A gestão da preservação digital de dados de pesquisa

proposta de um modelo processual

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rebpred.v1i00.13223

Palavras-chave:

Preservação digital, Dados de pesquisa, Curadoria digital, Informação digital

Resumo

O objetivo deste trabalho é apresentar os elementos relacionados à preservação digital para dados de pesquisa e um modelo de gestão a partir da conceptualização atual do seu ciclo de vida, onde as instituições de financiamento a pesquisas demandam um plano de gestão de dados dos pesquisadores que garanta que os dados das pesquisas financiados por essas instituições possam ser validados e reutilizados por outros pesquisadores. A usabilidade dos dados arquivados digitalmente nas instituições é apontada como o resultado da definição de uma política de preservação adotada pelas iniciativas de acesso aberto, de como o conteúdo arquivado deve ser descoberto e usado pelos pesquisadores, dentro de um modelo de gestão que justifica sua coleta e preservação, provendo novos significados para as partes interessadas ao longo do tempo. A identificação dos principais elementos que envolvem a gestão da preservação digital de dados de pesquisa focaliza o seu papel imperativo na gestão das necessidades imediatas das universidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Carlos Abbud Grácio, Universidade Estadual Paulista

Doutor em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista. Diretor de Informática da Universidade Estadual Paulista/Marília.

Miguel Ángel Márdero Arellano, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

Doutor em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília. Tecnologista Senior e coordenador da Rede Brasileira de Preservação Digital Serviços CARINIANA no Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. 

Referências

ALTMAN, Micah et al. Digital preservation through archival collaboration: the data preservation alliance for the Social Sciences. The American Archivist, v. 72. doi: 10.17723/aarc.72.1.eu7252lhnrp7h188.

CONARQ. Conselho Nacional de Arquivos. Diretrizes para a implementação de repositórios arquivísticos digitais confiáveis – RDC-Arq. Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: http://www.conarq.gov.br/images/publicacoes_textos/diretrizes_

rdc_arq.pdf . Acesso em: 04 jun. 2019.

CCSDS. Consultative Committee dor Space Data Systems. Reference model for an Open Archival Information System (OAIS). Washington, 2012. 135 p. Disponível em: https://public.ccsds.org/pubs/650x0m2.pdf. Acesso em: 29 jul. 2019.

DIGITAL Curation Centre. DCC Curation Lifecycle Model. Disponíble en: http://www.dcc.ac.uk/resources/curation-lifecycle-model. Aceso em: 04 fev. 2019.

FUNDAÇÃO de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Plano de Gestão de Dados - FAPESP. Disponível em: http://www.fapesp.br/gestaodedados. Acesso em: 04 fev. 2019.

GRÁCIO, J. C. A. Preservação digital na gestão da informação: um modelo processual para as instituições de ensino superior. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012.

INGRAM, Caroline. How and why you should manage your research data: a guide for researchers. JISC 2019. Disponível em: https://www.jisc.ac.uk/guides/how-and-why-you-should-manage-your-research-data. Acesso em: 28 jul 219.

NATIONAL SCIENCE BOARD. Long-lived digital data collections: enabling research and education in the 21st Century. 2005. Disponível em: https://www.nsf.gov/geo/geo-data-policies/nsb-0540-1.pdf. Acesso em:30 jul. 2019.

SAYÃO, Luis Fernando; SALES, Luana Farias. Curadoria digital: um novo patamar para preservação de dados digitais de pesquisa. Informação & Sociedade: Estudos, v.22, n.3, p. 179-191, set./dez. 2012. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/download/12224/8586. Acesso em: 23 fev. 2013.

SILVA, Fabiano Couto Corrêa da. Infraestructuras y políticas internacionales de desarrollo para gestión de los datos de investigación. Biblios [online] 2016, (Sin mes): Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=16146347004. E-ISSN: 1562-4730. doi: https://doi.org/10.5195/biblios.2016.286. Acesso em: 04 fev. 2019.

Downloads

Publicado

2021-11-14

Como Citar

GRÁCIO, J. C. A. .; MÁRDERO ARELLANO, M. Ángel . A gestão da preservação digital de dados de pesquisa : proposta de um modelo processual. Revista Brasileira de Preservação Digital, Campinas, SP, v. 1, n. 00, p. e020001, 2021. DOI: 10.20396/rebpred.v1i00.13223. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/rebpred/article/view/13223. Acesso em: 14 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigo de Revisão