Tecnologias sociais para políticas públicas de habitação no Brasil

potencialidades identificadas em experiências recentes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rbest.v3i00.13795

Palavras-chave:

Tecnologias sociais, Política habitacional, Desenvolvimento social, Brasil

Resumo

O debate habitacional no Brasil foi retomado em um momento de forte demanda social, com ausência de políticas habitacionais nacionais e estaduais e oferta insuficiente da iniciativa privada para reduzir o déficit habitacional existente. O objetivo do artigo é mostrar que existem experiências importantes em tecnologias de habitação de interesse social (TS) já consolidadas no país e argumentar que as TS oferecem alternativas para o enfrentamento do problema habitacional. O argumento é dividido em duas seções. O primeiro fornece uma breve revisão teórica do conceito de TS; e a segunda trata da questão da habitação e das experiências listadas no Banco de Tecnologias Sociais (BTS) da Fundação Banco do Brasil (FBB). Em última análise, afirma-se que o TS pode aprimorar as estratégias de política governamental nessa área e são feitas considerações sobre os pontos básicos para sua inserção nas ações e políticas públicas de habitação no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hugo Marcio Vieira de Almeida Andrade, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Doutorado em andamento em Economia Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP).

Leandro Pereira Morais, Universidade Estadual Paulista

Doutor em Economia pela Universidade Estadual de Campinas. Professor da Universidade Estadual Paulista (UNESP).

Isaías Albertin de Moraes, Universidade Estadual Paulista

Doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP).  Pesquisador Associado do NEPESC - Núcleo de Extensão e Pesquisa em Solidariedade, Economia Criativa e Cidadania (Economia) pela Universidade Estadual Paulista (UNESP).

Referências

Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (ABRAINC), & Fundação Getulio Vargas (FGV) (2018). Análise das necessidades habitacionais e suas tendências para os próximos dez anos. [Relatório Técnico Final, Coordenação: R. R. Gonçalves], São Paulo. Dispinível em: https://www.abrainc.org.br/wp-content/uploads/2018/10/ANEHAB-Estudo-completo.pdf

Albuquerque, L. C. (2009). Tecnologias sociais ou tecnologias apropriadas? O resgate de um termo. In A. Otterloo et al. (Orgs.), Tecnologias sociais: Caminhos para a sustentabilidade (pp. 14-23). Brasília: RTS. Dispinível em:

https://aprender.ead.unb.br/pluginfile.php/125273/mod_folder/content/0/Livros/rts_caminh

os.pdf?forcedownload=1

Doca, G. (2020, fev. 20). Equipe de Paulo Guedes quer subsídio menor para o Minha Casa Minha Vida. O Globo, Rio de Janeiro. Dispinível em: https://oglobo.globo.com/economia/equipe-de-pauloguedes-quer-subsidio-menor-para-minha-casa-minha-vida-24245546

Bava, S. C. (2004). Tecnologia social e desenvolvimento local. In A. E. Lassance Jr. et al., Tecnologia social: Uma estratégia para o desenvolvimento (pp. 103-116). Rio de Janeiro: Fundação Banco do Brasil. Dispinível em: https://sinapse.gife.org.br/download/tecnologia-social-umaestrategia-para-o-desenvolvimento

Dagnino, R. (2014). Tecnologia social: Contribuições conceituais e metodológicas. Campina Grande, PB: EDUEPB; Florianópolis, SC: Insular. Dispinível em: https://static.scielo.org/scielobooks/7hbdt/pdf/dagnino-9788578793272.pdf

Dagnino, R., Brandão, F. C., & Novaes, H. T. (2004). Sobre o marco analítico-conceitual da tecnologia social. In A. E. Lassance Jr. et al., Tecnologia social: Uma estratégia para o desenvolvimento (pp. 1-50). Rio de Janeiro: Fundação Banco do Brasil. Dispinível em: https://sinapse.gife.org.br/download/tecnologia-social-uma-estrategia-para-odesenvolvimento

Duque, T. O., & Valadão, J. A. D. (2017). Abordagens teóricas de tecnologia social no Brasil. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 11(5), 1–19. https://doi.org/10.12712/rpca.v11i5.962

Freitas, C. C. G., & Segatto, A. P. (2014). Ciência, tecnologia e sociedade pelo olhar da tecnologia social: um estudo a partir da teoria crítica da tecnologia. Cadernos EBAPE.BR, 12(2), 302–320. Dispinível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/7420

Fonseca, R., & Serafim, M. (2010). A tecnologia social e seus arranjos institucionais. In R. Dagnino (Org.), Tecnologia social: Ferramenta para construir outra sociedade (pp. 249-264). 2nd ed. [revisada e ampliada]. Campinas-SP: Komedi. Dispinível em: https://www.academia.edu/36322128/Livro_Tecnologia_Social_colet%C3%A2nea_Renato_D

agnino_Org_2010_

Fundação Banco do Brasil (FBB) (2018). Caminhos e perspectivas para a tecnologia social. Brasília: FBB; Instituto de Tecnologia Social (ITS BRASIL). Dispinível em: https://fbb.org.br/ptbr/review=1&option=com_dropfiles&format=&task=frontfile.download&catid=20&id=260

&Itemid=1000000000000

Kapp, S., & Cardoso, A. L. (2013). Marco teórico da Rede Finep de Moradia e Tecnologia Social – Rede Morar T.S. Risco – Revista de Pesquisa em Arquitetura e Urbanismo, (17), 94–120. https://doi.org/10.11606/issn.1984-4506.v0i17p94-120

Medvedovski, N. S., Buzzar, M. A., Passuello, A., Estevão, M., & Almeida, J. S. (2015). Contribuições da Rede MORAR TS a processos de produção da cidade – tecnologia social como insurgência? Resultados parciais da rede. Anais do XVI ENANPUR, Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional. Belo Horizonte.

Dispinível em: http://anais.anpur.org.br/index.php/anaisenanpur/article/view/2485

Moraes, I. A., & Caixeta, H. (2018). Homenagem a Paul Singer. Revista UnespCiência, Araraquara, (97), 44–46. Dispinível em: http://unespciencia.com.br/2018/06/11/paul-singer-97/Otterloo, A. (2009). A experiência da Rede de Tecnologia Social (RTS). In: A. Otterloo et al. (Orgs.), Tecnologias sociais: caminhos para a sustentabilidade (pp. 154-162). Brasília: RTS.

Dispinível em: https://aprender.ead.unb.br/pluginfile.php/125273/mod_folder/content/0/Livros/rts_caminh

os.pdf?forcedownload=1

Palermo, C., Morais, G., Costa, M., & Felipe, C. (2007). Habitação social: uma visão projetual. [IV Colóquio de Pesquisas em Habitação], Escola de Arquitetura da UFMG, Belo Horizonte. Dispinível em: http://www.mom.arq.ufmg.br/mom/coloquiomom/comunicacoes/palermo.pdf

Rodrigues, I., & Barbieri, J. C. (2008). A emergência da tecnologia social: revisitando o movimento da tecnologia apropriada como estratégia de desenvolvimento sustentável. Revista de Administração Pública, 42(6), 1069–1094. Dispinível em: https://www.scielo.br/pdf/rap/v42n6/03.pdf

Downloads

Publicado

2021-06-07

Como Citar

Andrade, H. M. V. de A., Morais, L. P. ., & Moraes, I. A. de . (2021). Tecnologias sociais para políticas públicas de habitação no Brasil: potencialidades identificadas em experiências recentes. RBEST Revista Brasileira De Economia Social E Do Trabalho, 3(00), e021002. https://doi.org/10.20396/rbest.v3i00.13795