O “Amor à pátria”: representações de civismo nas páginas do Despertar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20888/ridpher.v6i00.14737

Palavras-chave:

Civismo, Educação Rural, Imprensa Educacional

Resumo

Este artigo é um fragmento de estudo desenvolvido em torno do Jornal Despertar, um impresso pedagógico produzido pela Diretoria de Instrução Pública do município gaúcho de Caxias do Sul, entre 1947 e 1954. O estudo buscou analisar os sentidos construídos pelos leitores do periódico, a partir das representações presentes em diferentes seções do jornal. Além disso, buscou compreender como as orientações influenciaram e transformaram as práticas dos habitantes das áreas rurais. Como aporte teórico foram utilizados conceitos da História Cultural e como metodologia análise documental de cinquenta e três edições do periódico. A investigação resultou no entendimento de que administração municipal valeu-se do periódico como um meio para fortalecer as representações sobre um arquétipo de “cidadão brasileiro” e, dessa forma, influenciar a comunidade rural aos comportamentos de civismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisangela Cândido da Silva Dewes, Universidade de Caxias do Sul

Bacharel em Relações Públicas pela Universidade de Caxias do Sul (UCS) (2004), Mestre em Educação pela Universidade de Caxias do Sul, Pós-Graduada em Cultura Organizacional e Comunicação com o Mercado pela Universidade de Caxias do Sul (UCS) (2011). Atualmente vinculada à linha de pesquisa em História e Filosofia da Educação, integrante do grupo de pesquisa História da Educação Imigração e Memória da Universidade de Caxias do Sul (GRUPHEIM).

José Edimar de Souza, Universidade de Caxias do Sul

Doutor em Educação (2015) pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da UNISINOS, com bolsa CAPES/PROEX e ênfase em História da Educação. Atualmente é professor da Universidade de Caxias do Sul, atua na graduação e na Área de Humanidades e no Programa de Pós-Graduação em Educação (mestrado e doutorado) - PPGEdu/UCS. 

Referências

ALMEIDA, D. B. A Educação rural como processo civilizador. In: STEPHANOU, M; BASTOS, M,H,C. (Org). Histórias e memórias da educação no Brasil. Vol I. Século XX. Petrópolis: Vozes, 2005.

AGUIAR JUNIOR, Arimatéa Freitas. Construção do Civismo e da Ordem: as festas oficiais comemoradas em Teresina no período de 1935 a 1945. In: ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA ORAL, 2013, Campinas. Anais eletrônicos [...] Campinas: ABHO-Regional Sudeste e CMU-Unicamp, 2013. Disponível em: https://www.sudeste2013.historiaoral.org.br/resources/anais/4/1374340204_ARQUIVO_JosedeArimateaFreitasAguiarJunior.pdf. Acesso em: 15 abr. 2019.

CARNEIRO, M. L. T. Livros proibidos, ideias malditas. O DEOPS e as minorias silenciadas. 2. ed. São Paulo: Ateliê Editorial, 2002.

CHARTIER, Roger. A história cultural. Entre práticas e representações. Tradução de Maria Manoela Galhardo. Lisboa: Difusão, 1988.

CHARTIER, Roger. O mundo como representação. Estudos avançados, São Paulo, v. 5, n. 11, abr. 1991.

SOUZA, José Edimar. Revista Eletrônica História em Reflexão FGV – Fundação Getúlio Vargas. Verbete: Euclides Triches. Disponível em: http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/verbete-biografico/triches-euclides. Acesso em: 11 jan. 2019.

FICO, Carlos. Reinventando o Otimismo: ditadura, propaganda e imaginário social no Brasil. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1997.

LUCHESE, Terciane Ângela. Itinerários das escolas italianas em terras brasileiras: uma história contada pelos materiais didáticos (1875-1945). In: ANPEDSUL, 10, Florianópolis, 2014. Anais [...]. Florianópolis: [s. n], 2014. Disponível em: http://xanpedsul.faed.udesc.br/arq_pdf/219-0.pdf. Acesso em: 27 jun. 2019.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. Cultura e Representações, uma trajetória. Anos 90, Porto Alegre, v. 13, n. 23/24, p.45-58, jan./dez. 2006. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/anos90/article/view/6395/3837. Acesso em: 03 mar. 2019.

