06 nov. 2020.

CASTRO, Cesar Augusto; VELAZQUEZ CASTELLANOS, Samuel Luis. O lugar do livro e da leitura no Maranhão Oitocentista: o Gabinete Português de Leitura. Outros Tempos, v. 13, p. 243-258, 2015. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/2118. Acesso em: 06 nov. 2020.

CERTEAU, Michel de. A escrita da história. 2. ed. Rio de Janeiro, RJ: Forense Universitária, 2002. 345 p.

CHARTIER, Roger. A aventura do livro: do leitor ao navegador, conversações com Jean Lebrun. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo/Editora UNESP, 1998.

CHARTIER, Roger. A ordem dos livros: leitores, autores e bibliotecas na Europa entre os séculos XIV e XVIII. 2. ed. Brasília: UnB, 1999. 111p.

DEAECTO, Marisa Midori. A Cidade e os Livros ou Como Formar uma Biblioteca?: Notas Históricas Sobre a Primeira Biblioteca Pública de São Paulo (1825 – 1887). Perspectivas em Ciência da Informação (on line), v. 22, p. 152-167, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/pci/v22nspe/1413-9936-pci-22-spe-00152.pdf. Acesso em: 06 nov. 2020.

ESPAGNE, Michel. Transferências culturais e história do livro, LIVRO – Revista do Núcleo do Livro e da Edição, n. 2, p. 21-34, ago. 2012.

MORAES, Rubens Borba de. Livros e bibliotecas no Brasil colonial. Rio de Janeiro, RJ; São Paulo: Livros Técnicos e Científicos: Secretaria da Cultura de Ciências e Tecnologia, 1979. 234p.

VIDAL, Diana Gonçalves. O exercício disciplinado do olhar: livros, leituras e práticas de formação docente do Instituto de Educação do Distrito Federal (1932-1937). Bragança Paulista: USF, 2001. 343p.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

LUZ, Joel Martins. O Catalogo Geral das Obras da Bibliotheca do Gymnasio de Campinas e o Registro Crhonologico de Entrada: livros e manuscritos em diálogo no arquivo escolar (1896 a 1932). RIDPHE_R Revista Iberoamericana do Patrimônio Histórico-Educativo, Campinas, SP, v. 6, n. 00, p. e020032, 2020. DOI: 10.20888/ridpher.v6i00.14845. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/ridphe/article/view/14845. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

DOCUMENTO