Banner Portal
Editorial
PDF

Palavras-chave

Música
Música popular
Editorial

Como Citar

ULHÔA, Martha; SANTOS, Rafael dos; MACHADO, Adelcio Camilo. Editorial . Música Popular em Revista, Campinas, SP, v. 5, n. 2, p. 1–2, 2018. DOI: 10.20396/muspop.v5i2.13132. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/muspop/article/view/13132. Acesso em: 24 maio. 2024.

Resumo

Não é difícil notar que a década de 1960 no Brasil foi marcada por grande efervescência na produção em música popular, com destaque para a consolidação da bossa nova, a produção dos grupos de música instrumental com foco na improvisação de orientação jazzística, o surgimento de programas musicais na televisão, a popularização da jovem guarda, a emergência dos festivais da canção, a aproximação da canção popular com os debates políticos e a eclosão do tropicalismo musical. Igualmente digno de nota é o fato de que toda essa produção foi acompanhada por um amplo debate na sociedade, o que, por sua vez, estimulou também o surgimento de trabalhos acadêmicos sobre esse repertório. Assim, talvez não seja exagero afirmar que os diversos agentes ligados à música popular dos anos 1960, bem como sua produção artística e crítica, tornaram-se uma espécie de cânone dos estudos em música popular no Brasil.

https://doi.org/10.20396/muspop.v5i2.13132
PDF

Referências

ARIAS CALLE, J. D. Vingança / Não é vingança: o bolero e o samba-canção na perspectiva dialógica. Música Popular em Revista, v. 5, n. 2, p. 223-242, 26 ago. 2018. https://doi.org/10.20396/muspop.v5i2.13143

ÁVILA, D. Ensaio como canção popular brasileira moderna. Música Popular em Revista, v. 5, n. 2, p. 142-154, 26 ago. 2018. https://doi.org/10.20396/muspop.v5i2.13139

BAHIA, S. G. Moacir Santos: simetrias e voice leadings em Coisa no.3. Música Popular em Revista, v. 5, n. 2, p. 200-222, 26 ago. 2018. https://doi.org/10.20396/muspop.v5i2.13142

DINIZ, S. C.; ÁVILA, D. A canção pode morrer, mas eu não vou morrer, não... : uma entrevista com Kiko Dinucci. Música Popular em Revista, v. 5, n. 2, p. 146-199, 26 ago. 2018. https://doi.org/10.20396/muspop.v5i2.13141

DINIZ, S. C.; ÁVILA, D. Apresentação do dossiê. Música Popular em Revista, v. 5, n. 2, p. 3-8, 26 ago. 2018. https://doi.org/10.20396/muspop.v5i2.13133

FLÉCHET, A.; DINIZ, S. C. O mundo musical de Gilberto Gil. Música Popular em Revista, v. 5, n. 2, p. 155-175, 26 ago. 2018. https://doi.org/10.20396/muspop.v5i2.13140

FREIRE, G. A. Tom Zé e o contra discurso do anti-herói: crítica e desconstrução da canção da MPB em todos os olhos. Música Popular em Revista, v. 5, n. 2, p. 9-34, 26 ago. 2018. https://doi.org/10.20396/muspop.v5i2.13134

GALLETTA, T. Cena musical paulistana dos anos 2010 e o “novo artista da música” na produção independente brasileira pós-internet. Música Popular em Revista, v. 5, n. 2, p. 116-141, 26 ago. 2018. https://doi.org/10.20396/muspop.v5i2.13138

GARCIA, L. H. A.; ARAÚJO, M. S.; PÚBLIO, H. L. L. “Mesmo assim não custa inventar uma nova canção”: o clube da esquina e a redemocratização no Brasil (1978-1985). Música Popular em Revista, v. 5, n. 2, p. 61-87, 26 ago. 2018. https://doi.org/10.20396/muspop.v5i2.13136

GUERALDO, V. J. F. A desumanização social: a nostalgia crítica de Milton Nascimento. Música Popular em Revista, v. 5, n. 2, p. 35-60, 26 ago. 2018. https://doi.org/10.20396/muspop.v5i2.13135

REQUIÃO, L. Cantora, crooner e cantora da noite: a trajetória profissional e de vida de Áurea Martins. Música Popular em Revista, v. 5, n. 2, p. 243-249, 26 ago. 2018. https://doi.org/10.20396/muspop.v5i2.13144

SERPA, A. C.; FERNANDES, D. C. Lobão e Caetano Veloso: desdobramentos da dialética nacional-estrangeiro. Música Popular em Revista, v. 5, n. 2, p. 88-115, 26 ago. 2018. https://doi.org/10.20396/muspop.v5i2.13137

A publicação Música Popular em Revista em sua obra adota e está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.