"A Banda” de Chico Buarque

uma marcha em forma de canção brasileira - sobre o papel do arranjo na ressignificação da canção

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/muspop.v8i00.15785

Palavras-chave:

Chico Buarque, Nara Leão, Geny Marcondes, Banda de Música, Marcha

Resumo

Este trabalho apresenta um estudo sobre a canção “A Banda” de Chico Buarque. A gravação utilizada foi da cantora Nara Leão, cujo arranjo instrumental é da compositora Geny Marcondes. O objetivo foi analisar tanto o texto, quanto a música e sobretudo o arranjo de Marcondes. Esses procedimentos mostraram que “A Banda” é uma canção simples e ao mesmo tempo complexa. Seu texto repleto de alegorias e antíteses, apresenta uma mensagem de esperança como também, veladamente, de protesto. Além disso, os recursos composicionais empregados pela arranjadora, forneceram subsídios para uma maior apreensão do discurso musical, o que também, outrora, proporcionou a canção ser amplamente apreciada pelo público através das vendas de discos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Soares da Costa Silva, Universidade de São Paulo

 Doutoranda em Música pela Universidade de São Paulo. Facilitador de Ensino EaD na Universidade Virtual do Estado de São Paulo.

Referências

ALVES, Rubem. Caro Senhor Ministro da Educação. Folha de São Paulo, São Paulo, 24mai. 1998. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz27059809.htm Acesso em 16jul. 2021.

CABRAL, Sérgio. Nara Leão – uma biografia. Rio de Janeiro: Lumiar Editora, 2001.

CHEDIAK, Almir (org). Song Book “As 101 melhores canções do século XX” Vol. 2. Rio de Janeiro: Lumiar Editora, 2004.

DRUMMOND DE ANDRADE, Carlos. Notas sobra a Banda. Correio da Manhã, São Paulo, 14 out. 1966, p. A6.

FREIRE, Vanda Lima Bellard; AUGUSTO, Erika Soares. Sobre flores e canhões: canções de protesto em festivais. In: Per Musi, Belo Horizonte, nº 29, 2014, p.220-230.

GARCIA, Walter. Um mapa para se estudar Chico Buarque. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, nº 43. São Paulo, USP/IEB, 2006, p. 187-202.

HOLLANDA, Chico Buarque. Chico Buarque de Hollanda. RGE, 1966, 1 disco sonoro. (Reedição em CD: Universal Music, 2013, 1 CD).

HOLLANDA, Chico Buarque. Entrevista. MIS, 1966. Disponível em: http://www.chicobuarque.com.br/letras/notas/n_imagem.htm Acesso em:16jul. 2021.

HOLLANDA, Chico Buarque. Muito Prazer, Meu Primeiro Disco: Chico Buarque de Hollanda, 2020. 1 vídeo (1:01:56 min). Publicado pelo canal Sesc Pinheiros. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=DKbwy8mo0Xk Acesso em 16jul2021.

II FESTIVAL DE MÚSICA BRASILEIRA: TV Record, 1966. 1 vídeo (36:13 min). Publicado pelo canal ProdCriticaCultural. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=Cx2avCH0h1Q Acesso em: 13maio2021.

JARDIM, Gil. O arranjo como estrutura e tecido do discurso musical. In: Revista USP, São Paulo, nº 111, p. 45-58 - outubro/novembro/dezembro 2016.

KATER, Carlos (org.). Cadernos de estudo [recurso eletrônico]: educação musical: especial Koellreutter/organização: Carlos Kater – São João Del Rei: Fundação Koellreutter, 2018. Disponível em: http://koellreutter.ufsj.edu.br/modules/wfdownloads/visit.php?cid=1&lid=21 Acesso em 17jul 2021.

LEÃO, Nara. Manhã de liberdade. Philips, 1966, 1 disco sonoro. (Reedição em CD: Universal Music, 2013, 1 CD).

MARCONDES, Geni. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2021. Disponível em: http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa393078/geni-marcondes Acesso em 20/05/2021. Verbete da Enciclopédia. ISBN: 978-85-7979-060-7.

MELLO, Zuza Homem de. A Era dos Festivais – uma parábola, todos os cantos. São Paulo: Editora 34, 2003.

NAPOLITANO, Marcos. A trilha sonora da abertura política (1975/1982). In: Estudos avançados. Vol. 24, nº 69, 2010.

NAPOLITANO, Marcos. Os Festivais da Canção como eventos de oposição ao regime militar brasileiro (1966-1968). In: REIS, Aarão Daniel (org.). Bauru, SP: Edusc, 2004.

O ESTADO DE SÃO PAULO, 18mar2002, p. D3.

SMALL, Christopher. Musicking: the meanings of performance and listening. Middletown: Wesleyan University Press, 2011.

TINHORÃO, José Ramos. Pequena História da Música Popular: segundo seus gêneros. 7ª Ed. São Paulo: Editora 34, 2015.

VASCONCELLOS, Gilberto. Música Popular: de olho na fresta. Rio de Janeiro: Graal, 1977.

XAVIER, Ismail. Alegoria, modernidade, nacionalismo. In: XAVIER, Ismail. Alegoria, modernidade, nacionalismo. Lisboa: OCA, 2019, p. 7-50. Coleção Cadernos Ultramares.

ZAPPA, Regina. Chico Buarque para todos. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1999.

Downloads

Publicado

2021-12-30

Como Citar

SILVA, J. S. da C. "A Banda” de Chico Buarque: uma marcha em forma de canção brasileira - sobre o papel do arranjo na ressignificação da canção. Música Popular em Revista, Campinas, SP, v. 8, n. 00, p. e021011, 2021. DOI: 10.20396/muspop.v8i00.15785. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/muspop/article/view/15785. Acesso em: 7 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos temáticos