Banner Portal
Moacir Santos
PDF

Palavras-chave

Moacir Santos
Coisa no.3
Composição
Simetrias
Voice leadings

Como Citar

BAHIA, Sergio Gaia. Moacir Santos: simetrias e voice leadings em Coisa no.3. Música Popular em Revista, Campinas, SP, v. 5, n. 2, p. 200–222, 2018. DOI: 10.20396/muspop.v5i2.13142. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/muspop/article/view/13142. Acesso em: 13 jul. 2024.

Resumo

Este artigo visa apresentar alguns procedimentos relevantes de simetrias e voice leadings dentro da linguagem harmônica do compositor brasileiro Moacir Santos, a partir da peça Coisa no.3. Trata-se de uma das obras integrantes do disco Coisas (1965), estreia fono­gráfica de Moacir que definiria consideravelmente seu estilo e seus processos criativos. De forma geral, o disco se baseia em materiais melódicos e variações motívicas notadamente sim­ples, instrumentação próxima ao estilo cool jazz, presença marcante de percussão afro-brasileira, capacidade de contenção e variação no uso dos recursos orquestrais, além de uma harmonia que oscila entre trechos tonais, modais e pós-tonais. Dentro do álbum, contudo, a exatidão no tratamento de diversos elementos revela uma dimensão ampla de conteúdo musi­cal manipulada por seu autor. É nesse sentido que Coisa no.3 traz um exemplo emblemático de como detalhes específicos de simetrias e voice leadings contribuem para dar sentido ao discurso artístico, conferindo-lhe alto nível de minúcia por trás da superfície econômica.

https://doi.org/10.20396/muspop.v5i2.13142
PDF

Referências

COHN, Richard. Audacious euphony: chromatic harmony and the triad’s second nature. 1. ed. New York: Oxford University Press, 2012.

IMPROTA, Gabriel. Coisas: Moacir Santos e a composição para seção rítmica na década de 1960. Dissertação (Mestrado em Música) – Unirio, Rio de Janeiro, 2007.

SANTOS, Moacir. Coisas: cancioneiro Moacir Santos. 1. ed. Rio de Janeiro: Jobim Music, 2005.

SANTOS, Moacir. Coisas. Forma, 1965. CD.

SANTOS, Moacir. Ouro negro: cancioneiro Moacir Santos. 1. ed. Rio de Janeiro: Jobim Music, 2005.

STRAUS, Joseph Nathan. Introdução à teoria pós-tonal. 3. ed. Salvador – São Paulo: Editora UNESP – EDUFBA, 2013.

TYMOCZKO, Dmitri. A geometry of music. 1. ed. New York: Oxford University Press, 2011.

ZANONI GOMES, João Marcelo. “Coisas” de Moacir Santos. Dissertação (Mestrado em Música) – UFPR, Curitiba, 2008.

A publicação Música Popular em Revista em sua obra adota e está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.