SOUSA, Reginaldo Cerqueira. Uma higiene moral e do corpo: educação moral e cívica, as atividades físicas, esportivas e de lazer durante a ditadura militar. Revista Cordis, São Paulo, n. 14, p. 18-37, jan./jun. 2015. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/cordis/article/view/26135&gt. Acesso em: 22 mar. 2019.

TAMBARA, Elomar Antonio Callegado; ARRIADA, Eduardo. Civismo e educação na primeira república – João Simões Lopes Neto. História da Educação, Pelotas, v.13, n. 27 p. 279-292, jan./abr. 2009. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/asphe/article/view/29036. Acesso em: 22 mar. 2019.

VIEIRA, Cleber Santos. Civismo, República e manuais escolares. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 32, n. 63, p. 325-340, 2012

FONTES DOCUMENTAIS

BENVENUTTI, Esther Troian. Entrevista concedida a Juventino Dal Bó e Liliana Alberto Herichs. Caxias do Sul, 1983, fg 004-005.

BRASÍLIA, Câmara dos deputados. Decreto de Lei nº 9613, de 20 de agosto de 1946b. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/declei/1940-1949/decreto-lei-9613-20-agosto-1946-453681-publicacaooriginal-1-pe.html. Acesso em: 3 jan.

CAXIAS DO SUL. Programma Official para o Ensino nas Escolas Ruraes do Município de Caxias, 24 de abril de 1936a.

CAXIAS DO SUL. Lei Orgânica do Município – 1948. 27 de mar. de 1948a.

Disponível em: http://arquivomunicipal.caxias.rs.gov.br/index.php/lei-organica-do-municipio-7. Acesso em: 3 mar. 2019.

DESPERTAR. Caxias do Sul, novembro de 1947a. Disponível em: http://arquivomunicipal.caxias.rs.gov.br/index.php/jornal-despertar-2. Acesso em: 03 jan. 2018.

DESPERTAR. Caxias do Sul, julho e agosto de 1948c. Disponível em: http://arquivomunicipal.caxias.rs.gov.br/index.php/jornal-despertar-2. Acesso em: 03 jan. 2018.

DESPERTAR. Caxias do Sul, julho e agosto de 1948a. Disponível em:

http://arquivomunicipal.caxias.rs.gov.br/index.php/jornal-despertar-2. Acesso em: 03 jan. 2018.

DESPERTAR. Caxias do Sul, novembro de 1949b. Disponível em:

http://arquivomunicipal.caxias.rs.gov.br/index.php/jornal-despertar-4. Acesso em: 03 jan. 2018.

DESPERTAR. Caxias do Sul, setembro de 1951a. Disponível em: http://arquivomunicipal.caxias.rs.gov.br/index.php/jornal-despertar-6. Acesso em: 03 jan. 2018.

DESPERTAR. Caxias do Sul, março de 1951B. Disponível em: http://arquivomunicipal.caxias.rs.gov.br/index.php/jornal-despertar-6. Acesso em: 03 jan. 2018.

DESPERTAR. Caxias do Sul, julho de 1952a. Disponível em: http://arquivomunicipal.caxias.rs.gov.br/index.php/jornal-despertar-7. Acesso em:

jan. 2018.

DESPERTAR. Caxias do Sul, outubro de 1953a. Disponível em:

http://arquivomunicipal.caxias.rs.gov.br/index.php/jornal-despertar-8. Acesso em: 03 jan. 2018.

DESPERTAR. Caxias do Sul, setembro de 1954c. Disponível em:

http://arquivomunicipal.caxias.rs.gov.br/index.php/jornal-despertar-9. Acesso em: 03 jan. 2018.

Downloads

Publicado

2020-12-29

Como Citar

DEWES, Elisangela Cândido da Silva; SOUZA, José Edimar de. O “Amor à pátria”: representações de civismo nas páginas do Despertar. RIDPHE_R Revista Iberoamericana do Patrimônio Histórico-Educativo, Campinas, SP, v. 6, n. 00, p. e020028, 2020. DOI: 10.20888/ridpher.v6i00.14737. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/ridphe/article/view/14737. Acesso em: 15 jul. 2024.