A arte e a história da ciência num diálogo com o ensino da fisiologia

um relato de experiência

Autores

  • Leonardo Rossi Hecke Universidade Federal de Lavras
  • Laura Salve Silveira Universidade Federal de Lavras
  • Michelle Júlia de Souza Universidade Federal de Lavras
  • Antônio Fernandes Nascimento Júnior Universidade Federal de Lavras

Palavras-chave:

Ensino de biologia, História do corpo humano, Formação de professores.

Resumo

O desenvolvimento de práticas pedagógicas se faz um importante requisito na formação inicial e continuada de professores. Neste sentido, este trabalho tem como intuito relatar o desenvolvimento e a apresentação de uma aula construída através de uma metodologia não expositiva na disciplina de Metodologia do Ensino de Biologia da Universidade Federal de Lavras. Esta aula teve como tema a História do Estudo do Corpo Humano, na qual foram utilizados como recursos pedagógicos o museu e as artes visuais. Após a atividade foi feita uma avaliação com os alunos sobre a aula. As falas foram categorizadas e analisadas, e por meio delas foi possível perceber que a atividade teve uma contribuição positiva para a              formação inicial dos professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo Rossi Hecke, Universidade Federal de Lavras

Graduando em Ciências Biológicas - Universidade Federal de Lavras

Laura Salve Silveira, Universidade Federal de Lavras

Graduanda em Ciências Biológicas - Universidade Federal de Lavras

Michelle Júlia de Souza, Universidade Federal de Lavras

Mestranda em Ciências Biológicas - Universidade Federal de Lavras

Antônio Fernandes Nascimento Júnior, Universidade Federal de Lavras

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Biológicas Universidade Federal de Lavras

Referências

BOVO, M. C. Interdisciplinaridade e transversalidade como dimensões da ação pedagógica. Revista Urutágua, v. 7, p. 1-12, 2004.

CELESTINO, M. R. A formação de professores e a sociedade moderna. Dialogia, v. 5, p. 73-80, 2006.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática docente. 25. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996. 165 p.

GASPAR, A. Museus e centros de ciências: conceituação e proposta de um referencial teórico. 1993. 117 p. Tese (Doutorado em Didática) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1993.

GATTI, B. A. Formação de professores no Brasil: características e problemas. Educação e Sociedade, v. 31, n. 113, p. 1355-1379, 2010.

MINAS GERAIS. Conteúdo Básico Comum (CBC) – Proposta Curricular: Biologia, Ensino Médio. Belo Horizonte: Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais, 2007.

MOREIRA, M. Paradigmas da psicologia aplicada à educação. Revista Dois Pontos, Belo Horizonte, p. 12-15, 1994-1995.

MARANDINO, M. (Org.). Educação em museus: a mediação em foco. 1. ed. São Paulo: Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação Não-formal e Divulgação em Ciências/FEUSP, 2008. 48 p.

MARQUES, M. J. D. V. A importância da disciplinaridade, interdisciplinaridade, transdiciplinaridade, transversalidade e multiculturalidade para a docência na educação. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA DO NUPEPE, 2., 2010, Uberlândia. Anais... Uberlândia: UFU/Escola de Educação Básica, 2010, p. 274-291.

MINAYO, M. C. de S. (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 21. ed. Petrópolis: Vozes, 2002. 81 p.

NASCIMENTO JUNIOR, A. F. Construção de estatutos de ciência para a biologia numa perspectiva histórico-filosófica: uma abordagem estruturante para seu ensino. 2010. 437 p. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências, Bauru, 2010.

OVIGLI, D. F. B. Prática de ensino de ciências: o museu como espaço formativo. Revista Ensaio, v. 13, n. 3, p. 133-149, 2011.

QUEIROZ, G.; et al. Construindo saberes da mediação na educação em museus de ciências: o caso dos mediadores do Museu de Astronomia e Ciências Afins/Brasil. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 2, n. 2, p. 77-88, 2002.

SANTANA, A. A.; LEBRÃO, J. S.; NOGUEIRA, T. R. P. A utilização das imagens e fotografias como recursos didáticos para a espacialização dos conteúdos. In: Semana de Geografia da UESB, 9., 2010, Vitória da Conquista/BA. Anais... Salvador: UESB, 2010, p. 1-14.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 11 ed. São Paulo: Autores Associados, 2013. 160 p.

SELLES, S. E.; ABREU, M. Darwin na Serra da Tiririca: caminhos entrecruzados entre a biologia e a história. Revista Brasileira de Educação, v. 20, p. 5-22, 2002.

Downloads

Publicado

2018-09-27

Como Citar

HECKE, L. R.; SILVEIRA, L. S.; SOUZA, M. J. de; NASCIMENTO JÚNIOR, A. F. A arte e a história da ciência num diálogo com o ensino da fisiologia: um relato de experiência. Ciências em Foco, Campinas, SP, v. 10, n. 2, 2018. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cef/article/view/9732. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)