Protagonismo indígena nas artes visuais
PDF

Palavras-chave

Arte indígena contemporânea
34ª Bienal de São Paulo
Sueli Maxakali
Arte indígena
Protagonismo indígena

Como Citar

MARQUES, D. Protagonismo indígena nas artes visuais: Sueli Maxakali na 34ª Bienal de Arte de São Paulo. Encontro de História da Arte, Campinas, SP, n. 16, p. 155–166, 2023. DOI: 10.20396/eha.16.2022.4987. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/eha/article/view/4987. Acesso em: 29 fev. 2024.

Resumo

A pesquisa mais ampla busca compreender como se deu historicamente a presença dos povos originários nas Bienais de São Paulo e a participação de artistas indígenas que vivem em território brasileiro na 34ª Bienal de Arte de São Paulo, são eles: Jaider Esbell, Gustavo Caboco, Sueli Maxakali, Uýra e Daiara Tukano. Para esta apresentação daremos foco na instalação de Sueli Maxakali, chamada Kumxop koxuk yõg, de 2021. A obra foi produzida em conjunto com as mulheres e meninas da comunidade de Sueli, chamada Aldeia-Escola-Floresta. Foi realizado um trabalho de campo, com a preocupação em olhar, escutar e escrever, procedimentos que permitem investigar a produção do conhecimento antropológico.

https://doi.org/10.20396/eha.16.2022.4987
PDF

Referências

ª BIENAL DE SÃO PAULO. Catálogo Faz escuro mas eu canto. Elvira. (org.) Curadoria: Jacopo Crivelli Visconti, Paulo Miyada, Carla Zaccagnini, Francesco Stocchi, Ruth Estévez. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 2021.

CAMPO. Pedagogias situadas nas paisagens - Sueli e Isael Maxakali com Roberto Romero (AldeiaEscolaFloresta). Youtube. 21 de julho de 2022. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=AjYeAKnSgQ4&t=4514s. Acesso em: 05 de jan. 2023.

CINE KURUMIM. Mostra paralela: imaginários e futuros indígenas. 21 de março de 2021. Facebook. Cine Kurumim. Disponível em: https://www.facebook.com/cine.kurumin/photos/a.1376435675996705/2080287982278134/?_rdr. Acesso em: 06 de jan.2023.

GOLDSTEIN, Ilana. Da “‘representação das sobras” à “reantropofagia”: Povos indígenas e arte contemporânea no Brasil. MODOS: Revista de história da arte, vol. 3, nº. 3, set./dez., 2019, p. 68-96. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/mod/article/view/8663183/25044. Acesso em: 09 jan. 2023.

JESUS, Naine Terena de. Arte indígena no Brasil: midiatização, apagamentos e ritos de passagem. Cuiabá, MT: Oráculo Comunicação, Educação e Cultura, 2022, p.17. Disponível em: <https://oraculocomunica.eco.br/wp-content/uploads/2022/12/Arteindigena_NaineTerena.pdf>. Acesso em: 09 de jan. 2023.

NEIVA, Leonardo. ‘A arte é uma extensão da nossa política para este mundo’. Gama. 01 de dezembro de 2020. Disponível em: https://gamarevista.uol.com.br/formato/conversas/indigena-artista-jaider-esbel-arte-e-politica/. Acesso em: 05 de jan. 2023.

NHEXYO. @Nhexyo. 2021. Visita Guiada: Faz Escuro Mas Eu Canto - SAIC. Instagram. São Paulo, Brasil. 17 de setembro de 2021. Disponível em: https://www.instagram.com/p/CT8CszbgzRi/. Acesso em: 09 de jan. de 2023.

OLIVEIRA, Roberto Cardoso de. O trabalho do antropólogo: olhar, ouvir, escrever. Revista de Antropologia, vol. 39, nº 1, 1996, p. 13-37.

POPOVICH, Frances B. A organização social dos Maxakali. Cuiabá, MT: Sociedade Internacional de Linguística, 1980.

RETOMADA Maxakali ocupa terra para construir a Aldeia Escola Floresta. Apib oficial. 30/09/2021. Disponível em: https://apiboficial.org/2021/09/30/retomada-maxakali-ocupa-terra-para-construir-a-aldeia-escola-floresta/. Acesso em: Acesso em: 10 de jan. de 2023.

RIBEIRO, Rodrigo Barbosa. Guerra e paz entre os Maxakali: devir histórico e violência como substrato da pertença. Doutorado em Ciências Sociais. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC). 2008..

SELECT TV. Fogo Cruzado LIVE: Como expor arte indígena? (Parte 2). Youtube. 06 de maio de 2021. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=bRbdVjzmiWQ&t=3502s. Acesso em: 07 de jan. 2023.

TAVARES, Artur. O que são 70 anos diante de 521, meu querido. Elastica. 05 de out 2021. Disponível em: https://elastica.abril.com.br/especiais/jaider-esbell-bienal-mam/. Acesso em: 09 de jan. de 2023.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Daiane Marques

Downloads

Não há dados estatísticos.